História Apenas mais uma de amor - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Comecei agora, minha primeira fanfic, espero que gostem...

Capítulo 2 - Da família


Mesmo achando estranho, Poliana Virou -se para Ester e deu um sorrisinho...

NA SALA...

Luísa começa a gritar novamente com Pendleton...

- Você NÃO É O PAI DELA...

- Para Luísa! Foram dois exames...quer fazer mais um?

- Não, o Marcelo tem razão, você falsificou os dois primeiros... vai falsificar um terceiro, um quarto...

- Ah então quem está colocando essas ideias sem cabimento na sua cabeça é seu namoradinho? 

- Namoradinho não, NOIVO, e não sem cabimento.

- Se é o que você acha... mas já que não tem como provar nada, paramos por aqui, não quero que a chegada de Poliana seja mais traumática do que já está sendo.

- Até parece que você realmente se importa... ela não vai substituir a Estela você sabia?

Nesse momentoa expressão de Pendleton vai de irritado para triste.

- Eu sei disso Luísa, eu sei muito bem! Elas são crianças completamente diferentes... minha Estela é  insubstituível, assim como Poliana.

Fala isso saindo da sala sem dizer mais nada.

Poliana percebeu que a discussão havia acabado, então resolveu chamar sua tia para conhecer o quarto que ela iriam ficar, foi para sala.

- Tia, você não quer ver nosso quarto? Ele é muito grande, as camas são confortáveis, só é meio sem graça... mas a Ester disse que é provisório. Falou que vou poder escolher um depois.

Ela foi falando que nem percebeu que sua tia não prestava a mínima atenção em nada do que estava dizendo.

- Tia? 

- O que Poliana?

- Você não escutou nada do que eu disse né?

- Não, desculpa!

- Não tem problema, eu te mostro, vem...

Elas foram para o quarto, Luísa olhou tudo e disse:

- É, conforto é o que não vai faltar nessa casa...

NO DIA SEGUINTE NO CAFE DA MANHA

 Apenas Luísa não se encontrava na mesa do café ainda...

- Poliana, cadê sua tia?

- Não sei, mas acho que ela não vai tomar café senhor Pendleton.

Depois que tomam café Luísa entra na sala...

- Poliana, vamos, tá na hora da escola.

Poliana se levanta e quando ia falar tchau pro senhor Pendleton e para Ester, ele diz:

- Pode deixar que eu levo ela Luísa...

- Não precisa se incomodar Pendleton, você é uma pessoa muito ocupada.

E esperando que ele não dissesse mais nada, foi pegando no braço de Poliana para saírem, mas ele continuou.

- Para com isso Luísa! Eu sou o pai dela, um vou ter que levar ela pra escola, e além do mais, eu tenho uma reunião com a Ruth quase agora.

É antes que Luísa retruca-se o que ele disse, Poliana viu que iria começar outra briga e falou:

- Tá tudo bem tia... ele já está indo pra lá.

- Viu, ela mesma está dizendo que está tudo bem...

Luísa olha com ódio para Pendleton e sai da sala em direção ao quarto sem falar nada...

- Bom... acho que significa que ela concordou, não é Poliana?

Ela olha pra ele é da risada.

- Acho que sim!

Os dois entram no carro e vão para a escola...

Ao chegar na escola, Pendleton abriu a porta de Poliana para ela sair. Yasmin e Filipa observavam de longe o momento pai e filha...

- Aí que raiva...

- O que foi Filipa?

- Ah... essa Poliana só atrapalha minha vida... Aff

- Mas ela não fez nada.

- Como não fez nada, você não ficou sabendo que o OTTO é o pai dela?

- Sim, todo mundo só fala disso, ela até saiu em uma capa de revista.

- Sim, e fora isso... o pai dela é dono da 0110. Ou seja o pai dela é chefe do meu pai... AH QUE ÓDIO.

- Ele também é chefe da minha mãe, da mãe e do pai do Luigi...

- Ela vai ficar se achando agora...

- Acho que não, Poliana não é assim...

MOMENTO PAI E FILHA...

- Eai Poliana? Como foi a primeira noite? 

- Ah... foi normal, mas aquele quarto é meio assustador kkkkk

- É mesmo... mas depois que você se acostumar, vai poder escolher um e enfeitar da maneira que quiser, ok? 

- Tudo bem.

Ela deu um sorriso que Pendleton amava, e ele sorrio de volta.

Nesse momento, Marcelo chega na entrada da escola e vê a cena dos dois, fica os observando por um tempo, e decide falar com Poliana.

- Olá Poliana! Tudo bem?

Poliana olha para Marcelo e depois para seu pai, e percebe a mudança de expressão em seu rosto.

*PENSAMENTO DE POLIANA*

- Ixii, vai dar ruim! O senhor Pendleton não gosta do professor, e o professor não gosta do senhor Pendleton. Se Marcelo me chamar, eu não vou... vou ficar com senhor Pendleton, além do mais ele é meu pai.

*FIM DO PENSAMENTO*

- Oi professor! Tudo Ótimo e o senhor? 

- Tudo bem sim! 

Ele continuou se aproximando, e Poliana chegou mais perto de seu pai... Queria mostrar que estava tudo bem ser filha dele.

- Bom Poliana... É melhor você entrar, vem, vamos comigo se não vai perder a hora!

- Não se preocupe, o senhor Pendleton nunca deixaria eu me atrasar, quando der a hora eu entro. Vou ficar com ele por enquanto.

Pendleton não pode deixar de dar um sorriso provocador para Marcelo.

- Você que sabe então.

Marcelo sai e Pendleton olha pra Poliana dizendo:

- Por que você não foi com ele Poliana? 

- Por que ele queria te provocar, e se eu fosse ele teria conseguido não teria?

Ele olha sorrindo, era uma coisa que não estava acostumado, mas com a presença de Poliana ele não conseguia evitar.

- Teria sim...

- Bom, as pessoas têm que começar  a se acostumar... Eu sempre vou escolher a família em primeiro lugar, e você faz parte dela agora. É melhor a gente já ir entrando.

Poliana nunca chamou ele de pai, mas aquilo foi como se tivesse chamado. Quando ela virou, deu um sorriso e pegou em sua mão para entrarem na escola, ele queria chorar, mas não choraria na frente de todos.

Quando chegaram no pátio...

- Já vou indo senhor Pendleton, tchau!

- Espera Poliana, você não tem que ter dinheiro pra lanche?

- Sim, mas é a tia Luísa que me da, e já que foi você que me...

Antes de ela terminar de falar, ele estendeu a mão. 

- Toma... isso deve dar!

Ele deu uma nota a de 100 reais, Poliana olhou e falou: 

- Isso é muito, por acaso você não tem uma nota de 10? Kkkkk

- O pior que não, aproveita e compra alguma coisa para seus amigo kkkkk

- Ok então, tchau senhor Pendleton...

- Tchau Poliana.

Pendleton saiu caminhando em direção a sala da Ruth, mas Antes que chegasse lá, foi interrompido por uma voz...

- Vai comprar a menina agora?

Pendleton virousse e viu que era Marcelo, deu um sorrisinho e lembrou no que Poliana tinha dito, não falou nada e continuou.

DEPOIS DA AULA

Pendleton estava saindo da reuniam com Ruth, e percebe que tinha demorado mais do que tinha planejado. Resolve ligar para Luísa pra visar que levaria Poliana embora.

Na mansão, o celular de Luísa toca.

- O Pendleton?O que será que ele quer? Nao vou atender. Não, pode ser sobre poliana... Alô?!

- Oi Luísa, só liguei pra avisar que eu pego Poliana na escola, ja estou aqui.

- Ok. 

Sem falar mais nada ela desliga.

- Nossa, é uma grossa mesmo, Aff que mulherzinha insuportável. Que azar do Marcelo...

Fala essa palavras fazendo careta.

Quando Poliana sai da escola, percebe que o senhor Pendleton havia ido buscar ela, e fica muito feliz....


Notas Finais


Espero que gostem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...