História Apenas Melhores Amigos - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 13
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O COMEBACK JÁ É AMANHÃ AAAAH OQNDJW!!

Primeiro, quero-vos dizer que antes a (S/N) e o Jimin tinham dezessete anos, contudo para poder pôr uma coisa neste capítulo eu mudei-as para dezoito. Mas NÃO muda NADA na história!!

Em segundo, quando o texto estiver em itálico e a sublinhado é um flashback da (S/N), neste caso.

Ah, e este capítulo tem uma coisa ínfima de dirty talk, eu não tenho jeito para essas coisas e meio estranho para mim nestas condições hahah.

E acho que é tudo tudo, boa leitura! ♡

Capítulo 3 - Capítulo 03 - Consequências Dos Teus Atos.


Fanfic / Fanfiction Apenas Melhores Amigos - Capítulo 3 - Capítulo 03 - Consequências Dos Teus Atos.

ApenasMelhoresAmigos


Capítulo 03 - Consequências Dos Teus Atos.



- Consequência. - respondo a Stuck-Chin sem qualquer hesitação. 

- Então, eu desafio-te a fazer blowjob ao Man-Shik. 

- Okay, tudo bem. - afinal, ninguém nesta roda era virgem e não há problema nisso, não há nada que me prenda - Mas aqui? 

- Decidam vocês. 

- Hey, anda ali. - chamei Man-Shik apontando para uma pequena porta dentro do cómodo gigante onde estávamos. O olhar de Jimin sobre mim era... Estranho. Talvez uma mistura de raiva, de tristeza, desilusão, espanto e ciúmes. Esperem... O que estou a dizer?! Ciúmes?! 

- (S/N)... - Man-Shik interpela-me - Tu tens a certeza que queres fazer isto? Não precisas fazer nada, podemos dizer que - interrompi.

- Ouve, eu vou fazer isto. É a minha consequência. - logo depois disto começo a desapertar as suas calças e a descê-las juntamente com os seus boxers, deparando-me com o seu tamanho menor do que o do Jimin. Aigo, nem há comparação.


Ohh, parou. Eu não pensei nisto! Até numa horas destas ele consegue estar na minha cabeça. Ugh. Que stressante. 


Comecei o que deveria ser feito e momentos depois saímos da pequena. Talvez eles tenham ouvido os gemidos de Man-Shik. E não que me importasse, sinceramente. 


- Vejo que o trabalho foi bem feito. - comentou Ryung. 

- E se foi! - Man-Shik confirmou. Voltamos aos nossos lugares na roda para que se desse continuidade ao jogo. 

Quem iria rodar a garrafa transparente vidrada seria Ryung. 

Rodou, rodou e rodou. Até que parou. 


Parou em Jimin.


Ryung alternava o olhar carregado de malícia entre mim e Jimin. Talvez pensando nalguma consequência picante que poderia fazer entre nós os dois. Então, fez a sua pergunta. 

- Jimin, verdade ou consequência? - interrogou. 

- Consequência. - Jimin respondeu-lhe prontamente.

- Desafio-te a beijares a (S/N) e - foi acrescentado dando ênfase ao seu "e" - a fazeres passar as mãos por todo o teu corpo de uma forma... Hm... Maliciosa? 

Num pulo, Park levantou-se do chão duro e veio até mim. Aproximou-se de mim e consegui sentir a sua respiração quente contra o meu rosto. Via os seus lindos lábios rosados, carnudos e macios e apenas parecia que eu estava hipnotizada por eles e pelo cheiro inconfundível e incrivelmente maravilhoso de Park Jimin. Ele aproximou-se de mim passados alguns segundos ou até mesmo minutos, o que para mim, pareceram anos. E então, juntou os nossos lábios. Ao início, pensei em recusar a proposta, todavia, pensei que isto me fosse ajudar. Por isso, acabei por ceder àqueles lábios que se encaixavam perfeitamente nos meus e que me devoravam verozmente. No mesmo momento, Jimin pegou nas minhas mãos, começando a fazer um trilho por todo o seu corpo. 

E ai aquele corpo! 

Rapidamente chegou à sua intimidade, deixando as minhas mãos deslizarem pelo seu membro, que na posição em que Jimin se encontrava, fazia com que ele ficasse marcado, dando a possibilidade de sentir todo o seu comprimento e toda a sua largura.


Ah, como eu tenho saudades de ter Jimin dentro de mim. 


- O-Oh, Jimin... 

- Tu gostas que te foda assim, hm? - perguntou enquanto me continuava a penetrar com força. 

- Ah sim, Ji-Jimin! Eu vou... - e gozamos juntos. 


Fui tirada dos meus devaneios quando ouço a voz de Ryung nos chamar. 

- Está bem assim, já chega! - pelos vistos, mesmo que tivesse estado a sonhar acordada, não parei de beijar Jimin. Ele voltou para o seu lugar, encarando-me com um olhar sedutor e a passar a língua pelos seus lábios.

Ignorei. Embora o meu coração estivesse acelerado e o meu corpo muito quente. 

Continuamos a jogar até nos casarmos, nos despedirmos e irmos embora.

- (S/N), espera aí! - Jimin agarrou no meu pulso.

- Diz, Park. - parei de caminhar até ao meu carro.

- O que se passa?

- Nada. São apenas consequências dos teus atos, Park. 

- Hã? Como assim?


Sentia uma dor de cabeça dentro daquela festa, por isso, depois de ter acabado de jogar o jogo da garrafa, fui apanhar um pouco de ar ao jardim da mansão de Man-Shik. Ou bom... Talvez eu fosse se Jimin não estivesse quase a devorar Kyung-Hu, tal como ela fazia com ele. Ela agarrava a sua nuca e de longe a longe, puxava levemente os fios de cabelo de Jimin. Já ele, agarrava a sua cintura e apertava-a com força.

E tudo aquilo, só me fez lembrar aquilo que ele fez também comigo. E agora, ou talvez já há mais tempo, tudo isto me deixava muito incomodada. 

Talvez já não fosse apenas uma amizade.


- Não é nada, Jimin. Deixa-me ir. - os seus ombros caíram um pouco, os seus olhos ficaram brilhantes por conta das lágrimas que começaram a encher os seus olhinhos, a sua expressão ficou triste e ele largou-me. 

- Até mais, Jimin.


(...)


Às quatro da manhã eu ainda não dormia. Deixava que a luz da Lua entrasse pelos vidros da janela, clareando um pouco todo o cómodo. Eu virava-me de um lado na cama, com os lençóis e cobertores todos enrolados no meu corpo. De vez em quando mexia no meu telemóvel e lia alguns capítulos de umas fanfics, mas nada me deixava com sono. Tudo isto, porque o meu cérebro com a cabeça num só lugar... Ou pessoa. 

Park Jimin.

Assustei-me quando de repente ouvi algumas pedrinhas baterem contra a janela do meu quarto. Levantei-me e fui até à janela.

- Park? O que é que estás a fazer aqui?!

- Abre a porta e eu explico. - desci e fui abrir a porta.

- O que se passa Jimin?

- Eu quero esclarecer algumas coisas.

- Então, entra e anda até ao quarto. Estou cansada.

- Tudo bem. - dei espaço para ele entrar, quando o mesmo o fez, tranquei a porta, subindo para o meu quarto.

- Podes começar, Jimin. - vociferei assim que me sentei.

- Bom... Eu sei que me viste aos beijos coluna Kyung-Hu duas vezes.

- Sim, e?

- E eu só te queria fazer ciúmes. - eu ri - Eu estou a ser sincero, (S/N).

- Fazer-me ciúmes? Porque carga de água, Jimin?

- Eu queria ver as tuas reações.

- Não sei se viste o que querias.

- Por um lado sim, mas por outro não.

- Oh Jimin, tu estavas à espera que eu ficasse à tua espera e que não fizesse absolutamente nada para me vingar minimamente de ti?

- Eu... Eu...

- Sim, tu e tu. Tu se calhar devias estar com a Kyung-Hu.

- Não, não devia. Tal como te disse, eu vim esclarecer tudo.

- Desde que cá chegaste não esclareceste nada.

- Eu só fiz aquilo porque eu tinha ciúmes. Mesmo que não os tivesses feito propositalmente, tu deixaste-me com ciúmes e eu quis saber se tu também poderias ficar assim. Foi por isso que beijei a Kyung-Hu, que passei tanto tempo com ela e com outras.

- Okay.

- (S/N), não te faças de desentendida. Tu sabes o porquê dos meus ciúmes, eu gosto de ti. - sim, ainda que eu tivesse algumas suspeitas disso, nunca pensei que fosse verdade. Eu fiquei sem saber como reagir.

- Eu-Eu Jimin... - o meu coração estava acelerado. 


Notas Finais


MAIS UMA VEZ: O COMEBACK É AMANHÃ, AAAAAAH!!


° ° ° ° °

Vejam também o meu oneshot com o Suga!
https://www.spiritfanfiction.com/historia/no-fim-one-shot-bts-12262505

O oneshot com o Hyunjin (dos Stray Kids)!
https://www.spiritfanfiction.com/historia/tudo-vai-dar-certo-stray-kids-12516959

O oneshot com o Taehyung!
https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-secretaria-oneshot-kim-taehyung-12589943

E por fim, a short-fanfic com o Jungkook!
https://www.spiritfanfiction.com/historia/lost-stars-jungkook-bts-12767134
° ° ° ° °
- 뽀뽀 {😚😚}


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...