História Apenas por uma noite - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bottom!jimin, Jikook, Top!jungkook
Visualizações 312
Palavras 5.090
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - OneShot


Eram 22:30, quando Jimin escuta um barulho vindo da porta do quarto, sentindo-se um pouco animado, pois já sabia quem era.

Os meninos estavam em viagem, no Brasil, para fazer alguns shows, e Jimin e Jungkook foram escolhidos para dividirem o quarto.

Jimin vestia uma bermuda preta folgada e uma regata branca, mais soltinha.

JM - Por que demorou tanto? - disse se levantando da cama, indo até a porta.

JK - Eu stava no fliperama com o Taehyung... - cambaleando um pouco para o lado

Jimin vai até Jungkook, vendo o mesmo vestir uma calça jeans apertada, que deixava suas curvas expostas e mais marcadas, além de uma blusa branca que parecia suada, dando para ver seu abs por debaixo do pano.

Quando Jimin viu a cena, começou a imaginar milhares de coisas, porém, afastou seus pensamentos pervertidos, logo depois se sentindo envergonhado por ter tido pensamentos tão impuros.

JM - Ah, sim... entendi... - um pouco desapontado.

JK - Então, docinho - se apoia no batente da porta - ficou preocupado?

JM - Quê? Não. Por que a pergunta?

JK - Ah, não minta pra mim - Encosta no ombro de Jimin, quase caindo - Eu sei que vucê stava preocupaado...

JM - Jungkook... Você bebeu?

JK - Aan... Eu num zei... O Tae me deu um líquido estranho e... - aponta pra televisão, que estava ligada - Olha, ta pasando Barbie *soluça*

JM - Aish, esse Taehyung! Vem aqui Jungkook, deita um pouco - Puxando Jungkook pelo braço, até a cama - Isso, deita, você tá muito bêbado.

JK -Se eu stou bêbado, é de amor por vucê...

JM - *ri* Jungkook, isso não faz sentido

JK -A não, é..? Pois então, isso agora vai fazer *beija Jimin, o assustando*

Jimin se assusta com a ação repentina do maior, porém não se entrega tão fácil, empurrando Jungkook, rompendo o beijo.

JM - O-o que foi isso? - diz encostando em seus lábios

JK - O quê...? Eu num poso mais beija o meu namorado...?

JM - N-na-namorado? J-jungkook... n-nós n-não estamos... n-namorando..

JK - Ah, naum stamos? Nossa... Desculpa...

JM - Jungkook, fica aqui um pouco, eu vou falar com o Taehyung *se levanta da cama*

JK - Naum *puxa Jimin de volta, fazendo os mesmo cair em cima de Jungkook com os braços um de cada lado de sua cabeça* Fica aqui comigo *sussurrando* Por favor Baby...

JM - J-jungkook... - jungkook começa a se aproximar, o olhando nos olhos, fazendo-o perder seu raciocínio lógico por um tempo. - *sussurrando* Jungkook... O que você está tentando fazer...?

JK - *sussurando* Eu só quero fazer meu baby feliz...

JM - *ri* E desde quando eu sou seu baby?

JK - Desde... *sussurrando* agora... - sela seus lábios

O menor se surpreende um pouco, mas logo aceita o beijo do outro, retribuindo na mesma intensidade que recebia.

Os dois permanecem apenas movendo seus lábios um contra o outro, sem certeza se deviam continuar.

Cansado de algo tão pequeno quanto um selinho, Jungkook passa a língua pelos lábios do menor, pedindo passagem.

O menor relutou um pouco, mas logo cedeu, deixando sua boca ser preenchida pela língua do mais novo, que explorava cada canto da mesma.

Movendo suas mãos, o maior foi até a calça do menor, encontrando seu membro, apertando um pouco, fazendo o outro gemer entre o beijo.

JM -Aah... Jungkook...

JK - Shh... quietinho...

Em um movimento rápido, Jungkook subiu em cima de Jimin, o fazendo deitar, indo em direção  seu pescoço, chupando a pele exposta, fazendo o menor gemer.

Caindo em si, Jimin senta na cama, fazendo Jungkook parar o que estava fazendo. Jimin, excitado, porém, envergonhado, para Jungkook que tenta o beijar novamente, o deixando confuso.

Jk - Por que parou? O que há de errado? - diz com olhos meio tristes e confusos.

JM - Jungkook... Nós... Nós não podemos...

JK - Por que não?

JM - Olha, não me leve a mal, eu sempre quis que isso acontecesse, de verdade. Eu sempre fui apaixonado por você, mas só tinha medo de te contar, mas...

JK - Mas por que está contando agora?

JM - Sei lá... Talvez porque você está bêbado, e isso me dá a esperança de que você não vá lembrar disso amanhã de manhã...

JK - Hmm... Mas Jimin...

JM - *nem um pouco afim de ouvir o outro* De qualquer forma, não é desse jeito que eu queria que acontecesse *com voz um pouco chorosa* eu sempre te amei, mas não esperava que você tivesse que ficar bêbado para finalmente querer algo comigo...

JK - Jimin...

JM - Não é desse jeito que eu quero que aconteça... se for pra acontecer, você vai estar sóbrio, e ciente do que está fazendo, e não apenas por impulso, bêbado e sem pensar direito... *uma lágrima escorre*

JK - Oh Jimin... Talvez essa não seja a hora certa para te contar... mas eu também tenho sentimentos muito fortes por você... *o outro olha com os olhos brilhando para ele* Eu sempre escondi isso de você, pois tinha medo do que você iria pensar...

JM - J-jungkook...

Jk - E hoje de manhã, nós chegamos ao Brasil, e quando disseram que nós íamos dividir o quarto... eu achei que ia ser uma boa oportunidade para te dizer...

JM - Jungkook... o que você está querendo dizer...?

JK - Eu te amo mais que tudo Jimin... eu sempre te amei. E se for possível, eu gostaria de tê-lo para mim... nem que fosse apenas por essa noite...

JM - J-jungkook... *várias lágrimas descem por suas bochechas, mas ele logo as seca* N-não d-dá... e-eu não posso... N-não com você bêbado...

JK - Jimin... eu não estou bêbado...

JM - *assustado* O-o quê??

JK - Eu planejei fazer isso, pois eu achava que esse era o único jeito de tentar ter você para mim, de um jeito que você aceitasse, pois eu achava que você não me amava, e que ficaria comigo apenas se tivesse a chance de eu não lembrar depois...

JM - K-kookie...

JK - Jimin... me perdoe te enganar... mas agora que está tudo resolvido... gostaria de te pedir uma chance... apenas por essa noite...

JM - J-jeon...

JK - Jimin... Por favor... Eu te desejo tanto *se aproxima mais, lentamente*

JM - J-jungkook... e-eu acho q-que...

JK - Shh... Não diga nada... Só... Aprecie o momento...

Jungkook sela seus lábios, com seu corpo entre as pernas do menor, se apoiando com os braços na cama.

O menor, completamente entregue, move suas mãos para a nuca do outro, enrolando seus dedos nos fios castanhos, abrindo sua boca, deixando com que a língua do maior invadisse-a.

Os dois começam um beijo quente e envolvente, repleto de luxúria e desejo, porém, dentre esses sentimentos carnais, existe um sentimento que faz tudo isso fazer sentido...
Amor.

Movendo suas mãos até a cintura do mais velho, o menor da um leve aperto na região, puxando, logo após, a virilha do mesmo em encontro a sua.

Fazendo simulações de estocadas, Jungkook começa a se movimentar contra a virilha do outro, fazendo ambos arfarem entre o beijo.

Os movimentos de Jungkook eram tão rápidos e excitantes que, quando Jimin se sentiu obrigado a romper o beijo por falta de ar, começou a gemer em resposta de aprovação, revirando os olhos de prazer.

Jungkook vendo o que o menor estava fazendo, sorriu, diminuindo os movimentos, fisgando os lábios do outro novamente para si, enquanto se ajeitava na cama, de um modo que ficasse sentado entre as pernas de Jimin, sem ter que se apoiar na cama para permanecer sentado.

Aos poucos Jeon foi parando os movimentos, se concentrando no beijo e em tocar Jimin com sua mãos livre, enquanto a outra estava segurando a nuca do outro, controlando seus movimentos.

A mão livre de Jungkook tocava, apertava e arranhava corpo de Jimin, que ainda permanecia coberto.

Ambos interromperam o beijo quando o ar veio a faltar, e ficaram olhando dentro de seus olhos durante um longo período, como se estivessem se comendo apenas com o olhar

O maior se inclinou até a barriga do outro, começando a erguer a camisa que o outro usava, distribuindo beijos e alguns chupões pelo abs dele, ouvindo-o gemer em resposta.

Colocando sua cabeça por baixo da camisa, Jungkook passou a morder, chupar e lamber todo o tórax do menor, deixando marcas avermelhadas em todos os lugares.

JK - Me fale... - indo em direção ao mamilo esquerdo do outro, mordiscando e chupando, enquanto brincava com o outro com sua mão - Jimin... -chamou o mais velho

JM - O-o q-quê...? Aann...

JK - Me fale o que você deseja... o que você quer que eu faça... por favor... - indo em direção ao outro mamilo, repetindo a mesma coisa que havia feito antes.

JM - Aahn, Jung... kookie...

JK - Por favor, Jiminie... me fale... - tirou sua cabeça de debaixo da camisa do outro para encará-lo com olhinhos brilhando, implorando ao outro que o respondesse.

JM - M-mas... *ofegante* Por que... p-por que é tão... importante assim... saber o que eu quero?

JK - Ah, Jimin... - começou a passar a mão pelo corpo do outro, apertando e sentindo cada pedacinho do mesmo - Eu quero que hoje seja uma noite especial para você... - respira fundo antes de se abaixar, colocando seu rosto no pescoço do outro, que colocou a cabeça mais para o lado, dando mais acesso para o outro, que beijava o local -  Eu quero que você sinta prazer como nunca sentiu antes... - deposita um chupão na pele exposta do outro, logo depois lambendo a região, ouvindo o menor arfar - Para que você nunca se esqueça... - puxa o rosto do outro, encarando seus olhos semicerrados - Que eu sou seu. Sempre fui e sempre serei... e sempre que você sentir vontade, poderá me ter denovo, melhor do que hoje, melhor do que qualquer outra vez... - toma seus lábios para si, iniciando um beijo calmo, porém logo interrompendo-o, para olhar no fundo dos olhos do outro, sorrindo minimamente - Eu quero que você sempre se lembre de hoje à noite... eu quero te fazer sentir prazer como ninguém nunca fez... por isso eu te pergunto denovo, Jimin: O que você deseja? O que você quer que eu faça? Qualquer coisa eu farei... Por favor, me fale...

JM - Jungkook...*uma lágrima escorre e Jungkook a seca com o polegar* Eu... *suspira, envergonhado*

JK - *sorri de canto* Aish...*cora levemente*

JM - O que foi? *o olha, ainda envegonhado*

JK - Você fica muito fofo quando está envergonhado... - Jungkook vê o menor corar violentamente, logo depois cobrindo o rosto com as mãos, se escondendo. - Heey... - tenta tirar as mãos do rosto do outro - Não cubra seu rosto, eu gosto de olha-lo...

JM -Jungkook...

JK - Fale, meu amor... *colocando o rosto na curvatura do pescoço do outro*

JM - Me faça um favor...

JK - S-sim?! *o olha atentamente*

JM - Me livre desse incômodo... - diz apontando para os panos que cobriam seu membro, que já era possível ver pulsando por debaixo dos mesmos, logo se remexendo, sinalizando desconforto.

JK - *sorri de canto* Claro, bebê...

Tomando seus lábios em um beijo intenso e necessitado, Jungkook começou a mover suas mãos até a barra da bermuda do outro, puxando levemente para baixo, querendo tirá-la.

Aos poucos ele foi empurrando a mesma para baixo, vendo Jimin erguer seu quadril, ajudando-o outro a tira-la até o fim, a jogando em algum canto do quarto, deixando Jimin apenas de box e camisa.

Descendo seu rosto até a virilha do outro, puxou sua box para baixo com os dentes, vendo o membro do outro saltar para fora, encarando o mesmo com os olhos queimando a luxúria.

Terminou de tirar a cueca do outro, jogando junto de sua bermuda, deixando Jimin quase que completamente exposto.

Jungkook encarou o corpo de Jimin por um tempo, mesmo que ainda meio coberto, dava pra vero quanto o corpo do menor era desejável para tudo e todos.

Jungkook se lembrou da primeira vez que viu Jimin, antes de seu debut e era muito tímido, sem saber se deveria ou não conversar com ele, rejeitava suas demonstrações de afeto em público, o magoando sem perceber.

Depois que Jimin fez uma declaração pública perguntando ao mesmo sobre porquê ele o tratava tão mal, Jungkook se desculpou e fez de tudo para mudar.

Não era que ele não gostasse do hyung, ele só era tímido demais para aceitar o amor do outro, que era quase que óbvio.

Aos poucos Jungkook foi mudando, e sem perceber já estava apaixonado por Jimin, porém, com medo de que o que o outro fazia e demonstrava para ele fosse apenas amor de irmão, como se os dois fossem próximos, mas como irmãos, não como namorados.

E agora, depois de tanto tempo, Jungkook finalmente tinha Jimin para si, e podia fazer com que o mesmo sentisse prazer. Podia ouvir o menor gemendo seu nome e sentir que estava fazendo certo.

Jungkook pensou e recordou tudo isso enquanto observava o corpo de Jimin, mordendo levemente o lábio inferior.

JK - *se abaixa até o ouvido do outro, sussurando* Será que eu devo... tirar sua camisa também? - perguntou, meio incerto se já era hora pra isso.

JM - S-sim... p-por favor...

Jimin mal terminou a frase e sentiu sua camisa ser praticamente arrancada de si, com uma velocidade extrema, como se Jungkook não aguentasse mais esperar para ver Jimin completamente.

Logo depois de jogar a camisa de Jimin para o mesmo canto em que estavam o resto de suas roupas, Jungkook ficou em cima de Jimin, apoiado com os braços, observando cada detalhe do corpo do outro.

Como Jimin poderia ser tão lindo? Tão sexy? Essas eram as perguntas que rondavam a mente de Jungkook, enquanto o mesmo devorava Jimin com seus olhos, mordendo o lábio.

Jimin, percebendo o jeito que o mais novo o olhava, corou violentamente, completamente envergonhado.

JM - Aish... Jungkookie-ah... *cobre o rosto com as mãos* Não me olhe desse jeito...

JK - Por que não? Um corpo tão belo como esse... *se abaixa acariciando o tórax do garoto com os lábios* Deve ser admirado... *lança um olhar malicioso para o outro*

JM - J-jungkookie...

Jungkook subiu até o rosto de Jimin, indo em direção ao seu ouvido, mordendo e chupando seu lóbulo, enquanto sua mão apertava seu membro levemente, fazendo o mesmo gemer.

JM - Jungkookie... - chamou o mais novo, fazendo-o parar o que estava fazendo - Eu... eu gostaria que você fizesse uma coisa...

JK - *o olha atentamente* Oh, e o que é?

JM - M-me... E-eu... eu gostaria que... Er... - envergonhado pelo que pensava em pedir, Jimin vira para o lado, tentando não encarar Jungkook.

JK - Fale, não precisa ter vergonha, bebê...

JM - *cora* E-eu... g-gostaria que você.... m-me tocasse *vira o rosto para o lado, escondendo-o em suas mãos*

JK - *sorri, malicioso* Mas é claro, querido... - puxa as mãos do outro, as tirando de seu rosto, o obrigando a encara-lo - Seu desejo... *sela seu lábios rapidamente* É uma ordem...

Descendo seu rosto até a virilha do menor, Jungkook levanta uma das pernas do mesmo, começando depositar beijos molhados na entrecoxa, fazendo um rastro até suas bolas, onde começou a chupar e lamber as mesmas.

Depois de fazer o mesmo no outro lado, Jungkook guiou o menor a se virar de costas, deixando suas costas e nádegas expostas.

Começou uma trilha de beijos por toda suas costas, até chegar mais embaixo.

Começou um beijo molhado na entrada de Jimin, levando uma de suas mãos até seu membro, massageando um pouco, fazendo movimentos lentos e torturosos, aos olhos de Jimin.

O menor suplicava por mais, enquanto gemia de prazer, porque, por mais que aquela lentidão estivesse agonizando ele, era extremamente prazeroso.

JM - J-jung... Kook... i-isso é b-bom... aahn p-por favor... aaaan... n-não... p-pare... aan... hmm...

Jungkook parou os movimentos durante alguns segundos, ouvindo Jimin murmurar em desprovação, levando três de seus dedos até sua boca, chupando os mesmos, lubrificando-os.

Quando achou que estavam molhados o bastante, penetrou com os três em Jimin, sem nenhum aviso prévio, fazendo o mesmo gemer mais alto, de surpresa e prazer.

Deixou seus dedos parados por um tempo, para Jimin se acostumar, beijando suas costas e massageando seu membro com a mão livre.

Logo começou os movimentos, começando meio lento, preparando Jimin.

JM - M-mais... aaan... p-por f-favor... hmmm... m-mais r-rápido...

Acatando o pedido do menor, Jungkook começou a acelerar seus movimentos, ouvindo Jimin gemer cada vez mais alto.

Jungkook mexia seus dedos com destreza, tocando Jimin de uma forma que ele nunca havia sido tocado antes.

Jimin estava indo ao delírio, e Jungkook estava fazendo o favor de faze-lo perder todo o resto de razão e raciocínio lógico que ainda continha nesse momento.

JM - J-jungkook... aaaaahn... e-eu preciso...

JK - *sem parar os movimentos, sobe até Jimin, indo até seu ouvido* Do que você precisa, meu amor?

JM - Aan... e-eu... p-preciso... d-de v-você aaan...

JK - Tem certeza? ... - Jimin sentiu a mão que o estimulava apertar levemente sua carne, fazendo o mesmo gemer.

JM - P-por favor... aaaan... e-eu p-preciso... a-agora aan...

Jungkook, entendendo o mais velho, tirou seus dedos de dentro do mesmo, rapidamente tirando seu cinto, logo depois sua calça e sua box, jogando em algum lugar do quarto.

Jimin se virou para olha-lo quando o mesmo começou a retirar a camiseta, ficando boquiaberto com o quão maravilhoso era o corpo de Jungkook.
É claro que ele o observava o tempo todo, mas ver o corpo dele nu? Isso era a primeira vez, e ele estava adorando.

Jungkook, vendo o menor encara-lo com a boca semiaberta e um olhar intenso, riu soprado, logo se aproximando do rosto do outro, iniciando um beijo calmo, porém intenso e necessitado.

Suas línguas exploravam completamente a boca de ambos, como se fosse a primeira e última vez que se beijavam e estivessem querendo provar o máximo possível do gosto um do outro.

Enquanto se beijavam, veio passando uma espécie de flashback na cabeça do menor, desde o dia em que eles se conheceram, com Jungkook tímido e fechado, até seus momentos do ano atual, com Jungkook demonstrando seu afeto para tudo e todos. Podia não ser tão diretamente quanto o menor fazia, mas ainda assim era uma grande conquista.

Quando finalmente separaram seus lábios, Jungkook encarou Jimin, olhando no fundo de seus olhos, lançando um sorriso sincero para o mesmo, deixando aparecer seu dentes de coelhinho, que Jimin admirava com todo o coração.

Jimin não conseguiu esconder sua felicidade e lançou o seu característico eye-smile, fazendo seu olhos se tornarem apenas duas linhas, deixando Jungkook encantado.

JM - Jungkook... - sussurrou baixinho, enquanto sorria, como se estivesse chamando a atenção do maior, que permanecia encarando os olhos lindos de Jimin, como se estivesse hipnotizado.

Acordando de seus devaneios, Jungkook concordou com a cabeça, murmurando um "hm!", logo virando Jimin de costas novamente, posicionando-se contra sua entrada.

JK - Se doer muito você me avisa, ya? Não quero te machucar... - sussurrou em seu ouvido, vendo o mesmo concordar com a cabeça, antes de pressionar levemente seu membro em sua entrada

Jungkook entrou lentamente dentro de Jimin, com cuidado, para não machucar, mas o menor não conseguiu conter seu gemido alto e sofrido, sentindo dor e prazer ao mesmo tempo.

Jungkook se preocupou um pouco, chegando perto, secando as lágrimas que começavam a brotar no canto dos olhos do outro.

JK - D-desculpe... *sussurrou no seu ouvido*

Ficando parado um tempo para deixar o menor se acostumar, Jungkook começou a beijar suas costas, tentando distraí-lo da dor, enquanto levava sua mão direita ao seu membro, massageando levemente.

Quando Jimin finalmente deu o sinal de que estava pronto, o maior começou a dar leves estocadas, lentas porém fundas, arfando em seu ouvido, fazendo questão de soltar alguns gemidos, querendo excitar mais ainda o outro.
E estava funcionando.

Jimin começou a pensar em como chegou a esse ponto. Fazem anos que ele sonha ter Jungkook dentro de si, o fodendo fortemente até que ele tivesse dificuldades para andar, ao mesmo tempo que sonhava em conhecer seu corpinho maravilhoso e o deixar cheio de marcas. 
E agora Jimin poderia realizar esses sonhos.

JM - J-jung... kook... m-mais r-rápido... aaahn...

Ouvindo o menor, Jungkook começou a acelerar seus movimentos, fazendo com que toda a dor que Jimin sentia momentos atrás fosse completamente atropelada pelo prazer de ter Jungkook o estocando.

Jimin gemia o nome de Jungkook várias e várias vezes, enquanto sentia Jungkook aumentar gradativamente a velocidade das estocadas.

Jungkook saía completamente de Jimin, entrando novamente, rápidamente e fortemente, fazendo o menor delirar de prazer.

Jungkook estocava Jimin cada vez mais rápido e mais forte, indo fundo até onde era possível ir.

Quando Jungkook encontrou e acertou fortemente seu ponto mágico, Jimin gemeu mais alto, fazendo o mais novo logo entender o recado, passando a acertar aquele ponto várias vezes.

Seus corpos se moviam tão rapidamente e perfeitamente um contra o outro que pareciam que iriam se fundir em um só.
A cada vez que Jungkook entrava e saia completamente de dentro de Jimin, o menor sentia-se como se estivessem rasgando ele ao meio, uma sensação dolorosa, porém, extremamente prazerosa.

Aos poucos Jungkook foi aumentando mais o ritmo, gemendo e arfando no ouvido de Jimin, enquanto sussurava besteiras e palavras sem sentido, vendo Jimin gemer cada vez mais alto, gemendo de uma forma diferente toda vez que Jungkook acertava seu ponto mágico.

JK - *ofegante* Vai Jimin... aan... geme... geme meu nome... gostoso... aaaan...

Jimin obedecia, gemendo o nome do mais novo cada vez mais.

Aumentando mais e mais os movimentos, Jimin sentia que seu ápice estava próximo, sentindo um gelado no baixo ventre, junto com um incômodo em seu membro, que pulsava fortemente, como se fosse explodir a qualquer momento.

JM - J-jungkook... aaaaan... e-eu... hmm... aaan.. e-eu vou aaan...

JK - Isso! Hmm... V-venha... v-venha pra mim amor... aann...

Depois de mais algumas estocadas rápidas, Jimin começou a ser tomado por espasmos de prazer em todo seu corpo, gemendo o nome do mais novo extremamente alto, ofegando e arfando.

JM - Aaaahn Jungkook... aaaaan.... jungkookie aaahn.... ahn hmmm...

Depois de mais algumas estocadas, Jungkook se desfez por completo dentro de Jimin gemendo alto seu nome enquanto sentia espasmos por todo o seu corpo.

Deu mais uma estocada dentro de Jimin, antes de seu corpo desabar ao lado do outro, ficando os dois deitados, ofegantes.

Se retirando do corpo de Jimin, Jungkook passou a encarar suas costas suadas por um tempo, antes de ver o outro se virar.

Jimin se virou para olhar para Jungkook, que estava extremamente sexy.
Seu olhar repleto de luxúria, seus cabelos bagunçados e o suor brotando de sua testa, sua boca aberta a procura de um pouco de ar enquanto seu peito subia e descia rapidamente...

"Ah, Jeon Jungkook! Como pode ser tão maravilhoso?!" Pensou consigo mesmo, sorrindo para o outro, que o encarava com um olhar intenso.

JK - Jimin... - chamou, ouvindo o outro murmurar um "hm?" em resposta - Eu te amo... meu mochi... - disse, enfatizando a palavra "meu" vendo o outro sorrir deixando uma lágrima escapar.

JM - E-eu... Eu também te amo, Jungkook! Mais que tudo nesse mundo!

Os dois se encararam, logo depois se abraçando fortemente, ficando agarradinhos.

Aos poucos a respiração de ambos foi ficando regular, e então ambos adormeceram.

~☆~

Jimin abre os olhos lentamente, sentindo uma fresta de luz bater em seu rosto.

Olhando para o lado, Jimin vê Jungkook com seu braço por cima de si, dormindo tranquilamente.

O sol batia levemente em seu rosto, iluminando o mesmo, fazendo Jungkook ter uma expressão quase que angelical, fazendo Jimin rir baixinho.

O menor começou a dar beijinhos carinhosos no rosto do outro, acordando-o.

Jungkook abriu seus olhos lentamente, vendo Jimin o encarar sorrindo.

JM - Bom dia, Jungkookie... - volta a beijar seu rosto, dando beijinhos leves e demorados

JK - Bom dia, mochi... - tomando seus lábios para si, ambos começam um beijo lento e calmo, com sorrisinhos e risadinhas, mesmo que baixas.

Mesmo sem desejar, Jungkook rompe o beijo, sorrindo largamente, fazendo Jimin o olhar.

JK - *ri baixinho* Que estranho...

JM - O quê? - O olha curioso, com os olhinhos brilhando.

JK - É que eu sinto que já vi isso acontecendo antes... - olha profundamente dentro de seus olhos.

JM - Ah, é? Quando? Onde?  - o olha com curiosidade e interesse estampados em seu rosto, vendo o maior rir baixinho.

JK - *se aproxima do ouvido do outro e sussurra* Nos meus sonhos... *morde o lóbulo do outro*

Jimin sentiu um arrepio percorrer seu corpo, prendendo inconscientemente a respiração, em antecipação ao que o maior faria.

Aos poucos Jungkook foi descendo beijos molhados pelo rosto do outro, chegando até seu pescoço, deixando alguns chupões, marcando mais ainda a pele do outro.

JK - *ri* Isso é meio assustador... - continua beijando o pescoço do outro, o ouvindo arfar.

JM - P-por q-quê? - virando a cabeça mais para o lado, dando mais acesso ao maior.

JK - Porque... eu tenho medo de acordar a qualquer momento... *para o que estava fazendo para encarar o outro* E quando eu acordar, você não estar mais aqui...

JM - Oh, Jungkook... *sentindo algumas lágrimas brotarem de seus olhos* Não se preocupe... a partir de agora, eu sempre estarei aqui... *sorri*

Jungkook sorri largamente em resposta ao que o outro tinha dito, sentindo uma alegria intensa percorrer seu corpo.

Tomando Jimin em seus braços, levando seu rosto de encontro com seu peito, Jungkook abraçou o menor, depositando um beijo demorado seus cabelos pretos, ainda sorrindo.

Ficaram assim, agarradinhos, durante um longo período, até ouvir alguém bater na porta, assustando-os.

Ambos trocam um olhar confuso antes de ver a porta se abrir lentamente e ver a silhueta de Taehyung entrando no quarto, enquanto falava alto.

TH - Jungkook eu vim te acordar porqu... - vê o jeito que os outros dois estão, e os lança um olhar confuso, enquanto os outros dois se soltam, sentando-se na cama - P-por que vocês...

JK - *cortando Taehyung* O que você quer, Taehyung?

TH - E-eu vim te acordar...

JK - Me acordar? Por quê?

TH - É-é q-que o Jin me pediu pra vir aqui perguntar se vocês estavam bem...

JK - Ué, mas por que não estaríamos?

TH - É-é q-que... ele ouviu gritos meio escandalosos vindo do quarto de vocês ontem à noite e ficou um pouco preocupado...

Jimin, que antes apenas observava, cora violentamente, se escondendo por completo debaixo do cobertor, envergonhado.

"Mas eu gemi tão alto assim?" Ficava pensando e se repreendendo mentalmente.

Jungkook tenta abraçar Jimin, tentando acalma-lo, lançando um olhar mortal para Taehyung que continuava sem entender direito.

TH - O-o que... Mas o que diabos está acontecendo aqui?

JK - Meu Deus, Taehyung! Você é burro assim mesmo ou fez cursinho? - o olha, irritado, ainda tentando tirar Jimin de debaixo das cobertas. - Amor, não fica assim... - dizia tentando acalmar Jimin.

TH - 'Pera, 'pera, 'pera. Amor? - finalmente se toca, ficando envergonhado - N-não me diga que vocês... - Jungkook o lança um olhar de reprovação, para que o outro não terminasse a frase - M-meu D-deus... E-er... D-des-desculpe, e-eu n-não sabia... E-eu n-não queria i-incomodar... - Jungkook o olha mortalmente vendo o outro começar a se aproximar novamente da porta - E-eu j-já vou indo, sabe... p-podem... c-continuar o que... seja lá o que vocês estavam fazendo -fecha a porta bruscamente.

Jungkook pôde ouvir Taehyung correr desesperado para fora do quarto dos dois rapazes, se afastando, provavelmente indo até seu próprio quarto.

Suspirando, Jungkook começa a beijar as costas do menor, chamando sua atenção.

JK - Amor... Não fica assim...

JM - J-jungkook... e agora? Como eu vou encarar a cara dos meninos depois disso?

JK - Jimin... - o outro finalmente descobre seu rosto, olhando profundamente dentro dos olhos de Jeon - Não se preocupe...

JM - Jungkook... Mas eu gemi tão alto assim? - ainda extremamente envergonhado.

JK - Ah, sim... Você gemeu tão alto que eu acho que o hotel inteiro ouviu. - rindo da expressão envergonhada do menor.

JM - Aish, J-jungkook! Você não 'tá ajudando!

JK - Mas eu não disse que isso era ruim, Bebê... - aproximando mais seu rosto - Na verdade eu gostei, e muito, de ouvir você gemendo daquele jeito... Significou que eu estava fazendo certo...

JM - J-jungkook... aaish... - cora violentamente, extremamente envergonhado.

JK - Eu estou orgulhoso de mim mesmo por ter feito você gemer daquele jeito... E... eu posso te dizer uma coisa? - Jimin o olha, curioso - *sorri malicioso* Eu mal posso esperar pra te fazer gemer daquele jeito denovo...

JM - J-jungkook! - dá um leve tapa no braço do outro, como se estivesse repreendendo o mesmo, que começou a rir, quase descontroladamente,

Tomando seus lábios, o maior começa um beijo cheuo de risinhos e sorrisos, enquanto o menor tentava relutar um pouco, ainda muito envergonhado, porém extremamente feliz.

Jimin estava feliz de ter tido aquela noite com Jungkook. Ele o fez sentir coisas que o mesmo nunca havia sentido antes. Amar Jungkook por completo, e se tornar um com ele foi a coisa mais linda e maravilhosa que ele já havia feito.

Jimin esperava ansiosamente pelos toques de Jungkook novamente, e Jungkook não via a hora de poder fode-lo e ouvi-lo gemer novamente.

A partir desse momento, ambos sabiam que as coisas entre eles poderiam ficar mais difíceis, porém eles estavam prontos para o desafio. A única coisa que importava agora, era o que eles sentiam um pelo outro.
Eles sabiam que o que sentiam não era uma simples paixão, que dá e passa. Eles conseguiam sentir que dentre todos os sentimentos carnais que tinham um pelo outro, existia apenas um, que fazia com que eles se sentissem mais fortes para vencer tudo que viesse pela frente.

E o nome desse sentimento, é muito simples, porém ao mesmo tempo complicado. Tem apenas 4 letras, que querem dizer milhares de coisas ao mesmo tempo. É o sentimento mais lindo e mais puro de todo o universo. Um sentimento que quebra qualquer barreira ou impecílio que apareça no caminho. Não há nada que possa detê-lo.
O nome disso, é amor.


Notas Finais


Oi, oi, pessoinhas ^^

Eu não sei onde enfiar a minha cara depois disso.
Eu escrevi isso agora de madrugada, então eu não sei se ficou tão bom...

Eu não tenho certeza se está bom o bastante, como eu gosto que esteja.

Bem, eu sei que ninguém lê essas minhas fanfics, mas eu gosto de me iludir e imaginar que eu tenho leitores ;v;

Bem, acho que é só isso mesmo...

Não seja um daqueles leitores fantasma e por favor comente o que você achou para que eu possa saber. ^^

Annyeong ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...