1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas Sonhos >
  3. Capitulo Unico

História Apenas Sonhos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Ola tudo bem com voce?,bom comigo esta bem,então eu voltei!depois de tanto tempo eu meio que perdi minha conta, e isso me deixou bem magoada e fiquei um bom tempo sem entrar,então resolvi voltar com o nome anterior da minha conta (SadCokiie) mas já que não da repetir o nome apenas adicionei o ''o'' (SadCookiie),revelamos essa fanfic é apenas mais uma que eu inventei da minha imaginação (igual a uma que eu fiz de um ship de escola ''suspira'' vergonha alheia ;D)Bom essa fic é um sonho que eu tive e que resolvi escrever pra voces,Chegaa de enrolação e vamos pra historia. (A historia é toda narrada pelo autor ok!)
Bjoks <3

Capítulo 1 - Capitulo Unico


Fanfic / Fanfiction Apenas Sonhos - Capítulo 1 - Capitulo Unico

 

Apenas Sonhos

Passos Passos...,se repetiam a toda hora,dava até para ouvir a cigarra com sua melodia, naquela vasta noite,a lua estava exuberando o seu glamor sem nuvens para cobri-la ,e la estava ela, uma criança pequena, andando naquela rua escura e fria,oras ela era tao fragil oque faria num lugar daqueles,oque a teria passado?A unica pessoa que pensava isso era ela mesma,estava andando a nenhuma lugar,e tentava inutilmente enxugar as lagrimas com as mãos que insistiam em cair,e a outra leva-va com ela um ursinho já sujo de barro.Seus passos então se cessaram ao ver dois sapatos pretos na frente dela,oque seria? um bixo papão?,não isso seria horrível,ela então seguiu com seu olhar até a cabeça.Podia jurar que se assustaria e fugiria dali correndo,mas... não,e ele estava lá,ele era tao alto seus cabelos cor caramelos se destacavam,junto com seus olhos da cor que a lembrava o mel,Não podia se perceber se era por ela andar muito,ou estive exausta demais por andar sem rumo,mais ela já estava nos braços daquele homem roncando baixinho.

Enfim a cigarra parou sua melodia.

O sol ja estava acordado e deixando que iluminasse tudo a sua volta,uma pequena janela aberta deixava que o sol invadisse o comodo sem permissão,ela estava descansando finalmente numa cama confortavel e gigante!,ela entao resolviu abrir seus olhos cor marrom.Sem entender ela piscou duas vezes para ver  o lugar onde ela se encontrava,ela confusa apenas desceu da cama com seus delicados pés pousando no chao frio,estava sem seus chinelos de ontem então o chão frio fizesse que ela sentisse um arrepio,foi em direçao a uma porta que se encontrava gigante perto dela,sem mais nem menos ela pegou alguns objetos e botou um por um formando uma escadinha que parecia que iria cair a qual quer minuto.Ela se equilibrava tentando alcançar a maçaneta,enfim conseguindo abrindo a porta ela entao cai se bunda no chão soltando um grunido de dor.


Ela abriu a porta vendo que mais obstaculos tinham pela frente,suspirou pos tinha uma escada enorme a sua espera ela entao descendo por degrau por degrau parava as vezes para respirar e continuava sua trajetoria.Enfim!,chegou ao final ela podia ouvir vozes onde se parecia uma cozinha,seguiu em direçao as vozes se escondendo atras da bancada para ouvir oque parecia ''fofocas''.



-- Cara ele é muito idiota! -- disse uma garota de cabelos escuros, preços num coque e uma maça na mao.


-- Voce que nao se conteve e beijou uma qualquer. -- Agora uma de oculos e cabelos claros mexia no notbook.


-- Hey hey,meninas!  voces vao me deixar loucos,eu que nao quero ouvir papos de meninas apaixonadinhas -- Um cara de cabelos caramelos e olho cor de mel falou enquanto pegava uma xicara de café.


Eles começaram a conversar,e a criança que observava tudo olhou para o homem que estava  falando junto com as outras garotas,ela sabia!era ele que a salvou podia se lembrar na sua cabeçinha pequena,ela sem perceber ja estava na frente dele o olhando curiosa.Os ''adultos'' perceberam uma coisa,e olharão para o chao procurando a distraçao que era até bem fofa.


-- Ai MEUDEUS!que lindaaa!! --disse a garota de coque


-- De onde ela veio? -- 


-- Olha só oque temos aqui.. --o homem a sua frente abaixou para estar a posição da criança - Bom pensei perguntar ontem mais acabei por deixar quieto.Pode me dizer seu nome?


-- ... é elize


-- Elize claro!,bom, elize pode me dizer oque fazia sozinha naquela rua?.


A criança entao paralisou,nao sabia oque responder as imagens viaram entao a tona,''sua mae gritava em desespero até tudo se queimar e explodir,o fogo se instalou pelo local fazendo a criança gritar em desespero a cena era mais que assustadora ela terrivel!,ela colocou sua mão na boca para afagar seu grito e soluços,chorava a procura de sua mãe,apesar de ser criança ja sabia que ela nao voltaria mais pros seus braços,nao daria mais aqueles beijos calorosos e nem ouviria mais historias que fazia ela bocejar de sono.Nao. ela...


-- Elize! -- gritou o homem com os as mãos sobre os ombros da garota que agora chorava desperadamente.


-- Sua idiota! -- Todos se virarão inclusive ela,um garoto baixo mais alto que a menina que até entao cessou o choro,seus cabelos eram pretos e seus olhos da cor do mar,do mais profundo oceano.


-- Uma menina nao devia chorar asssim!apenas idiotas choram assim.!


-- John! - disse o homem irritado com o comportamente do menino


-- M-mas.. eu n-não sou idiota...-- o garoto estava agora na frente dela a olhando confiante 


-- Eu vou te fazer forte! -- o garoto agarrou as maos dela - Juntos. - ele entao sorri para ela que tinha a mão na boca,.


-- Juntos? --


-- Sim juntos! --


-- Tudo bem... -- ela ja nao estava chorando mais e os ''adultos'',apenas apreciavam a cena dos dois segurando a emoçao e fofura.

Tempos depois~~


-- Hmm.. hmm Hmmm~~ -- Cantarolava a mulher que dançava ao seu ritmo,seus pés descanlçados estavam sobre a grama dando cocegas toda vez que ela se mexia,o vento se juntou e fez uma perfeita sincronia que até entao estava perfeita,seus cabelos se remexiam e voavam oras!,ela estava linda com seu vestido de renda branca.Quanto tempo se passou desde aquela vez, da ultima vez que viu seu ursinho ou sua mae..,ela nao era mais aquela criançã pequena e fragil,agora por fim era uma mulher adulta e impedente,mais ainda então tinha sua docura,e todos da casa adoravam ela todos exceto um.Que até entao observava ela sem que ela percebesse,ele a admirava se pensando o quanto ela mudou,até suas curvas estavam mais atraentes dando um tom sexy e doce,a imaginaçao se foi disperta ao sentir uma mão ao seu ombro,Carl.. aff suspirou ao perceber quem era.


--Voce nao devia suspirar toda vez que me ve,vai me fazer chorar -- disse o homem com um sorriso bobo.


-- Voce que é apenas entediante -- Ele falou voltando sua atenção a mulher que agora estava sentada comendo uma maça.


-- Esta apaixonado por ela né --


-- Oque eu?nunca ela é uma cabeça oca -- disse com sua face um pouco corada


-- Sei,Ai Ai saudades da minha adolescencia,via garota bonita pra todo canto -- Disse o homem com uma cara sarcastica


-- Bom se é isso entao esse velho vai embora, -- antes de ir embora o o homem disse -- Va logo falar com ela rapaz é sua chance", -- o empurrou  que o encarou com cara de poucos amigos,eles levantou as maos em sinal de rendimento e apenas saiu dali sorrindo.Sem duvidas apenas fez o que o homem disse,seguiu em direçao a mulher que tanto ele admirava.


-- Voce vai acabar se enguasgando se comer essa maça tao rapido - ele disse abrindo um sorriso sarcastico e olhando ela quase cuspir a maça fora,e tossindo logo em seguida.


--Tosse* Ei!, -- disse a garota se recupanso da sua crise de tosse


-- Oque pensa que esta fazendo aqui?! -- 


-- Eu moro aqui -- ela apenas soltou um ah como resposta


Os dois pombinhos começaram uma conversa calma e aleatoria,um do lado do outro,o vento estava fresco um belo dia para fazer um piqnic,parecia que iria durar para sempre mas.. nao durou.


-- John, venha cá agora! --disse o homem de cabelos caramelos.


-- Estou indo chefia. -- falou john logo se levantando indo em direçao ao velho com cara de poucos amigos.


-- Oque foi? 


-- Parece que vai haver uma guerra,e estao convocando homens para se juntar.Sei que parece loucura mais preciso que voce se convoque tambem.


-- ...,esta bem - disse john olhando na direçao da mulher que observava o horizonte. - Eu vou -


-- Obrigado cara. - falou ele depositando as mãos no ombro do rapaz, e logo indo embora


Antes de tudo ele seguiu aonde estava e contou-lhe sobre a conversa que tivera a poucos minutos,para a mulher que ouvia tudo com uma cara de confusa.


-- Voce vai ir?.


-- Vou...


- Certo - ela disse se levantando e indo embora,mas antes de tudo parou,virou-se e correu em direçao ao rapaz pulando e o beijando docemente,seus braços estavam envolvidos no seu pescoço e apenas se afogava naquele beijo,que uniu os dois.Suas bocas dançavam conforme seu ritmo,juntando ainda mais seus labios cheios de desejo,John levantou a garota a pegando pela cintura  e depois segura-la pelas coxas,os dois se separam pela falta de ar.Os dois sorriram e logo voltaram a se beijar sorridentes.


-- Definitavamente nunca vou esquecer esse momento - disse o rapaz sorrindo enquanto beijava a garota


- haha sim.- Após dos ''amassos'' foram em direçao ao quarto e só deus sabe oque aconteceu la,(se é que me entende).


De dia:~


A garota acordou com o sol batendo na sua cara,se espreguiçando e esticando o braço aprocura de alguem que infelizmente nao estava mais la,triste ela apenas se levantou e percebeu que estava nua,deu um grito que podia jurar que acordou todos da casa.Se lembrou da noite interior e apenas botou as mãos nas bochechas e mexendo sua cabeça pra la e pra ca,saiu da cama apressada e foi ao box para tomar um banho quente e demorado,botando um vestido branco com algumas flores rosadas,estava quente entao resolveu apenas botar algo fresco,desceu as escadas e preparou seu café da manha,logo viu as meninas e conversaram a tarde inteira.Céus estava tudo tao tranquilo mesmo ela querendo que ele estivesse ali,para deixa-la ainda mais feliz.


Havia se passado uma semana e nada de john ou do cabelo caramelo.Um estrondo podeu-se ouvir chamando a atençao das tres que apenas se levantaram e foram em direçao ao barulho deparando-se com um homem,sua camisa estava suja de barro e manchada de sangue,seu chapeu estava nas mãos e sua face parecia triste,as meninas pergunta-lham oque havia acontecido e viram outra pessoa atras dele, lá estava o cabelos de caramelo soque..,onde estava john?.


-- Carl!,esta tudo bem?onde esta o john? -- perguntou frustada com a situaçao


-- Elize...,eu, sinto muito.Mas john se foi. -- 


-- Ele foi morto por uma bala na cabeça,a cena era horrivel entao resolvemos nao mostra-la a voce.Eu sinto muito - falou o homem sujo de barro.

 


-- O-oque?voces tao brincando né? onde ele esta eu QUERO VELO!,ONDE ELE ESTA?! - disse ela correndo em direçao de onde os homens vieram a procura de seu amado,os outros corerram em direçao dela a chamando para voltar.Mas... ela nao escutava apenas queria o de volta para beija-lo e abraça-lo mais uma vez.NAO! ela ja perdeu sua mae,nao queria perder seu amado nao quer mais sentir a dor de uma pessoa sumir simplismente.Ela chorava desperadamente sem rumo hah.. que nostalgico,acabou por tropeçar numa pedra e cair de cara no chao,se levantando e ficando sentada com as maos no rosto.Seus amigos tentavam acalma-la em vão.
Ela nao queria mais nada apenas queria ele,apenas ele,mais no final de tudo, ela sabia que isso era:


Apenas um sonho.










 


 



Notas Finais


Notas do autor:
baaaaaaaaaah,kk me desculpe eu sei ta uma merda tem varios erros e nem sei nem o basico do portugues mas,pelomenos eu tentei é minha primeira vez fazendo uma historia grande.Bom obrigado por tudo,fique sabendo que essa é so uma historia e que sera a unica que vou postar apenas..pra ter uma historia ali ;D
é isso obrigado e bjos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...