História Apenas um acordo - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aine Coutinho, Amizade, Amor, Copa, Futebol!, Liverpool, Philippe Coutinho
Visualizações 111
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Cap.11


AINE SOUZA.

Acordei sentindo beijos em meu rosto mas finji que ainda estava dormindo.

Logo escutei Philippe colocando Will e Mel na cama.

Acordem a mamãe vai, mais cuidado que ela pode estar irritada ainda- ouvi ele dizer para os dois pugs. Soltei uma risadinha fazendo ele perceber que eu já tinha acordado.

Aaaa, mas já ta acordada- disse fazendo casquinhas em mim.

Não amor, paaaara- falei sem fôlego de tanto rir.

Então diz que me Ama- falou deitando em cima de mim.

Eu amo você vida- falei

Eu amo você nene- Me puxou para um beijo calmo, nossas línguas traçavam um guerra. A cada dia que passa os beijos de Philippe ficam melhores e eu não quero parar nunca de o beijar.

Amor, eles estão olhando-falei encerrando o beijo e apontando para Will e Mel que nos olhavam.

Eles estão vendo como o amor do Papai e da Mamãe é lindo-disse distribuindo beijos molhados pelo meu pescoço.

Nossa, como você ta carinhoso hoje- falei fazendo cafuné em seu cabelo.

Eu to com saudade- disse fazendo um biquinho que eu não resiti e mordi.

Mas vida eu to com você e nos dormimos juntos- falei o olhando.

Eu to com saudade de outra coisa- disse em meu ouvido e deu um apertão em minha bunda.

Ri auto com isso e o empurrei de cima de mim.

Sai seu safado, e eu ainda não posso- falei indo pro banheiro.

Safado mais você gosta- escutei ele dizer enquanto eu fechava porta.

Eu amo- falei com um sorriso malicioso colocando apenas a cabeça pra fora do banheiro mas logo entrei trancando a porta.

Ta vendo crianças, ela me provoca e depois se tranca no banheiro- ouvi ele dizer pra os pugs.

Assim que sai do banheiro encontrei Philippe sentado na cama já pronto mexendo em seu celuar.

Firmino mandou mensagem, quer que a gente jante na casa dele hoje- falou se levantado vindo em minha direção.

Você que sabe vida, só me avisa se for mesmo- falei e lhe dei um selinho.

Vem vamos tomar café- me puxou para fora do quarto.

Chegando na cozinha Mari já tinha colocado as coisas na mesa, Phil a chamou para tomar café com a gente mas ela não quis e saiu para colocar água em suas plantas.

Mor, vamos comigo no treino hoje?- perguntou se levantado e indo colocar ração para Will e Mel.

Não vai atrapalhar vida?- perguntei o acompanhando com o olhar.

Vai não, hoje é o dia de levar a Família pra lá, vamos?- perguntou já me puxando.

Espera então, só vou colar um tênis- subi correndo para o quarto, como já estava de calça jeans e moletom apenas coloquei um tênis e desci novamente.

O caminho foi rapido, logo que chegamos tinha alguns torcedores na porta do Club, Phil parou o carro e os atendendeu, fiquei o olhando admirada com sua atitude.

Oque foi?- perguntou enquanto estacionava o carro.

Estou apenas orgulhosa por você ter conseguido oque sempre sonhou- falei o olhando e ele abriu um sorriso enorme nos lábios.

Eu sou extremamente feliz por você ter feito parte de tudo e agora estar vivendo meu sonho comigo- ele disse e pegou em minha mão a apertando. Ele me deu um selinho que se tornaria um beijo mas fomos interrompidos por Firmino batendo no capô do carro.

Oooo casal, sem sexo em público em- falou ou melhor gritou chamado atenção de outros jogadores, que não entenderam nada por não falarem português.

Ai que vergonha- falei e senti minhas bochechas corarem.

Nem liga se não é pior- Phil falou e saiu do carro, fiz o mesmo e paramos na frente de Firmino.

Tão lindinhos, nem parece que tranzam- ele disse rindo.

Ai meu Deus, Firmino- falei envergonhada.

Para, você esta deixando minha namorada envergonhada- phil falou me puxando pra mais perto.

Desculpe casal, mas é inevitável vocês dois sentem vergonha muito fácil- ele falou nos cumprimentado- mas eai, vocês vão la pra casa hoje?

Vamos sim- Philippe falou enquanto andávamos para dentro do Club.

Cade a Lari?- perguntei para Firmino.

Ela não pode vir, teve que ir ajudar a mãe dela com algumas compras- explicou.

Eai Phil- falou o goleiro se aproximando.

Fala cara- Philippe o cumprimentou sem soltar de minha mão.

Essa que é a namorada?- perguntou me olhando.

Ela mesma- falou Phil me apresentado.

Ola, sou Loris Karius, pode me chamar apenas de Loris- disse beijando minha bochecha.

Eai Loris, me chamo Aine- falei sorrindo simpática.

Já vou avisando se o Couto não der conta eu estou aqui viu- falou me olhando de beixo em cima. Senti Phil apertar mais forte minha mão e me puxar para mais perto ainda.

Não vai ser preciso, Philippe já é perfeito para mim- disse o olhando com deboche e dei um selinho demorando em Phil, senti ele relaxar um pouco e quando nos separamos vi Loris e Firmino se afastarem enquanto Firmino zoava o mesmo.

Já falei que te amo?- Phil perguntou abraçando minha cintura.

Adoraria ouvir novamente- falei rindo.

Eu te amo, te amo, te amo- disse me enchendo de selinhos.

Qual a dele em?- perguntei.

Ele é assim mesmo, dá em cima de todas e pega todas não importa se são comprometidas ou não- ele disse me puxando para o campo.

Não gostei dele- falei e vi Phil rindo de mim.

O resto do treino foi calmo, Loris sempre que passava perto de mim soltava alguma piadinha mas eu nem o olhava, fiquei conversando com as mulheres dos outros jogadores até o fim do treino.

Assim que acabou Phil foi pro vestiário tomar banho e eu fui para o carro o esperar.

Estava ouvindo música quando sinto alguém bater no vidro,olho e vejo que é Loris.

Oi?- perguntei voltando minha atenção para a música.

Então gata, so passei pra falar que minha propostas ainda está de pé- falou tentando passar o dedo pela meu rosto.

Então cara, eu estou muito bem com o Philippe e não querendo ser mal educada com você mas já sendo. Foda-se você e sua proposta- falei o encarando.

Oque você quer aqui Loris- Escutei Phil perguntar assim que chegou no carro.

Estava apenas conhecendo melhor a Aine, sabe adoro fazer novas amizades- falou com malícia. Saia do carro assim que vi Philippe chegar mais perto dele.

Ei vida, vamos. Temos um jantar pra ir ainda- falei puxando Couto.

Vamos vida- disse e entrou no carro.

Philippe estava irritado e isso era nítido, ele apertava forte o volante e sua expressão era a mais séria possível.

Vida você está com ciúmes- perguntei fazendo carinho em sua nuca.

Estou- disse sério.

Mor, não precisa ficar eu já disse que não gostei dele- falei continuado o carinho e distribuindo beijos pela sua bochecha.

Eu sei, mas a forma que ele falou que queria te conhecer melhor foram com as intenções mais sujas possíveis e só de imaginar- parou sua frase soltando o ar de seus pulmões.

Fica tranquilo, ele nunca vai me tocar- falei e dei um pequeno chupão em seu pescoço. Vi ele relaxar e seu corpo se arrepiar no mesmo instante.

Não me provoca, se não eu paro esse carro agora mesmo- falou apertando minha perna.

Ta parei, eu ainda estou impossibilitada disso- falei rindo de sua expressão.

Até quando vai isso em?- perguntou me olhando indignado.

Só mais dois dias Vida- respondi mudando a música e colocando Vem pra minha vida de Henrique e Juliano pra tocar.

Quando isso acabar, você não me escapa- falou e deu um beijo em meu pescoço.

Vida, essa é nossa música né?- perguntei cantando o refrão em seguida.

Com certeza Vida- Ele disse e eu lhe dei um selinho rápido já que estávamos parados no sinal.

-----------------------------------------------------------



Notas Finais


Esses é meu casal, juntos até pra esnobar haha

Espero que gostem e desculpe os erros. 

Comentem oque estão achando por favor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...