História Apenas um aleatório de Melanie Martinez e Harry Potter - Capítulo 1


Escrita por: e jubscreudaaa

Postado
Categorias Harry Potter, Melanie Martinez
Personagens Draco Malfoy, Melanie Martinez, Personagens Originais
Visualizações 50
Palavras 1.335
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse urso do capeta fode tudo. MORRE DIABO

Capítulo 1 - Porra Teddy Bear


Fanfic / Fanfiction Apenas um aleatório de Melanie Martinez e Harry Potter - Capítulo 1 - Porra Teddy Bear

6465-3630

N: Mô

D: Fala

N: Tem um urso de pelúcia aqui

D: Tá, e?

N: Ele tá me assuntando

D: Calma, é só um urso de pelúcia, ele não vai te fazer nada

N: Mô, ele tem uma faca

D: Ok, alguém deve ter colocado isso aí pra te assustar. Aposto que foi a sua amiga.

N: MÔ

D: Que foi?

N: ELE TÁ CORRENDO ATRÁS DE MIM! ALGUÉM ME AJUDA!

D: Como? Mas ursos de pelúcia não correm!

N: Barulho de passos na escada MAS ESSA PORRA CORRE! E CORRE MUITO!

D: Calma que eu tô indo pra aí. Onde você tá? Na sua casa, certo?

N: AHAM!

D: Continua correndo que eu tô indo pra aí agora!

N: AI PORRA! VEM AQUI FILHO DA PUTA! Barulho de luta HAHAHAH! TÁ NO LIXO CACETA!

D: Tá tudo bem aí?

N: Acho que sim. Você ainda vem pra cá?

D: Bem, acho melhor eu ir. Quero ter certeza que tudo tá bem...

N: Valeu

D: De nada

N: Minha cama tá desarrumada. Vou lá arrumar

D: Ok

N: Mô, tem umas faca aqui no lençol... Caralho! Minhas foto tão rasgada no chão!

D: Caralho. Quem deixou isso aí?

N: Minha mãe que não foi. Telefone toca Minutin.

D: Ok

N: Alô?

Barulho de respiração no telefone...

N: Mô

D: O que foi?

N: Alguém ligou e eu ouvi apenas uma respiração. Cadê tu?

D: Eu tô chegando

N: Ok, vem rápido.

D: Se você quiser que eu aparate vai ser bem mais rápido, mas tem muita gente aqui na rua...

N: Tanto faz... Mô, essa porra não tá na lixeira!

D: Deus, calma Nikki. Eu já tô na rua da sua casa.

2 minutos depois...

D: Cheguei. Cadê você?

N: ESSA PORRA TÁ AQUI NO MEU QUARTO! EU TÔ PERTO DA JANELA E ELE TÁ NA PORTA!

D: Espera que eu tô subindo!

N: CARALHO! SAI CAPETA!

Chamada encerrada

D: Abre a porta do quarto com força Caralho! Sai de perto da minha namorada demônio!

N: OIA A FACA! O urso quase golpeia Draco

D: Hoje não, urso maldito. Tenta dar um soco no urso, porém o urso o joga para o lado e Draco bate a cabeça no guarda-roupa

N: ELE NÃO SEU BICHO DO DEMÔNIO! Nikki corre para cima do urso e o golpeia com seu canivete EU COSTUREI VOCÊ SEU INGRATO! Enquanto isso, Draco acorda do desmaio (por causa do impacto da queda). Nikki derruba o urso HOJE NÃO! HOJE NÃO! Nikki começa a tirar a espuma que tem dentro do bicho. Em instantes ele "morre"

D: Caralho. Como você derrotou ele e eu não? Você só pode tá brincando

N: Determinação, eu acho Nikki se joga na cama Ai caceta! Ela se deu conta que a cama estava repleta de facas. Draco arregalou os olhos Cortô naum. A garota foi até ele é o abraçou Meu cavaleiro de armadura reluzente

D: Hehe. Ainda bem que você tá bem. Acho que, já que acabamos com aquele urso demoníaco, está tudo bem, certo? Não tem mais nada te assustando, não é?

N: Acho que não... Tinha um lobo dirigindo um caminhão de sorvete acenando pra mim hoje, mas nada demais

D: Pera... lobo? Dirigindo um... caminhão de sorvete? Acenando pra você?

N: Ééé, sim.

D: Você fala isso como se isso não fosse nada demais!

N: Devo ficar preocupada?

D: Eu sinceramente acho que sim. Isso a gente não vê todo dia

N: Também não se vê um bruxo tomando surra de um urso de pelúcia sussurra para si

D: Disse algo?

N: Quero sorvete

D: Ah, ok ok. Vamos comprar um sorvete. Mas acho bom não encontrarmos esse tal lobo. Isso não tá me cheirando a coisa boa

N: Você tá do lado do banheiro dos gatos, tá fedido mesmo.

D: Eca! Que nojo Sai de perto dalí

N: Depois eu limpo. Então, eu preciso comprar uns cereais também. Vamos?

D: Vamos

Nikki pegou a sua bolsa e foi até a porta, Draco a seguiu

N: Ah, pera aí.

D: O que foi?

N: Tenho que jogar o lixo da festa fora. Nikki pegou algumas coisas de festa e jogou em sua lixeira e, em seguida, saiu para a rua e Draco a seguiu Então... eu luto melhor que você.

D: Ah é? E como você sabe disso?

N: Quem que derrubou o demônio de pelúcia?

D: Bem... você?

N: Isso. De quem você tem medo quando fica brava?

D: Bem...

N: Quem você acha que pode quebrar um braço?

D: Acho que já deu pra entender. Já tá bom.

N: Eu aprendi a quebrar um pescoço. Não que eu terei que usar, mas só pra tu ficar sabendo mesmo.

D: Você tá se achando demais com isso, não acha?

N: Eu me achando? Riu fraco Ok, ok. Você tá tristinho porque a sua namorada é mais homem do que você Ela fez cara de choro e riu

D: Não é verdade. Falou emburrado

N: Aham Deu um beijo em sua bochecha e andou na sua frente. Ela estava de salto, virou o pé e quase caiu Ai caralho.

D: Tá, você pode ser até mais forte, mas ainda é mais desastrada.

N: Com muito orgulho. Mas tenta andar numa coisa dessas sem se desequilibrar Retrucou Chegamos.

Nikki pegou a mão de Draco e entrou na lojinha. Os dois nem perceberam que o Lobo Sorveteiro os esperava no estacionamento...

N: Vamo pegar um monte de cereal

D: E só?

N: Sim.

D: Ok.

Nikki e Draco pegaram vários cereais e foram para o caixa pagar. Uma atendente de olhos negros com um pirulito na mão os atendeu

N: Olá.

D: Oi... an, moça, que olhos são esses? Parecem olhos do demônio ou algo assim

N: Draco! Desculpe, meu namorado é meio mal educado às vezes. Disse dando um olhar mortal a Draco. O loiro apenas desviou o olhar

A moça embalou os cereais e Nikki deu o dinheiro. A garota se virou agora ir embora, mas a moça puxou seu braço dando um frasco com um líquido azul

N: O...k? Valeu. Nikki e Draco sairam. Que estranho, é como se ela estivesse prevendo que isso poderia ser essêncial para sobrevivermos.

D: Tá, mas pra que isso serve? Que merda é essa aliás?

N: ... Eu bebo?

D: Acho melhor não. Não tá com cara boa isso.

N: Ok... Vou cheirar então. Nikki tirou a rolha e cheirou o conteúdo Tem cheiro de morte E fechou-o novamente

D: Então é melhor você se livrar disso, não? Aquela mulher deve tá tentando te matar

N: Acho que não... Vou guardar isso aqui. Disse colocando o frasquinho em seu sutiã Olha! Sorvete!

D: Legal. Vamos comprar o seu sorvete e ir embora logo.

N: Ok. O casal caminhou até o caminhão de sorvete. Um lobo o dirigia Fala ae comparça! Eu quero esse de chocolate!

L: Não, não. Leve esse O lobo mostrava outro sorvete

N: Não, obrigada, eu quero esse de chocolate! Apontava Nikki

L: Esse é mais gostoso, é de leite condensado

N: Eu já disse que quero esse, porra!

D: Desculpa, mas se a minha namorada quer o de chocolate, você vai dar pra ela o de chocolate não essa porra que você tá oferecendo, senão você vai se arrepender Só te avisando. Se intrometeu, mas foi ignorado com sucesso.

L: Leve esse, tem calda de caramelo.

N: Ok, ok eu levo esse. Quanto que é essa porra?

L: É por conta da casa

N: Valeus.

D: Tem certeza Nikki? Acho que isso não é uma boa ideia

N: Eu só quero a porra do sorvete, tanto faz qual seja! Disse pegando o sorvete que o Lobo oferecera

D: Isso não parece nada bom. Mas você quem sabe

L: Você não se arrependerá mocinha, hehehehehehehehehehe Nikki olhou desconfiada. Draco também olhou desconfiado

N: Ah, foda-se Disse lambendo o sorvete Caceta, que brisa. Ela começou a ficar meio tonta

D: Nikki? Você tá bem?

N: Tô bem, tô bem. Muito bom esse aqui, viu? Falou olhando para o Lobo

L: Imagino, hehe

N: Quer um pouco Draco? Tá bem bom. Ofereceu

D: Não sei não...

N: Ah vai, você acha que vai ter sonífero aqui? O lobo deu um sorriso maligno

D: Quer saber? tá bom. Deixa eu experimentar isso. Nikki deu o sorvete para Draco. Ele pegou o sorvete e deu uma mordida nele, o mesmo tonteou um pouco na hora

D: Caralho. Que tem nessa porra? Me deixou meio tonto

N: Caralho. Morri. A garota caiu no chão e desmaiou

L: Linda moça, não?

D: Mas que porra...?! O garoto caí no chão, desacordado

L: Hehe, se fuderam. O lobo colocou os dois no caminhão de sorvete e dirigiu para algum lugar...


Notas Finais


Sim, terá o dois :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...