História Apenas um amor de verão? - Imagine Park Jimin - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Seventeen, TWICE
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, Jennie, Jimin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rosé, Sana, Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN"
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine Jimin, Imagine Park Jimin, Jimin, Park Jimin
Visualizações 321
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeonghaseyo bolinhos❤

Mais um capítulo pra vocês (=^ω^=)

Boa leitura ;3

Capítulo 18 - Como?


Fanfic / Fanfiction Apenas um amor de verão? - Imagine Park Jimin - Capítulo 18 - Como?


POV JIMIN


Na manhã seguinte


Acordei e já estava no meu quarto

- Que? Como eu vim parar aqui?

Vejo a S/N entrando no quarto. 

- Oii! 

Ela me olhou com desprezo e me ignorou.

S/N: - Tia! Ele já acordou! 


Mas o que foi que eu fiz? 


Em alguns instantes vejo minha madrinha entrar no quarto com uma cara não muito boa.

Madrinha: - S/N você pode nos deixar a sós um pouquinho?

S/N: - Tá. - ela sai e fecha a porta.

Madrinha: - O que o senhor tem a dizer em sua defesa, em Park Jimin? - meu ku trancou.

- Eu só tomei um copo de bebida alcoólica, depois eu começei a passar mal e desmaiei em um banheiro. Eu juro pra senhora que eu não me lembro de mais nada. Nem sei como eu vim parar aqui! Me perdoa por favor! Não conta pros meus pais, por favooor! Eles nunca mais vão deixar eu sair de casa! - digo tudo desesperadamente.

Madrinha: - Calma menino! Respira! Eu estou muito decepsionada com você. Achei que você fosse mais esperto. - ela dá um suspiro. - olha eu não vou contar pros seus pais, até porque eu não quero que eles pensem que eu fui irresponsável e não soube cuidar de você. - ela parecia triste. - Eu te perdôo porque é coisa de adolescente, e eu também já fiz muitas coisas erradas na sua idade. - me senti aliviado por um instante. - Mas eu acho que você fez mais alguma coisa e não se lembra. 

- Por que a senhora acha isso? 

Madrinha: - Porque a S/N me disse que queria voltar pra casa... Ela disse que não ia mais suportar ficar no mesmo ambiente que você depois de dizer aquilo pra ela. 

- QUE?! Isso é mentira né? Por favor me diz que é mentira. O que foi que eu fiz?! - digo quase chorando. 

Madrinha: - Pior que é verdade. Eu disse pra ela pensar um pouco sobre isso, e ela disse que vai me contar sua decisão até hoje à noite. Faça alguma coisa Jimin! Eu não quero que ela vá embora agora! 

- E muito menos eu! Eu vou lá falar com ela. - me levanto da cama e saio do quarto. 

Começo a procurá-la pela casa e a encontro sentada em um banco na varanda. 

Me sento ao seu lado e a encaro por alguns instantes. Ela estava com um olhar pensativo e deprimido. Parecia não se importar com a minha presença. 

- O-oi. 

Ela não me respondeu e muito menos olhou pra mim. 

- A gente pode conversar? 

S/N: - Não tô afim de conversar com você agora. - diz seca e ainda sem olhar pra mim. 

- Por favor S/N... E-eu preciso falar com você. 

S/N: - Então fala logo. 

- O que aconteceu ontem? 

S/N: - E-eu não quero falar sobre isso! 

Vi uma lágrima escorrer em seu rosto. Em seguida ela saiu correndo e se trancou no nosso quarto. 

Fui até lá e comecei a bater na porta. 

- S/N! Abre a porta! 

- Vai S/N! Abre a porta por favor! 

- A gente precisa conversar! 

S/N: - V-VAI EMB-BORA! - disse entre soluços. Pelo jeito ela esta chorando muito.

Isso me partiu o coração. Que vontade de abraçar ela agora. 

- Eu não vou embora até você abrir essa porta! 

S/N: - E-ENTÃO F-FICA AI PRA SEMPRE! E-EU NUNCA VOU ABRIR! 

- Se for preciso eu fico! Nunca vou desistir de você! 

Ela não disse nada. Fiquei esperando até a hora que ela resolvesse abrir aquela maldita porta. Fiquei quase uma hora lá, sentado no chão. Mas ela não abria de jeito nenhum. 

- Aish! - resmunguei e sai de lá. 

Fui andando até a praia. Precisava esfriar um pouco a cabeça. 

Fiquei andando pela areia, enquanto pensava em um jeito de convenser a S/N a me perdoar por seja lá o que eu tenha feito. E não voltar para casa dela agora. 

?: - Ei! Jimin! 

Ouço uma voz familiar me chamar. Olhei para trás e vi a Jennie correndo em minha direção. 

JNN: - Oii. Cadê a S/N? 

- Ela disse que quer voltar pra casa hoje. Se trancou no quarto e não quer falar comigo... Você sabe o que foi que eu fiz de errado pra ela naquela festa? Eu não me lembro de quase nada. 

JNN: - Como assim ela vai voltar pra casa hoje?!

- Ela não vai! Eu não posso deixar isso acontecer! Só preciso saber o que foi que eu fiz. 

JNN: - Aah... Você disse que preferia morrer do que passar mais um minuto da sua vida com ela. Alguma coisa assim. 

- QUE? Por que eu disse isso? Eu nunca diria isso a ela! 

JNN: - Não sei o por que. Mas você tava bêbado, nem sabia o que tava fazendo. E... 

- E?... O que? 

Ela parecia pensativa. 

JNN: - Já sei como você pode fazer ela te perdoar! 

- Como? 







Continua... 




Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^

Bye bye bolinhos 👋💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...