1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas um conto (2jae) >
  3. O Reencontro

História Apenas um conto (2jae) - Capítulo 10


Escrita por: procurasaber200

Capítulo 10 - O Reencontro




  Youngjae se levantou olhando a foto e logo olhou para seu filho que o olhava.

–Eu não quero você perto deles outra vez esta me ouvindo? Não quero que você chegue perto daquela empresa outra vez–

–Por que? Eles foram muito legais comigo, embora ficassem sempre dizendo algo em coreano como "와우 정말로 당신과 마찬가지야" eu eu ficava sem entender nada, é algo bom?– Youngjae gelou ao ouvir aquilo que basicamente queria dizer "ele é como você/ ele parece você"

–por que eu não quero, esta me ouvindo? Não chegue perto deles outra vez, fiz me entender?– Jungjae ficou calado –perguntei se me entendeu Choi Jungjae–

–Esta bem– respondeu sem animo e se virou de costas para o pai

–Promete para mim que não vai mais se aproximar daquela empresa–

–Eu prometo– Youngjae deixou um beijo no topo da cabeça de Jungjae e saiu.

Na manhã seguinte...

Jungjae desceu as escadas já de uniforme escolar e ganhou elogios dos dois ómegas ali.

–uau, vai roubar muitos corações meu bebê– disse Youngjae indo ajeitar a gravata Jungjae.

–estou me sentindo ridículo, que tipo de uniforme é esse?–

–rs você escolheu a escola–

–o senhor trouxe só escolas privadas cheias de regras–

–Por que esta reclamando? Você sempre andou em escolas privadas, e essa é melhor porque tem classes especiais para estrangeiros–

–Aff, chegamos ontem por que não posso ficar um só dia em casa?–

–aish pare de reclamar tome seu pequeno almoço e vamos, eu e o Hiroshi temos muito que fazer hoje, podemos voltar tarde então pegue um taxi quando sair da escola e peça para te levar a esse endereço, é um Ótimo professor de Coreano e saindo de lá eu peça outro taxi e venha direto para cá–

–Aff que chato, por que não posso estudar aqui com o Hiroshi?–

–o Hiroshi é meu assistente não seu professor particular–

–bom você pode praticar sua pronúncias comigo sempre– disse o ômega servindo o beta.

–Obrigado– disse o beta sorrindo.

00000

Mark viu o resultado do teste e sorriu logo colocou uma mão em sua barriga.

–bem vindo meu amor–

O celular do Tuan chamou e viu a imagem de Jaebum no visor.

–Sim?– perguntou Mark ao atender.

–podemos nos encontrar hoje?–

–hoje estou muito ocupado–

–Mark apenas um jantar–

–aff, esta bem onde?–

–eu venho pegar você–

–ta– Mark desligou –eu não vou mais cair nos seus jogos de culpa Jaebum, para mim já foi o suficiente, quer se roer de culpa fique a vontade, eu vou me focar no meu filho em nada mais– Mark sorriu olhando sua barriga ainda lisinha.

000000

Kunpimook entrou Ali na sala de práticas e viu Yugyeom dançando e ficou ali o observando e não demorou para o alfa notar sua presença e parar o que fazia. Yugyeom pegou seu casaco e sua garrafa de água e começou a caminhar em direção a porta.

–Vai fugir outra vez?– perguntou o ômega.

–o que?–

–peguntei se vai fugir de mim outra vez como faz ultimamente–

–esta vendo coisas–

–Yug nós trabalhamos juntos ha muito tempo e somos amigos a muito tempo, tempo suficiente para ser sincero um com outro, então por que não me diz o que foi?–

–ah então agora se lembrou que somos amigos a muito tempo? Então por que mantém seu relacionamento escondido de mim?–

–o que? Do que esta falando?–

–do seu namoro com o Yoonseok Hyung–

Kunpimook ficou processando aquilo e logo caiu na gargalhada –Meu Deus, de onde você tirou isso?–

–vocês andam muito colados ultimamente, saem juntos no final do dia, estão sempre cochichando–

–rsrs, não é nada disso–

–então o que é?–

–eu não posso contar– Yugyeom olhou para Kunpimook e já estava para sair mas o ómega se meteu a frente do Alfa ficando bem proximos e se encararam ficando presos naquela liberação anormal de feromonas que foram se misturando as do alfa com as do omega criando uma esfera tensa entre eles. Yugyeom foi chegando mais perto do omega que não conseguia dar nem um passo para Trás sentindo seu coração a mil, não conseguia e nem queria se afastar.

Jinyoung entrou ali na sala e viu os dois ali e sorriu –anda se peguem logo, eu acho que somos o grupo de kpop que mais se pega mesmo, todo mundo aqui já se pegou–

Os dois se afastaram constrangidos.

–p-para com isso hyung. Espera, quem você pegou?– perguntou Kunpimook.

–me deixe em paz– Jinyoung jogou algo em Kunpimook e foi se sentar.

Yugyeom olhou para Kunpimook e logo saiu, o Ômega ignorou o ocorrido e foi se sentar ao lado de Jinyoung que o olhou.

–o que você quer?–

–hyung você tem namorado?– perguntou na cara dura mesmo.

–por que quer saber?–

–Ora somos amigos eu só estou curioso, uma vez que você é um beta e pode sair com todos, qual é sua preferencia? Alfas ou omegas?–

–Kunpimook fala logo o que você quer?–

–tem um amigo meu muito querido ele gosta muito de você e pediu para eu perguntar essas coisas–

–eu não estou interessado nisso–

–hyung você sempre foi muito discreto nesse assunto eu também vou ser, eu não vou contar a ninguém–

–Mookie eu não quero um namorado estou bem assim, pare de me perturbar–

–então você não tem um namorado–

–Aish– Jinyoung se levantou para ir embora.

–Ele é um Alfa Alto bonito, charmoso e muito carinhoso– gritou Kunpimook e Jinyoung apenas fechou a porta. –Aish Yoonseok hyung você esta tramado, temos uma longa parede cheia de espinhos para escalar antes de chegar ao coração gelado desse beta– lamentou Kunpimook.

000000

Jungjae fez o que seu pai o tinha dito, saiu da escola (com um saco cheio de presentinhos) que tinha ganhado das meninas alegando boas vindas, e logo foi a sua aula de coreano que tinha sido até interessante.

O Choi saiu da aula já no finalzinho da tarde e ficou olhando um livro que tinha recebido, estava tão entretido que não olhou que passava por uma estrada naquele bairro calmo e pouco movimentado que só ouviu o som da buzina de um carro e a luz do farol o cegar e quando deu por si estava jogado no chão e seus livros espalhados.

–Aish– reclamou se sentando ali no chão ao ver tudo aquilo espalhado e ele todo sujo com a palma da mão meio ralada

–잘 지냈어 요? (Você esta bem?)– perguntou o motorista que tinha ido ao seu auxílio

–잘 지냈어 요 é o xxxxxx...– disse um palavrão em russo e corou ao ver quem era, naquele momento Jungjae agradeceu por não falar coreano.

–Jungjae, oh me desculpe– disse Jaebum ajudando o menino a se levantar.

–T-tudo bem, não foi nada–

–certeza? Não se machucou? Podemos ir ao médico–

–não, é serio eu estou bem– disse sorrindo e o Alfa sorriu de volta, um sorriso bem largo feliz por reencontrar o garoto.

–bom eu vou levar você para casa– disse começando a pegar as coisas espalhadas.

–eu acho melhor não, eu pego um taxi–

–por que? Seu pai vai ficar preocupado ao te ver assim e eu tenho a obrigação de explicar o que aconteceu–

–Jaebum...–

–Jungjae entra no carro, eu vou levar você e pronto–

–Ta bom, mas quando o Youngjae te jogar pedras não reclame–

–Yo-Youngjae?–

–Sim, o meu Pai–

–o nome do seu pai é Youngjae?–

–é–

–qual é seu sobrenome?–

–É Cho...ah espera você esta assim por causa do 7º integrante do seu grupo? Ah é só coincidência mesmo o meu pai não tem nada haver com o Youngjae do seu grupo, o meu pai odeia Kpop, odeia tudo ligado a isso–

–ah– disse meio desanimado.

–Você gostava do 7º integrante neh? Eram muito próximos?–

–muito– disse sorrindo –rs é engraçado mas você me lembra ele–

–mesmo? Rsrs os meus amigos também acham que o meu pai é parecido com o Youngjae do seu grupo, mas eu não acho, bom vamos?–

–cla-claro– O Alfa sentiu uma grande esperança em seu coração e muito ansioso em conhecer esse ômega e durante o caminho ficava olhando para Jungjae pensando na possibilidade daquele pequeno beta ser seu filho que procurava ha anos e Jungjae o olhava de volta e os dois sorriam. E foi assim o caminho todo até chegarem ao condomínio.

Jaebum tinha as mãos suadas ali segurando os livros de Jungjae e o saco com presentes enquanto o Beta abria a porta.

–Cheguei– disse entrando e deu espaço ao Alfa para entrar.

–Jungjae, por que demorou tan...– o Ômega que saia da cozinha deixou cair a colher ao chegar ali a sala e ver o Alfa ali parado ao lado de Jungjae e sentiu sua respiração falhar ao sentir os olhos do Alfa sobre si.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...