História Apenas um gângster - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Ação, Amor, Amor Possessivo, Colegial, Comedia, Criminal, Drama, Família, Justin Bieber, Romance, Sexo, Tragedia
Visualizações 424
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


[...]

Escolho um vestido preto colado no corpo que batia na metade de minhas coxas. Tomo um banho rápido e vou me trocar, passo hidratante pelo meu corpo, coloco uma lingerie vermelha e ponho o vestido. Faço uma maquiagem simples e passo um batom vermelho bem forte. Solto os meus cabelos e coloco meus brincos. Calço um salto alto preto também e passo o meu perfume. Coloco o meu celular no sutiã e desço as escadas encontrando as meninas já dentro do carro lá fora. Camila estava usando um vestido tomara que caia azul e Kayla um short curto e um cropped preto deixando sua barriga a mostra, as duas usavam uma maquiagem um tanto exagerada.

- Uau que gata. - Camila diz.

- Vocês que estão. - Entro no carro e ela da partida.

[...]

Chegamos e do lado de fora da boate já se dava pra ouvir o som extremamente alto, tinha gente  se comendo, fumando, cheirando, bebendo, misericórdia.

- Que cara é essa Cassy? - Kayla pergunta ao meu lado quando nós já estamos lá dentro.

- Esse cheiro de maconha está me deixando enjoada. - Digo fazendo cara de nojo.

- Aí amiga para de ser care... - Camila parou de falar e ficou olhando para algo atrás de mim.

- Camila? Oque foi? - Chamei estralando o dedo na frente do rosto dela.

- AMIGA VOCÊ NAO TEM NOÇÃO DE QUEM EU VI PASSAR ALI. - Ela falou agitada apontando para trás de mim.

- Quem? - Olho para trás e não vejo nada demais apenas pessoas dançando.

- O gostoso do Bieber.

- Gostoso do Bieber? Não acha que está exagerando não Camila? Porque pelo que eu sei ele é um traficante, gangster, bandido e eu aposto que ele deve ser um velho gordo e horroroso.

- Garota você não sabe do que está falando. - Kayla diz e eu dou de ombros logo indo pra o meio da multidão dançar.

[...]

- Cansei vou procurar algo pra beber estou com sede já volto. - Digo para as meninas e elas assentem. Fui em direção ao bar e comprei uma Skol Beats e o barman ficou me olhando malicioso. Fico por ali mesmo encostada na parede bebericando minha bebida e de repente tudo fica escuro e só as luzes coloridas ficam acessas. Coloco a garrafa em cima do balcão do bar e tento andar em meio aquela multidão para me encontrar com Kayla e Camila e nada até que esbarro em um rapaz, tento ver o rosto dele mas é quase impossível.

- OLHA POR ONDE ANDA GAROTA. - Sua voz rouca sobressaia por cima da música.

- CALA A BOCA IMBECIL NAO ESTA VENDO QUE AQUI ESTA ESCURO E NAO DA PARA ENXERGAR NADA? OLHA POR ONDE ANDA VOCÊ. - Digo irritada e as luzes começam a se acender novamente.

Consigo visualizar o rosto do menino e ele era um pouco mais alto que eu, branquinho, cabelos dourados, olhos cor de mel e tinha uma boca rosada. Ele usava uma calça jeans escura, uma camiseta preta, um boné também preto e uns supras vermelhos. Caralho que homem era aquele? Pensa num Deus grego e multiplica por mil, isso aí tudo isso. Ao redor do seu pescoço havia vários cordões de ouro e um deles estava escrito de letra maiúscula o nome Bieber, o mesmo usava relógio e anéis de ouro. Mas quando eu vi o nome Bieber ali eu quase tive um infarto do coração isso me fez engolir tudo oque eu tinha dito anteriormente sobre ele ser um velho gordo e horroroso está tudo ao contrário esse cara é o maior gostoso, nossa senhora eu esbarrei literalmente em um Deus grego. Nossos olhares ficaram fixos um no outro ate que alguém nos atrapalha.

- Qual é parceiro tá fazendo oque aqui? Tem um monte de gente esperando por você lá em cima. - Um menino de cabelos pretos diz olhando para o amigo mas quando nota minha presença me olha com os olhos arregalados. - Porra Justin quem é essa deusa aqui? Ia comer ela sem nem me apresentar? - O menino fala espantado.

- Meu querido me respeite que eu não sou nenhuma puta aqui não viu e pra sua informação eu tenho nome. - Digo irritada e ele dá um sorrisinho de lado.

- E qual seria?

- Prazer Cassidy Muller. - Estendo minha mao e ele pega a mesma e dá um beijo.

- Prazer só na cama gata meu nome é Ryan Butler e com todo respeito tu é gostosa pra porra viu.

- Obrigada?

- Já acabou toda essa frescura? - O Deus grego pergunta me fuzilando com o olhar. Ryan fica pensativo por um tempo e depois se aproximou de Justin cochichando algo em seu ouvido. Justin acente com a cabeça. - Eu já vou Ryan fala pra todo mundo me esperar la. - Ryan acente e vai embora me deixando a sós denovo com Bieber. Tento sair de lá para encontra minhas amigas, mas quando estou saindo sou puxada pelo braço.

- Tu pensa que vai aonde? - Perguntou Justin.

- Não é da sua conta. - Tento me soltar de suas mãos mas ele me agarra com força. Ele pega minhas bochechas com uma mão e susurra no meu ouvido.

- Se eu fosse você tomava cuidado com essa sua língua afiada ela pode te causar sérios problemas. - Inalo seu perfume e sinto minha respiração ficar irregular. Ele se distancia e fica olhando para meu rosto. Seus lábios rosados eram como uma tentação pra mim,não parava de olhar para eles e ao mesmo tempo para aquele dois pares de olhos cor de mel. Esse homem é lindo e gostoso. Sua boca está a centímetros da minha e eu consigo sentir seu hálito refrescante, mas quando eu pensei que ele ia me beijar aquele cachorro simplesmente me solta e sai andando para ir embora mas antes se vira e dá uma piscadela sorrindo sacana.

Eu não acredito que eu passei um mico desse agora ele deve pensar que eu sou mais uma dessas vadias que está aos pés dele, eu não sou assim. Que raiva.

Saio trombando com as pessoas e finalmente encontro as meninas.

- Vamos embora? Já cansei desse lugar. - Digo cruzando os braços e bufando na frente delas.

- Ué porque amiga? A festa está tão boa. - Camila diz rindo.

- Não, não está.

- Mas oque aconteceu?

- Umas coisas aí. - Digo e olho lá para a área VIP e vejo Justin me encarando lá de cima. Ele está escorado em uma grade com um copo de alguma bebida na mão e escultado oque um menino fala. Quando eu encaro ele de volta o mesmo sorri. Puta que pariu que sorriso lindo. Reviro os olhos e volto a olhar para a cara das meninas.

- Eu acho melhor nós irmos mesmo gente já são três da manhã. - Kayla diz olhando as horas no celular.

- Eu também acho. - Digo e já vou indo de encontro a saída da boate enquanto esculto as reclamações de Camila porque não queria ir embora.

[...]


Notas Finais


Oi pessoal espero que estejam gostando da história e não se esqueçam de favoritar e comentar.
Bjs bjs.
Perguntas:https://ask.fm/mauramaria2?utm_source=copy_link&utm_medium=android


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...