História Apenas um jornalista! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Híbridos De Gato, Jikook, Mundo Abo, Namjin, Universo A/b/o, Vhope
Visualizações 321
Palavras 2.714
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii
Boaaaaa leituraaa ♥

Capítulo 10 - Pressentimento ruim!


Fanfic / Fanfiction Apenas um jornalista! - Capítulo 10 - Pressentimento ruim!

 

Em resumo o final de semana foi bem agitado. Principalmente o domingo por conta da mudança de Taehyung e Hoseok para o apartamento ao lado. Namjoon e Jin passaram a tarde com os garotos ajudando no que era preciso, o que foi muito bom para todos.

 

Por maravilhosas horas durante a tarde de domingo, eles não se preocuparam com nada, mesmo que o motivo da mudança fosse por conta de algo ruim, houveram muitos risos, brincadeiras, e é claro, fotos tiradas por Yoongi.

 

Porém, quando a noite chegou foi inevitável deixar de falar sobre o próximo passo que dariam em relação ao tráfico de híbridos.

 

Hobi, a um tempo atrás, fingindo ser um comprador, havia conseguido uma lista de pessoas que compraram híbridos  e um comprador bem recente estava lá. 

Essa pessoa trabalha no mesmo jornal que Jungkook, porém em um departamento diferente segundo as informações da lista.

 

O problema é que esse comprador, em especial, não continha as mesmas informações que os outros e nem ao menos o nome estava descrito, no lugar de sua identificação existia somente as informações: "Senhor 0018, departamento de notícias especiais do jornal de Seul, centro".  Foi por esse motivo que Hoseok começou a trabalhar como porteiro noturno no jornal, todo esse anonimato diferenciado dispertou seu interesse e seu foco. Se todos os listados continham nome, profissão, endereço e  a compra feita porque, esse em especial não tinha essas informações? Eis que Jungkook e os outros queriam descobrir a resposta dessa pergunta.

A segunda-feira chegou rápido, o jornalista se encontrava em seu quarto, arrumando sua pasta preta de couro para poder ir ao  trabalho.

 

- Jungkook? - Jimin acorda e senta na cama, coçando os olhos com as pequenas mãos. - Queria ir com você...

 

O alfa sorri com o tom de voz manhoso de Jimin.

 

- Eu gostaria de poder leva-lo - Jungkook senta na cama ao lado do ômega. - Mas, não posso.

 

- Porque? Eu ponho a touca para esconder as orelhas. - O ômega faz uma carinha esperançosa. - Eu tenho medo de ficar em lugares com muitas pessoas... Mas, se for para ficar  perto de você eu aguento.

 

- Não é só isso - Jeon explica calmamente. - É que lá é meu trabalho, nem vou poder te dar muita atenção.

 

Jimin fica com um olhar triste, o motivo do pequeno ômega querer ir com Jungkook, ia bem mais além de apenas querer a companhia  do alfa.

 

- Você vai voltar, não é? - A voz baixa do híbrido questiona.

 

E finalmente, Jeon compreende o exato motivo de Jimin querer ir junto para seu trabalho. Park, se sentia inseguro e com medo de que algo acontecesse com o alfa.

 

- Jimin, escute. - Jungkook segura as adoráveis mãos do ômega - Eu vou voltar, fique tranquilo, já lhe disse que não consigo ficar longe de você.

 

- E se Jung Yoo te fizer mal? - Jimin assumi uma voz desesperada.

 

- Ele não vai fazer. - Jungkook leva as mãos de Jimin até sua boca as beijando carinhosamente. - Jung Yoo não sabe que estou com você, e mesmo que soubesse... Ele que deve se preocupar.

 

O híbrido ômega sem pensar duas vezes, pula nos braços de Jungkook o abraçando forte, sentindo o cheiro gostoso do alfa. O coração do menor bate depressa, como se grita-se: Jeon Jungkook, fiquei.

 

- Tome cuidado... - A voz de Jimin sai abafada pelo peito de Kookie. - E volte para mim.

 

- Vou voltar - Jungkook aperta o híbrido em seus braços e beija o topo da cabeça do menor. - Não fique se preocupando, quero te ver bem.

 

Jeon podia sentir que Jimin estava tenso e preocupado. O instinto do alfa foi ficar abraçado com o pequeno híbrido pelo tempo que lhe restava antes de sair, para que o mesmo pudesse relaxar um pouco antes de Jeon ir ao trabalho.

 

A contragosto, depois de alguns minutos que passaram mais rápido que ambos gostariam, Kookie deixa o ômega em seu quarto e segue para o jornal. Jungkook ainda tinha em si o sonho de ser um grande jornalista, mas certas coisas tinham que esperar. Ele não pensava em parar de correr atrás dos seus objetivos. Mas, a partir do momento que Jimin entrou em sua vida, as prioridades mudaram.

 

...¤...

 

- Bom dia! - Jeon cumprimenta os seus colegas de trabalho educadamente e se senta na cadeira de sua mesa.

 

Foco Jungkook, tente agir como um jornalista normal por, pelo menos, algumas horas.

 

- Querido, como você está? - Jeon escuta a voz de sua chefe, a mesma estava chegando ao trabalho, prestes a entrar em sua sala. - Fiquei muito preocupada com a sua queda.

 

Jungkook demora alguns segundos para lembrar que seu irmão havia inventado essa mentira para sua chefe. Já que na verdade foi uma jovem ômega, chamada Jisoo, que havia quebrado um vaso de flores em sua cabeça, ao pensar que Jeon era alguém ruim.

 

- Estou muito melhor - O alfa responde com um sorriso gentil. - Obrigado.

 

- Fico feliz e aliviada. - Kim Sook sorri gentilmente e entra em sua sala.

 

Pois é, quem iria publicar sobre assuntos fúteis no jornal se algo acontecesse comigo?

 

Jungkook pensa irônico e revira os olhos, enquanto abre em sua mesa o notebook para trabalhar.

 

- Jungkook... - Um voz connhecida tirou os olhos do jornalista da tela de seu notebook - Podemos conversar?

 

O que essa garota quer? Já não basta pegar a notícia que eu queria publicar, Rosé?

 

Jeon a encara sério, afina, o que Rosé queria?

 

- Sobre o que quer conversar? - Kookie pergunta em um esforço e Alto controle invejável.

 

- Bom... - A beta pega uma cadeira vazia e senta na frente da mesa do alfa. - Como já sabe estou cobrindo a matéria do assassinato de Jung Hyun e...

 

- Eu já lhe disse que não posso ajudar! - Jeon interrompe imediatamente.

 

- Eu sei - Rosé suspira. - Mas, eu preciso de ajuda. - O tom de súplica chama a atenção do alfa. - Veja aqui. - A jovem retira um folha toda dobrada do bolso e entrega a Jungkook. - O editor chefe não quis publicar, ele não gostou do que escrevi...

 

O jornalista pega o papel e lê mentalmente tentado prender o riso. A matéria escrita estava péssima.

 

É essa a jornalista que a senhora quer escrevendo sobre o caso, Kim Sook?

 

- Escute, talvez você deva ser mais especifica sobre... - Um pensamento súbito de Jeon interrompe sua própria fala. - Você trabalha no departamento de notícias especiais?

 

- Sim, porque?

 

Seria perfeito ter Rosé ali, Jungkook poderia usa-la para conseguir entrar com facilidade no departamento.

 

- Por nada... Na verdade. - Kookie se escora na mesa para falar baixo e Rosé se aproxima dele atenta. - Minha chefe não quer que eu trabalhe nessa cobertura, mas podemos ir ao seu departamento e lá posso te ajudar sem ser visto.

 

- Sério? - Rosé sorri largo. - Esta bem, seria perfeito!

 

Jungkook sorri vitorioso e continua:

 

- Ótimo! Daqui a uma hora fique na porta do seu departamento para liberar minha entrada, ok?

 

- Ok! - Rosé se levanta em um pulo animado. - Te esparei lá. - A jornalista sai da grande sala de mesas eufórica e sorridente.

 

Talvez seja mais fácil do que pensei.

Jungkook reflete, voltando a olhar a tela de seu notebook. 

Ele pesquisou sobre várias coisas para por em foco na sua coluna no jornal. Por mais que quisesse resolver uma situação muito complicada, ainda precisa e queria permanecer naquele emprego e para que sua chefe não descobrisse sobre seu envolvimento no caso do assassinato ele precisava agir normalmente.

Depois de destacar vários tópicos de notícias e enviar para sua chefe escolher qual desejasse. Jungkook percebi que já havia passado uma hora e Rosé ja deveria o esperar.

 

Jeon sai da grande sala e entra no elevador, assim que chega no terceiro andar, segui para o departamento de noticias especiais e como esperado, lá estava a jovem beta esperando super animada.

 

- Que bom que chegou! - Rosé o pega pelo braço o fazendo entrar e o arrasta até sua mesa.  - Pegue essa cadeira ao lado para podermos começar.

 

O lugar no qual estavam era praticamente igual ao departamento de notícias gerais que Jungkook trabalha. Uma enorme sala cheia de mesas, um sala menor fechada ao fundo, que provavelmente seria do chefe do departamento. Porém, a diferença era as pessoas ali, todos energéticos andando pela sala, um indo até a mesa do outro trocando informações e todos fazendo suas notícias frenéticos e ágeis. Aquele parecia o paraíso para o jornalista.

 

Jungkook puxou uma cadeira se sentando ao lado de Rosé. A beta pegou várias folhas sobre a mesa as entregando para o alfa.

 

- Esses são meus artigos sobre o caso. - Rosé começa. - O editor chefe não deixou nenhum passar.

 

- Como eu disse antes... Você precisa ser mais específica. - Jeon explica calmamente, por mais que não fosse muito com a cara de Rosé, a garota precisava de uma certa ajuda. - Seus artigos estam genéricos de mais, em qualquer outro jornal eles aceitariam, mas aqui não.

 

- O que posso fazer para mudar isso? - Rosé se mostra desesperada por uma ajuda.

 

- Primeiro, jogar esses artigos fora. - Jungkook fala rindo. - Segundo, tenho alguns artigos sobre prontos e...

 

- Você pode me deixar publica-los no seu lugar?

 

E o que? Que beta mais abusada! Porém, pensando por outro lado...

 

Jungkook raciocina, se ele pudesse publicar notícias através de Rosé, poderia moldar tudo ao seu favor, aos poucos poderia fazer o caso do assassinato ficar visível e quando encontrasse o grande chefe de todo tráfico de híbridos já teria preparado toda uma bomba de informações pronta para ser detonada.

 

- Isso! - Jungkook responde sorrindo - Leu meus pensamento.

 

Jeon abriu seu email no computador de Rosé e pôs ela para ler seus artigos já prontos sobre o caso.

 

Enquanto a beta se concentrava na leitura, Kookie observava em volta. Vários homens e mulheres trabalhavam ali, mas um deles era um comprador de híbridos.

 

Como descobrir o comprador? Quem seria o "Senhor 0018"?

 

- Rosé, você conhece todos que trabalham nesse departamento? - Jungkook questiona interrompendo a leitura da jovem.

 

- Não exatamente. - A beta explica - Sou péssima em guardar nomes. - Rosé ri negando com a cabeça. - Mas, no sistema tem uma lista com a foto e os nomes das pessoas do departamento... - A jovem abaixa o tom de voz em um quase sussurro. - Eu imprimi essa lista e deixo debaixo do meu teclado para não passar vergonha  e reconhecer todos mais fácil... - Rosé ri mais um pouco. - Não conta para ninguém que eu faço isso, ok?

 

- Fique tranquila - Jungkook fala rindo baixo. - Não vou contar.

 

Só irei pegar essa lista e investigar um por um de seus colegas de trabalho, Rosé.

 

...¤...

 

Uma hora mais tarde o jornalista voltava para sua mesa de trabalho. Em sua mente carregava a certeza de que iria publicar suas notícias através de Rosé, já em suas mãos carregava a lista com fotos e nomes das pessoas que trabalhavam no departamento de notícias especiais. Jungkook conseguiu pegar sem que a garota visse.

 

Assim que Jeon senta em sua cadeira manda mensagem para Yoongi, Hoseok e Namjoon avisando sobre o que conseguiu. Antes que Kookie pudesse fazer qualquer outra coisa, sua chefe sai de sua sala o chamando.

 

Será que ela descobriu sobre meu envolvimento com Rosé?

 

Kookie segue para sala de Kim Sook apreensivo e fecha a porta atrás de si.

 

- Eu li suas sugestões de notícias, gostei de todas. - A senhora Kim explica sentada diante de sua grande mesa. - Essa semana escreva sobre o tópico dois: "O alcoolismo entre os betas jovens".

 

- Esta bem - O alfa responde e nota a feição preocupada de sua chefe. - Aconteceu algo?

 

- Aconteceu, querido. - Kim Sook suspira - Perdemos nosso fotógrafo, ele recebeu uma proposta em outro país e se demitiu... Não vou conseguir encontrar outro fotógrafo  tão rápido quanto nosso departamento precisa.

 

- Senhora Kim...  - Jungkook começa sorridente. - Tenho uma indicação a fazer.

 

...¤...

 

- Você o que? - Yoongi engasga com seu suco de laranja.

 

- Te consegui um emprego de fotógrafo no jornal. - Jungkook responde sentado no sofá sendo abraçado com força pelo híbrido ômega, logo retribuindo o gesto. - E o salário é bom, podemos ir juntos para o trabalho e vai ser algo que você gosta  de fazer.

 

- É verdade... - O alfa mais velho pondera. - Quando eu começo?

 

- Amanhã! - Jungkook se levanta e  Jimin pega em sua mão o seguindo para o quarto. - Tente não estragar tudo.

 

Jeon fecha a porta e senta na cama pondo Jimin em seu colo. O pequeno estava tenso e quieto, isso chamou a atenção do alfa.

 

- Você está bem? - Jungkook pergunta olhando o híbrido de frente para si.

 

- Estou com uma sensação estranha. - Jimin fala abaixando a cabeça. - Não sei explicar... Estou me sentindo assim desde quando você saiu .

 

- Acho que isso é preocupação. - O alfa, carinhosamente, tira alguns fios de cabelo rosados da testa do ômega - Você precisa relaxar um pouco.

 

- Eu preciso de... - Jimin prende seu olhar junto ao do alfa e antes que pudesse pensar, Jungkook já havia atacado seus lábios.

 

E de forma rápida o beijo calmo se torna intenso e profundo. Jungkook segura firme o menor, o trazendo mais para cima de seu colo, e o ômega prende suas pernas na cintura de Jeon, sem separar do beijo.

 

A mente dos dois se torna vazia de qualquer pensamento ruim. Um focava no quanto era maravilhoso estar com o outro. Jungkook aperta levemente a cintura de Jimin que põem suas mãos no cabelo do maior apertando os fios pretos entre os dedos. Todo esse contato estava os deixando cada vez mais inquietos, em uma ação impensada o ômega se mexe em cima do colo de Kookie fazendo pressão sobre o membro do alfa que arfa no mesmo momento.

 

- Gatinho... - Jungkook adverte  entre o beijo mas, Jimin parece não escuta-lo. - Não faz isso...

 

Jeon descola os labios e leva sua boca ao pescoço de Jimin, que no mesmo instante pende a cabeça para o lado fechando os olhos. A cauda de gato do híbrido se mexe lentamente, tão diferente do seu coração que batia acelerado. O alfa beija a pele branca do menor sentindo o corpo do mesmo se arrepiar.

 

- Tão lindo... - Jungkook sussurra, dando em seguida outro beijo molhado no pescoço de Park.

 

O alfa queria Jimin, queria sentir o corpo do ômega de todas as formas possíveis e o híbrido não pensava diferente. Os dois não entendiam como essa ligação entre eles havia se formado em tão pouco tempo. Pareciam ter nascido simplesmente para se encontrarem e ser um do outro.

 

- Jungkook... - A voz manhosa de Jimin se faz presente no quarto tirando um sorriso dos lábios do alfa.

 

Jeon volta a encontrar a boca avermelhada do ômega,  chupando o lábio inferior de Park. Os dois sentiam o corpo aquecer cada vez mais.

 

- Kookie! - Yoongi bate na porta. - Hoseok chegou. - O som de passos se afastando indicam que o alfa loiro saiu pelo corredor.

 

Jungkook suspira e nega com a cabeça rindo.

 

- Vamos! - O alfa fala tirando o pequeno de seu colo. Jimin faz uma cara de chateação que para Kookie foi incrívelmente fofa. - Não fica assim, mais tarde te dou toda minha atenção, esta bem?

 

- Esta... - Jimin responde e logo volta a sorrir com um selinho do maior.

 

Novamente na sala Jungkook e Jimin se reúnem com Hobi, Taetae e Yoongi.

 

- Então, vamos começar a analisar a lista de nomes que você conseguiu? - Hoseok pergunta ansioso.

 

- Vamos! - Os dois irmãos alfas respondem em uníssono.

 

Jimin volta a sentir um aperto no peito. O ômega resolve, por hora, acreditar que era apenas a preocupação que sentia, e rezava para não ser um pressentimento ruim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


He he ^^

Tudo bom pessoal?
Yoongi atrapalhando os lance Jikook kkkkkkk
Asmo...♥
Até logooooo ♥



Ps: Eu amo a Rosé ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...