História Apenas Um Verão - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nina, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Simbar, Yamiro
Visualizações 82
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


FINALMENTE TIVE TEMPO DE ESCREVER ESSA PORRA! MEU TEMPO ULTIMAMENTE ESTÁ HORRÍVEL PRA FAZER QUALQUER COISA.
Capítulo fresquinho, meus anjos.
Vamos para mais um capítulo.

Capítulo 10 - Assustada


- Oh meu Deus, ele está ali! - Nina diz pra Luna ao ver Gastón com Matteo.
- Ótimo, vá até ele!
- Tá louca?
- Tô. E ele tá se aproximando!
- O quê?
- Olá, garotas! - Gastón as cumprimenta.
- Olá! - Luna respondeu enquanto Nina acenou e abaixou a cabeça envergonhada.
- Algum problema, Nina? - Gastón perguntou.
- N-não. - a garota do óculos preto gaguejou.
- Eu acho que vocês devem conversar a sós. - disse Luna. - Você vem comigo! - disse puxando Matteo.
- Hey! - disse o italiano tentando intervir, mas não adiantou.
- Tá tudo bem, Nina? - Gastón pergunta preocupado.
- S-sim!
- Jura? Não parece que você está!
- Só estou um pouco envergonhada.
- Pelo o quê?
- Bem, ontem...
- Algum problema sobre ontem?
- Não, é que... ontem foi meu primeiro beijo e eu não sei como agir agora. - a garota foi sincera.
- Ah, nossa! - Gastón suspira aliviado. - Pensei que eu tivesse feito algo de errado.
- Não, você foi ótimo. Eu acho que eu só penso um pouco demais. - a garota riu fraco.
- Se for assim, eu acho que a gente pode repetir, não? - O garoto se aproxima e coloca uma mecha do cabelo dela atrás de sua orelha.
- Está bem, mas se eu não souber o que fazer com minha língua, me desculpe, Eu realmente não sei beijar.
Gastón riu devagar.
- Não tem problema, eu ensino. - E então eles se beijaram.

Enquanto isso.
- Por que eu tive que sair com você?
- Porque eles tinham que ficar sozinhos, Matteo. - disse Luna enquanto olhava Nina e Gastón ainda conversando.
- Deixou-os sozinhos para ficar olhando eles escondida?
- Não me diga que você não é curioso também?
- Não vou ficar olhando meu amigo conversando com a pessoa com ele gosta.
- Se tá tão incomodado, meu filho, pode sair. Ninguém tá te impedindo.
- Mas você é grossa, em garota?
- Eu só tô falando a verdade. Se tá tão incomodado em ficar aqui comigo, vai embora. Ninguém precisa ficar perto de alguém que não gosta.
- Pra começo de conversa, eu...
- AAAAAAAA... - Luna solta um gritinho fino.
- AAAA... garota. O que foi agora?
- Eles estão se beijando! - disse a garota sorrindo.
- E você precisou gritar por isso?
- Sim, e me deixa!
Matteo apenas revirou seus olhos.
...

- Eu vou tomar um banho frio. - Yam se levanta. - Preciso esfriar minha cabeça.
- Você sabe que precisamos terminar o trabalho, não sabe? - Âmbar lembrou-a.
- Eu termino depois. - então ela entrou no banheiro, deixando Âmbar sozinha.
A loira de olhos azuis revirou os olhos e então continuou fazendo seu trabalho.
Foi quando Âmbar recebeu uma ligação de Simon, e atende.
- Oi, Simon!
- Oi, Âmbar. Atrapalho você e Yam?
- Na verdade ela foi tomar banho e me deixou aqui com o resto do trabalho. Eu ainda tenho que terminar.
- Quer que eu desligue e te deixe terminar?
- Não vai me contar por que ligou pra mim?
- Na realidade, eu só queria escutar a sua voz.
Âmbar mostrou um sorrisinho.
- Ah, que fofo. Eu te garanto que depois eu passo o tempo que for contigo, mas hoje preciso terminar o trabalho, principalmente se Yam continuar com o drama.
- Ah sim, eu soube do que rolou. Ramiro me disse o que fez.
- Não conta pra ninguém, mas...
- Mas...?
Âmbar garante que Yam não lhe escutaria.
- Creio eu que ela sente o mesmo por Ramiro, mas é uma garota assustada no momento e talvez não soube como reagir. Se encontrar Ramiro, diz pra ele ter paciência com ela; esperar o tempo dela.
- Você não acha que ele pode se cansar de esperá-la?
- Acho que sim, mas estamos no impasse. Ou ele espera ou ele se cansa, não sabemos o que vai acontecer, na verdade.
- Seja lá o que role, ainda continuarão sendo nossos amigos.
- Sim, continuarão e estaremos lá enxugando as lágrimas de cada um, caso der merda. - eles irem.
- Tem razão.
- Mas agora é sério, preciso terminar o trabalho. Conversamos antes de dormir?
- Certo, nos falamos. Beijo, Âmbar.
- Beijinhos.
A garota desliga o celular.
- Eu escutei você e Simon conversando sobre minha relação com Ramiro, sua puta! - Yam gritou do banheiro.
- Merda! - Âmbar sussurou, pois sabia que a amiga ficaria muito chateada com ela.
Âmbar, que até então não havia tido nenhuma tremedeira há um tempo, percebeu que sua mão começou a tremer rapidamente. Ela então suspira.
- Merda!


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Eita minha gente, parece que só Simbar e Gastina estão indo pra frente.
Beijooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...