História Apenas uma fantasia..... - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Visualizações 7
Palavras 629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - O menino de cabelos escuros


{Hana on}

Já tinha passado o intervalo, e eu fiquei o tempo inteiro na sala, lendo. As preocupações vinham a minha cabeça quando comecei a pensar que ela poderia não estar bem. Que ela poderia ter se machucado ou entrado em algum tipo de briga. Eu me levantei pará procurá-la antes do professor chegar, mas acabei batendo em um garoto. Seu cabelo era bem arrumado e de uma cor escura. Ele segurou minhas mãos, sem dizer nada, e entrou na sala.

Eu não tive tempo de procurar minha irmã, pois o professor chegou logo em seguida dele. Eu não tinha reparado antes, mas ele sentava bem atrás de mim, e também lia Takatsuki. Os livros eram tão perturbadores quanto encantadores, e certamente mexia com a cabeça dos fracos. Cheguei a uma conclusão: ou ele era muito inteligente ou ele era maluco da cabeca, o que não seria estranho, em uma escola de vampiros....

Eu tava anotando a tarefa no meu caderno, até que recebi um cutucão nas costas. Sabia que era aquele moço. Eu virei pra trás e ele me deu um papel dobrado. Era quase como quando eu era criança: eu e Nina passávamos mensagens durante as aulas, torcendo para a professora não consegui gar e descobrir nossos planos para comer chocolate escondido, de madrugada. Já que não tinhamos nossa mãe, e nosso pai era um tanto quanto ausente, éramos só eu e ela. Peguei o papel e li. 

Prazer, meu nome é Ruki Mukami

Ruki. Que nome bonito. Minha única opção era responder a mensagem.

Prazer. Sou Hana

Passo a mensagem para trás e esperei ele responder. Ruki me cutucou novamente, e eu peguei o papel cuidadosamente.

Quer ir para minha casa, hoje? Eu gostaria de conversar com você. Vi que você também se interessou por Takatsuki

Eu pensei seriamente em responder que iriam mas a resposta não dependia de mim. Dependia de Reiji. E eu realmente não queria acabar com as esperanças do menino daquela maneira, por isso não respondi a mensagem. 

A aula passou vagarosa e caótica, como sempre. Eu saí da sala a procura de Reiji, e só o encontrei na porta do colégio, na limosine. Eu falei para ele e disse que queria ir na casa de um amigo. Imediatamente, ele me perguntou quem. Não deu tempo de eu dizer quem era, pois Ruki apareceu. Atrás de mim e tomou a frente da conversa.

Ruki- Eu convidei ela pra ir na minha casa. Posso?

Reiji- Você tem todo o direito de convidá-la. Mas ela não vai.

Eu- Por que?

Reiji- Porque você não tem direito. Agora entra no carro.

Ruki- Reiji, todos nós sabemos o que aconteceu com a Yui. Agora você não pode impedir a Eve de tomar a decisão dela!

Reiji- Como um vampiro meio sangue, como você, iria se tornar o Adam?

Os dois ficaram se encarando por algum tempo. Eu não sabia o que fazer. Eu tava com medo. Depois do incidente com Kanato, não ousaria desafiar mais ninguém naquela casa. Nem no colégio.

Ruki- Então vamos fazer o seguinte, ela vai para minha casa e eu a levo de volta, mais tarde.

Reiji- Isso não é uma negociação.

Eu- Eh verdade Reiji. Isso não e uma negociação, porque eu não sou um objeto! Eu tenho direito de escolha!

Ele me encarou com um certo ódio nos olhos. Ele sabia que eu tava certa, mas também não queria me dar a liberdade que era minha, por direito. Ele ajeitou os seus óculos, ainda irritado.

Reiji- Está certo. Quero você de volta em casa, antes das três da manhã. 

Ele entrou na limosine que foi embora. Internamente eu tava comemorando, e Ruki deu uma risada linda. Fomos até a limosine dele e dos irmãos dele { Pelamor de Deus, todo mundo é rico nesse colégio? } 





To be continue.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...