1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas uma noite - Bughead >
  3. Capítulo vinte e três

História Apenas uma noite - Bughead - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, pessoal.

Eu não iria postar hoje, por conta do retorno dos comentários, acredito que nem todos leram o anterior, mas como eu sou muito numerológica, hoje fazem exatos dois meses que comecei essa história, e nada melhor do que acabar nessa data, dia 15. Muito obrigada por tudo até aqui. Cada comentário, cada like, cada demonstração de carinho que eu ao menos nem sonho. Eu vou tentar, voltar com uma segunda temporada, em breve. Pois esse ano vou fazer meu cursinho pré-vestibular, então vai ficar bem mais corrido. Mas enfim, me estendi demais.

Aproveitem!!

Capítulo 23 - Capítulo vinte e três


Betty

 

— Acho que os amo mais quando estão dormindo. — Olhei para o quarto onde nossos gêmeos de seis meses, Simon e Miles, estavam dormindo em seus berços. — Isso é ruim? — perguntei para Jughead, que estava ao meu lado, com uma mão em minha cintura.

— De modo nenhum. Você é incrível, baby. Você deveria descansar um pouco também.

— Eu amo quando você fala coisas safadas comigo — sussurrei, abrindo um sorriso.

As sobrancelhas de Jughead se ergueram e ele deu uma risada baixa. Puxei sua mão, indo para o nosso quarto.

— Dizer para uma mãe que não tem dormido muito que ela pode tirar uma soneca é praticamente uma preliminar.

Sorrindo, ele me seguiu até a cama, onde eu logo desabei confortável, posicionando a cabeça em seu bíceps quando ele se aconchegou ao meu lado. Maddie estava com minha mãe e com a mãe de Jughead em uma sessão de fotos, para uma boy band popular que estava na cidade para um show à noite. Eu pedi alguns favores no trabalho e consegui passes privados para o evento. Maddie ficou emocionada. Até aquele momento, tínhamos uma manhã caótica cheia de mamadeiras e trocas de fraldas, canções de ninar e diarreia explosiva — tudo somado, um sábado comum. Na minha vida anterior, eu estaria bebendo e provavelmente conversando com minhas melhores amigas. Mas agora eu estava aqui, criando dois pequenos seres humanos com o amor da minha vida. Não era ruim, embora eu costumasse reclamar às vezes, principalmente quando não tomava banho — nem dormia — por mais de dois dias.

— Feche os olhos e descanse. Se eles acordarem, eu cuido de tudo.

Um sorriso preguiçoso permaneceu em meus lábios quando meus olhos se fecharam. Eu gostava da sensação de estar ao lado de Jughead, seu corpo firme aquecendo o meu. Sem seu tom firme, amor encorajador e toda a sua ajuda, eu não teria chegado tão longe. A maternidade era difícil. Foi, com certeza, uma das coisas mais gratificantes que já fiz, mas também uma das mais desafiadoras.

Graças a Deus, meu doce marido me mantinha firme. Maddie acabou sendo uma irmã mais velha incrível. Estávamos preparados para o pior — ela tinha sido filha única por cinco anos e sabíamos que seria normal um pouco de ciúmes em relação aos bebês. No entanto, Maddie lidou com tudo como uma profissional. Somando tudo, a vida era incrível.

Batizamos nossos bebês, com os nomes de nossos cantores preferidos misturados. Eu comecei a trabalhar de novo, meio período, depois de quatro meses em casa com eles. Ao longo de todo o tempo, Jughead continuou sendo o homem incentivador e incrível, por quem me apaixonei. Eu era uma sortuda e sabia disso. Com um sorriso sonolento e satisfeito, fechei os olhos deixando os sentimentos felizes me acalmarem e me levarem a um sono reparador.


Notas Finais


O que acharam desse final?
Acompanhariam uma segunda temporada?

Comentem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...