História Apenas uma noite - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Golden Freddy, Mangle, Marionette, Personagens Originais, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Visualizações 24
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


perdão pelos erros e espero que gostem.
boa leitura.

Capítulo 18 - A pizzaria é nossa


P.O.V. Ster

Eu já tinha chegado da pizzaria à uns 30 minutos e estava no meu quarto ouvindo musica nos meus fones de ouvido. Estava lá eu relaxada com a minha musiquinha, quando de repente meu pai vara no meu quarto quase voando e se joga na minha cama me encarando com um sorriso maior que o mundo.

Pitter: minha princesinha tem uma noticia que eu espero que vc pule de alegria! – ele fala ainda com um enorme sorriso no rosto, mas se tem uma coisa eu sei é que se meu pai está feliz é pq tem uma coisa muito boa no ar.

Eu: se essa noticia “talvez” me faça pular de alegria então me conta! – após a minha fala dou um pulo que resulta em eu ficar de joelho na minha cama e me pai se levanta e me encarar com um sorriso.

Pitter: filha minha eu seu pai lindo, perfeito, maravilhoso, bonit- o interrompo.

Eu: PAI! Foco! – falo com o objetivo de levar ele até o assunto central.

Pitter: tá tá, eu... Consegui... Fechar... Negocio... Com... Um... Dos... Donos... Da – interrompo-o novamente.

Eu: PAI! Fala rápido! – ele apenas suspira pra depois se pronunciar.

Pitter: tá bom, eu fechei negocio com um dos donos da franquia Fazbear e agora a franquia é nossa! – ele fala com uma grande alegria e como uma resposta eu pulo da cama em direção ao meu pai e o abraço.

Eu: Pai isso é ótimo! – eu me separo do abraço, começo a pular de um lado pro outro e meu pai começa a rir da minha ação idiota e infantil – e agora nós podemos construir a pizzaria, reformar os animatronics, preparar a decoração e-

Pitter: calma! Filha nós vamos ter muito tempo pra pensar nisso tudo que vc disse e poder contar com as suas amigas pra ajudar – ele fala tentando me acalmar e consegue.

Eu: pai eu vou mandar uma mensagem pras meninas e nós QUATRO vamos pra pizzaria ok? – ele balança a cabeça em confirmação e eu vou mandar mensagem pras meninas e pra algum animatronic sobre a nossa ida.

[quebra de tempo]

Nós estávamos à uns 5 minutos da pizzaria e enquanto caminhávamos nós também falávamos sobre a futura construção da pizzaria. A Amanda abriu a porta da pizzaria – com certa dificuldade – e nós entramos, eu e as meninas ficamos sentadas nos bancos do salão principal e meu pai ficou andando a pizzaria inteira e analisando a mesma. As meninas e eu conversávamos nos bancos.

Amanda: como vcs imaginam a futura pizzaria? – ela pergunta colocando os cotovelos apoiados na mesa, apoiando também sua cabeça nas mãos e olhando pra cima imaginando a futura pizzaria.

Bruna: eu imagino um lugar alegre com uma pegada infantil sabe? – ela fala cruzando os braços e com o mesmo olhar da Amanda.

Eu: eu entendi o que vc quis dizer, vc está falando de um lugar que até no ar da pra sentir a sua infância, seria legal ter um lugar assim – faço a mesma ação de apoiar os braços que nem a Amanda e faço o mesmo olhar.

Bruna: sabe os animatronics tem a pizzaria como lar e eles sabem como era o estilo da pizzaria antes dela fica só o bagaço – ela fala ainda olhando pro além e eu e a Amanda encaramos ela.

Amanda: sim, mas o que isso tem haver com a pizzaria nova que o pai da Ster vai construir, vc quer tipo construir a pizzaria que nem era antigamente? – ela pergunta encarando a morena que estava no meio de nós.

Bruna: tipo isso, mas eu tava pensando em meio que fazer uma “entrevista” com os animatronicos pra saber o que eles gostariam de ter na futura pizzaria, que no caso vai ser a futura casa deles, nada mais justo vcs não acham? – ela fala dando aspas com as mãos na palavra “entrevista” e como resposta de sua pergunta eu e a outra morena ficamos pensativas.

Eu: vc tem razão, que tal nós fazermos isso agora afinal não vamos desperdiçar a viajem não?! – pergunto e elas fazem uma confirmação com a cabeça. Eu vou andando em direção ao meu pai com as meninas logo atrás, chego perto dele e pergunto – daddy vc tem ai um caderninho e caneta pra emprestar?

Pitter: tenho sim, mas pra que vcs querem? – ele pergunta pra nós enquanto retira um caderninho e caneta do bolso e entrega pra gente.

Bruna: tio nós precisamos pra anotar coisas que podemos encontrar por ai, a gente não explorou direito o lugar e falando nisso podemos andar pela pizzaria? Nós prometemos não sair dela – ela fala com carinha de cachorro abandonado.

Pitter: hum... Podem sim, mas voltem as 17:15 ok? – ele espera a nossa confirmação e nós balançamos a cabeça histericamente e saímos correndo atrás de alguns animatronics.

A gente estava andando pelo corredor, entramos numa sala do lado esquerdo e lá nós encontramos a Mangle jogada no chão – ou pelo menos fingindo está jogada – e nós cutucamos ela pra parar de fingir.

Bruna: Mangle para de fingir gata – Bruna fala e mangle se remexe e levanta nos encarando.

Mangle: o que foi? O pai da Ster está por perto? – ela pergunta olhando pros lados como se estivesse analisando o local.

Amanda: não, o pai da Ster está longe e nós estamos aqui pra fazer umas perguntinhas – ela fala e faz sinal com a mão pra “perguntinhas”.

*uma “entrevista” com todos os animatronics depois*

P.O.V. Bruna

Nós já tínhamos “entrevistado” todo mundo e já tínhamos tudo anotado no caderno e também uma futura pizzaria na cabeça. A Ster entregou um desenho – que ela mesma fez porque ela é uma ótima desenhista – pro seu pai de como basicamente ficaria a pizzaria tanto por fora quanto por dentro, ele adorou e vai se basear no desenho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[alguns meses depois]

Eu estou muito feliz hoje, porque hoje finalmente depois de vários meses vai haver a inauguração da pizzaria e vai ser demais.

Continua.


Notas Finais


agradeço a quem favorita e comenta.
bjs até o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...