1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas Uma Noite >
  3. - eles são minha última opção...

História Apenas Uma Noite - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Eu escrevendo pensei que esse cap iria ser maior do que esta, mas foi pura ilusão. Comparado aos anteriores eu evoluir.

É Pq assim gente, eu escrevo até onde o enredo me permite, posso acabar em 600 palavras como em 4mil, e tudo o enredo que faz, eu não vou continuar só pra que fique grande, eu vou continuar ate o ponto certo.

Espero se gostem, próximo cap vai ser tenso em, preparem os lenços.

Capítulo 3 - - eles são minha última opção...


Fanfic / Fanfiction Apenas Uma Noite - Capítulo 3 - - eles são minha última opção...

- você foi rude com julieta hoje.- Darcy disse pegando os cafés que tinham pedido.

Sempre depois do trabalho eles se reunião para beber, só que hoje Aurélio queria algo leve, então foram para um restaurante tomar um café e conversa um pouco.

- novidades?.- Aurélio pergunta serio.

- na verdade eu tenho perguntas a fazer ao meu bom e amável amigo carrancudo.- Darcy fala.

- faça.- Aurélio autorizou divertido pela forma como Darcy falou.

Aurélio e Darcy eram amigos desde crianças, suas mães eram conhecidas da adolescência, a amizade com o passar dos anos foi se fortalecendo, e agora eles não se consideravam só melhores amigos, mas também irmãos.

Juntos eles cresceram com os negócios de seus pais, Aurélio tinha a maior parte das ações de todas as empresas, foram os hotéis que ele tinha espalhados pelo mundo, restaurantes, e lojas, era considerado o homem mais poderoso de todo o são Paulo e a fora.

Darcy nunca sentiu inveja, porque sabia que ele fazia parte daqueles crescimentos.

- é sobre julieta.

- oque tem essa mulherzinha?.- Aurélio perguntou se fazendo de desinteressado.

- não é ela, e você.- Darcy falou como se fosse Obviu.

- como assim? E eu ou ela?.

- os dois, você tem um ódio gratuito pela mulher.- Darcy sorriu.

- algo nela me irrita.- Aurélio falou sem mais e nem menos.

- cuidado meu amigo, raiva e amor andam de mãos dadas.

Ao ver o rosto vermelho de Aurélio Darcy passou a gargalhar tão alto que não tinha uma parte daquele restaurante que ninguém não ouvisse.

- não fale besteiras.- Aurélio disse melancólico.

- você gosta dela?.- Darcy estava se divertindo as custas de Aurélio.

- é claro que não.- Aurélio disse.- mas não posso negar que algo nela me intriga, você não sente?.

- seu amor por ela? A quilômetros.- Darcy mais uma vez riu.

- não seu idiota, to falando do fato dela esconder algo, eu sinto isso, e isso me intriga.- Aurélio disse bebericando seu café.

- porque você é sempre tão desconfiado em relação a mulher?.- Darcy pergunta intrigado.

- mulheres têm rostos bonitos, muitas vezes usam isso contra nos homem meu amigo, não confio nas mulheres, nenhuma das quais eu conheci me deu motivos para confiar, como fazer algo que nunca aprendeu?.- Aurélio responde natural.

- meu pai me ensinou uma coisa quando jovem, se não demos motivos e não confiamos nas mulheres, elas não darão motivos e não confiaram em nos homens.- Darcy falou.- nós homem fomos e somos, na maior parte da vida, o carrasco da mulheres, temos que saber respeita-las para sermos respeitados Aurélio.

- interessante.- foi a única coisa que Aurélio falou.

- é isso que tens a dizer?.- Darcy perguntou abismado.

- você quer oque? Um discurso?.- Aurélio sorriu.

Longe dali julieta estava sentada no sofá da sua casa junto a alisa, as amigas moravam no mesmo prédio, andares e apartamentos diferentes, porém o prédio era o mesmo.

Julieta dizia a eliza como estava cansada, cansada de ser forte, cansada de tudo...

- você vai ver como ele vai melhorar julieta.- eliza falou, estava junto a julieta nessa luta por Camilo a mais de um ano, e quando o menino piorou foi um baque pra ela, quem dirá pra julieta que era a mãe do pequeno.

A relação de julieta e eliza só se fortalece, juntas elas passaram por muitas coisas, e continuaria assim, nada abalada essa amizade, essa cumplicidade.

- será que vai?.- julieta realmente tinha essa dúvida, ela vai como Camilo estava mais magrinho, desanimado...

- não fale isso, aprendi com você que a esperança e tudo oque precisamos pra seguir em frente, não perca a sua.- eliza disse tentando segurar as lágrimas que insistiam em querer brotar em seus olhos.

- eu só queria meu menino curado.- julieta desabou em um choro silencioso.

- ele vai está, juntas vamos conseguir esse dinheiro julieta, você vai ver.

- como vamos conseguir eliza? Camilo não pode mais esperar, a cirurgia e cara, eu não tenho condições.- julieta se desespera.- eu não posso perde-la, eu morro com ele eliza.

- ele não vai morrer, Camilo tem seu sangue forte, ele é forte julieta, acredite.- eliza já não tentava impedir que as lágrimas descesse de seus olhos.

- eu acreditei esse tempo todo, e nada aconteceu.- julieta disse exausta demais.

- porque você não pede um aumento ou um empresto ao seu Aurélio?.- eliza fala como se fosse algo simples.

- eu estou nessa empresa a menos de um ano eliza, não sou louca a esse ponto.- julieta falou cansada.

- acha que ele não daria?.

- ele parece me odiar, então é, eu acho que ele não daria.- julieta fala.

Desde que começou a trabalhar nessa empresa não tem um dia em que Aurélio não seja um completo idiota com ela.

- seus ex sogros.- eliza fala derrepente assustando julieta.

- oque... não.- julieta se levanta de pressa.- eu não vou ir até eles.

- eles podem ajudar, você acha que eles não ajudariam a salvar a vida do próprio neto?.- eliza perguntou perplexa.

- eles me odeiam eliza, nunca me ajudariam...

- não custa tenta...

- vão me humilhar...

- por Camilo vale a pena.- eliza tocou no ombro de julieta.- eu posso ir com você.

- eu não sei se devo...

- você deve.

- eu devo....eu vou, meu filho merece que eu tente de tudo, mas você não irar, isso é algo que eu preciso fazer sozinha.- julieta colocou sobre seu corpo o colete a prova de amor que Camilo reforçava todos os dias.

Julieta estava abraçada a eliza, as duas choravam, elas sentiam uma a dor da outra, uma o sofrimento da outra

- eles são minha última opção....


Notas Finais


Até outro dia meus amores.

Espero que tenham gostado do cap.

COMETEM OQUE ESTÃO ACHANDO POR FAVOR ❤😍😘🤭😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...