História Apenas uma noite- Imagine Yoongi (suga) - BTS - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Kim Namjoon (RM), Lisa, Min Yoongi (Suga)
Tags A Gust D/ Suga, Bangtan Boys, Black Pink, Bts, Romance
Visualizações 361
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me digam se gostam ou não? Quando querem e o que querem, acho que não estou agradando.

Capítulo 5 - V


Fanfic / Fanfiction Apenas uma noite- Imagine Yoongi (suga) - BTS - Capítulo 5 - V

Quando ele pede desculpas,fico surpresa, ele não parece o tipo que homem que pede desculpas, mesmo quando está errado.

Cruzo meus braços e o olho séria, fazendo ele sorrir.

-Não vai pedir?.

-Me desculpa Yoongi- digo bem alto, praticamente grito.

-Aí! Aí!  Tá bom, por quê gritou? Garota maluca- Ele coloca as mãos em seus ouvidos.

-Exagerado! - Sorri.

-Consegui te arrancar um sorriso?- Ele sorri.

-____-Lisa entra na sala- A Jenny tá passando mal e vou leva-la ao hospital com o Namjoon.

-Precisa de ajuda?- Yoongi parece preocupado.

-Não,Tchau ____- Lisa sai da sala. E eu? Eu fico com olhando para ele sem entender.

-Esqueci que você não fala coreano - Ele sorri- Ela disse que a Jenny vai para o hospital com o Namjoon e ela.

-Que droga!- digo ao perceber que não sei onde estou, e não sei como voltar para o hotel.

-O que foi?- Ele se senta- Não sabe como voltar para casa?

-É, mais ou menos isso- Pego meu celular e ligo para minha mãe, em vão, pois ela não atende.

-Quer que eu te leve? - E novamente estou surpresa- A gente tá no mesmo hotel.

-Senhor Yoongi- Um homem entra na sala- O carro está.

-Esta dispensado por hoje- Yoongi se levanta- Vou leva-la.

-Claro, com licença- Ele sai. E eu estou novamente sem entender.

-Você precisa aprender coreano, não sou seu tradutor - Ele se levanta- Vamos logo antes que eu mude de idéia.

-Por que é tão ignorante? Estava bem legal até poucos minutos atrás, agora só está parecendo o mesmo babaca de antes.

-Talvez seja porque eu sou o mesmo babaca de antes- Nós saímos e vários paparazzi vieram na nossa direção- Entra no carro.- Ele diz e assim eu faço.

-Não parece gostar de paparazzi.

-E não gosto! Sempre colocam o que querem nos jornais e sujam minha imagem com as garotas.- Ele diz olhando para a estrada.

-Seu problema são as garotas? ou a falta delas? - sorri.

-Olha para mim, você acha que falta alguma mulher? - Ele acelera- Não é a falta delas, tenho todas, basta eu querer.

-Não se iluda você não é tudo isso - Coloco o sinto de segurança.

Tá.. Eu sei, ele é tudo isso e um pouco mais, mas ele não precisa saber disso!

-Tem razão- Fico surpresa- Tem uma mulher que não me quer, e se ela não me quer, não sou bom o bastante.

Se estou curiosa? Sim,  muito! Quem é essa mulher que não quer Min Yoongi? Minha curiosidade vai acabar me matando,perguntar não ofende.

-E quem seria essa mulher?- Ele sorri de lado.

-Você não precisa saber, não agora.

O que ele quis dizer com "não agora"?, Yoongi é um livro que nem abrir eu consigo.

[...]

Quando vou entrar no meu quarto Yoongi segura minha mão.

-Aaa - sorri- Obrigada!

-Você sabe que vou querer algo em troca, não é? - fico surpresa.

-Não! Eu pensei que você tivesse feito isso porque fosse uma pessoa legal e gentil.- Invento uma desculpa, mas sei que ele não vai acreditar.

-Eu pareço uma pessoa legal e gentil?- Ele solta meu braço- É o seguinte,por motivos pessoais eu estou querendo me livrar de uma mulher, e quero que você finja ser minha namorada.

-Não, não, não mesmo- Yoongi sorri.

-Você tem uma dívida comigo.

-Entra Yoongi- O puxo para dentro.- Você vai insistir nisso, não é?

-Sim- Ele me olha sério.

-Eu preciso pensar, e se isso acontecer vai ser um namoro sem beijo, sem sexo, sem toques, e eu quero saber quais são seus motivos pessoais.-Me mantenho firme.

-Você acha que eu quero algo com você?- Ele ri-Não se iluda, você não faz meu tipo, só quero que você me ajude nisso.

-Ok Yoongi- Me senti- Pode ir embora.

-Boa noite- Ele se levanta e sai.

Sei que vou me arrepender de ter feito essa escolha, mas o que seria da minha vida se eu não fizesse escolhas erradas?

[...]

Acordo com meu celular tocando.

-Alô.- Digo sonolenta.

-Filha você viu o que saiu nos jornais de Incheon?

-Não mãe, e não me interessa.

-VOCÊ ESTÁ NOS JORNAIS- Ela praticamente grita.

-Eu o que?- Grito.

-Com o rapper Suga.

-Não é possível.

-Quando pretendia me contar?

-Te contar o que?

-Que está namorando com o Suga, esses dias saiu uma matéria nos jornais dizendo que ele estava comprometido com Hae-in

-Então é ela?

-Ela quem? 

-Tchau mãe, tenho que desligar.

Yoongi já contou para imprensa sobre o nosso "namoro"?Mas que porra!

-Saco!- me sento na cama.

Meu celular toca novamente,mas dessa vez a ligação é do Namjoon.

-____? Olha desculpa por ontem a Lisa não deixou eu falar com você e esqueceu que você não é coreana

-Namjoon- O interrompo- Está tudo bem, é eu dei um jeito de voltar.

-Que bom, quero saber uma coisa,você tá namorando com o Suga?

-Então sobre isso, eu não tenho nada a dizer.

-Nada a dizer?

-É... Te ligo depois, eu vou tomar um banho.

-Ta.

Entro no banheiro, lavo meu rosto, escovo meus dentes.

-Eu preciso me depilar? - Pergunto para mim mesma.- Sim, eu preciso.

Volto para o quarto, pego minha maleta e volto para o banheiro.

-Que comece a tortura.

        ~~~~~

Saio do banheiro, me seco e me enrolo na toalha.  Ouço a campainha tocar várias e várias vezes, e mesmo estando de toalha corro para abrir a porta,pensando que poderia ser o serviço de quarto.

-O que faz aqui?- Pergunto ao ver aquele pálido  na minha frente.

-Quero falar com você.- Ele entra e eu fecho a porta.

-Espero que você saiba que eu tenho uma vida, e que você não pode entrar assim, e se eu estivesse com alguém, ou se estivesse algo meu que você não possa ver.

-Tem algo que eu não possa ver?- Ele me olha confuso.

-Não!

-Você vai sair comigo, essa noite.

-Não vou não, hoje tenho um jantar com minha mãe- Sim! É mentira.

-Então você vai cancelar, ou nós vamos jantar com sua mãe.

-Eu cancelo, mas você pode sair? Ir embora?

-Aa - Ele sorri- Eu não tinha visto, até mais ____.

-Espera- Ele se levanta- Quando é o jantar?

-20:30, em ponto, sem atrasos- Ele passa por mim- Outra coisa, se esforce para tentar ficar bonita, ok?

-Cala essa boca!- Ele ri e sai.

Ele é um babaca. E sobre eu ter dito que me arrependeria, bom, não passou nem tanto tempo e eu já estou arrependida, MUITO arrependida.


Notas Finais


Obrigada, bjoos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...