1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas uma soneca (Happy Birthday Acedia - Imagine) >
  3. Capítulo Único; é o melhor presente

História Apenas uma soneca (Happy Birthday Acedia - Imagine) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um ano escrevendo para o Acedia, estou emocionada ^^
Lembro claramente da que escrevi ano passado e estou muito feliz por escrever esse ano também, eu amo esse demônio preguiçoso e macio, só quero abraçar ele e encher de mimos

A história pertence ao jogo Yume Oukoku, qual não tem categoria no Spirit, mas espero que um dia coloquem :3 por favor, Spirit

Boa leitura!

P.S: imagem da capa oficial do jogo

Capítulo 1 - Capítulo Único; é o melhor presente


O demônio de estatura média com curtos cabelos esverdeados e pequenos olhos claros, vestindo um moletom negro e calças de mesma cor, assim como fofas pantufas azuis, sem contar a marca registrada de um demônio: asas negras de morcego, chifres pontiagudos e uma cauda pontuda. Acedia, um dos príncipes de Votalia e demônio representante da preguiça, também responsável por punir os pecadores do pecado qual representava, além de ser o aniversariante do dia.

 

O rapaz caminhava pelas corredores do castelo onde morava com seus irmãos, bocejando enquanto quase se arrastava até a sala de reuniões onde havia sido chamado. Acedia preferia passar o dia todo na cama, mesmo que precisasse trabalhar, já que ordenava seus subordinados deitado na cama e odiava quando precisava se locomover para outro local.

 

Mesmo que hoje fosse seu aniversário, o trabalho não descansava e ainda precisava punir transgressores da preguiça qual representava. Algum tempo atrás, Acedia recebeu uma mensagem de seu irmão Vashti, chamando-o com urgência a sala de reuniões, fazendo o preguiçoso demônio se arrastar por escadas e corredores, rumo ao local indicado.

 

Tudo que Acedia queria era permanecer na cama abraçando seu travesseiro, um olho dormindo e outro atento às ordens que precisava dar, mesmo que dormir sempre acabasse ganhando. Mesmo assim, aqui estava o rapaz, cumprindo o pedido de seu irmão e se arrastando meio dormindo até a sala de reuniões.

 

Não demorou muito para o rapaz chegar, girando a maçaneta e abrindo lentamente a porta, deparando-se com a sala enfeitada por itens de festa, como morcegos pendurados, confetes negros e um globo vermelho. A mesa de reuniões estava recheada de guloseimas, como cupcakes envenenados, ponche de olhos e outras iguarias favoritas de Acedia e seu irmão Grad.

 

— Feliz aniversário! — Vozes em uníssono gritaram assim que notaram a presença tranquila e silenciosa do aniversariante, fazendo ecoar pela antiga sala.

 

Diste de Acedia estavam alguns de seus irmão, Vashti e Vedy. O primeiro sendo o representante da ganância, um rapaz alto de curtos cabelos claros e intensos olhos verdes, vestindo uma camiseta rasgada vermelha junto de uma jaqueta de couro negra, além de calças e botas de mesma cor; o outro representava a inveja, um rapaz alto de curtos cabelos verdes e intensos olhos vermelhos, vestindo uma camiseta branca junto de um casaco escuro, assim como calças pretas e botas de mesma cor, ambos com asas de morcego, chifres e caudas pontudas.

 

Ao fundo estavam mais dos sete irmãos demônio, Las tentando conter Grad de comer tudo antes do parabéns. O primeiro representava a luxúria, um homem alto de curtos cabelos negros com profundos olhos rosas, vestindo uma camiseta aberta branca junto de uma jaqueta escura, assim como calças roxas e botas rosas; o outro representava a gula, um rapaz alto de curtos cabelos negros e pontas azuis com pequenos olhos claros, vestindo uma camiseta cinza junto de uma jaqueta preta, assim como calças e botas de mesma cor. Ambos com suas características específicas nas asas, chifres e caudas.

 

Encostados na parede ao fundo estava os demais irmãos, Ira e Superbia. O primeiro representava o pecado da ira, um homem alto de curtos cabelos azuis e intensos olhos dourados, vestindo uma camiseta azul junto de uma jaqueta escura de couro, vestindo uma calça e botas de mesma cor; o outro representava o orgulho, um homem alto de curtos cabelos negros e olhos com heterocromia, sendo um azul e outro dourado, vestindo uma camiseta estampada junto de um colete preto, assim como caldas de couro e sandálias de mesma cor. Assim como os demais irmãos de mesma espécie, asas, chifres e caudas.

 

— Obrigado. — Acedia disse em um tom arrastado e sonolento, sorrindo lentamente enquanto olhava seus irmãos de forma afetuosa, adentrando a sala de reuniões — Meus irmãos.

 

— Nosso irmãozinho merece uma surpresa. — Vashti comentou em um tom animado, sorrindo largamente enquanto se aproximava de seu irmão, levando a mão até as costas do menor — Preparamos tudo do melhor, sua comida favorita, os melhores presentes…

 

Antes que o irmão ganancioso pudesse falar alguma coisa, o irmão preguiçoso se afastou da mão acolhedora de seu irmão mais velho, caminhando de forma lenta e sonolenta para longe. Com os olhos quase fechados, Acedia se arrastou enquanto bocejava até um sofá não muito longe, sentando-se no objetivo e apoiando a cabeça em algo macio que não notou o que era.

 

Sentava no sofá estava você, cansada de ajudar os irmãos demônio a organizarem a pequena festa surpresa, decidindo descansar um pouco, porém não contava com isso. Com os olhos quase fechados, o aniversariante deitou no sofá sem notar ela, descansando a cabeça em seu colo sem notar.

 

— Esse cheiro é familiar, é reconfortante… — Acedia sussurrou de forma sonolenta, virando o corpo para cima e sentindo esse aroma familiar, abrindo os olhos e olhando diretamente nos seus — Princesa, eu sabia que era familiar.

 

— Feliz aniversário, Acedia. — Disse com um sorriso sutil e uma risada doce, olhando diretamente nos olhos do rapaz e recebendo um sorriso igualmente inocente dele — Vai dormir?

 

— Apenas uma soneca. — O aniversariante sussurrou novamente de forma sonolenta, fechando os olhos e virando o rosto, aconchegando em seu corpo — Aqui está bom, é confortável e quentinho, me faz querer dormir…

 

Após sussurrar as últimas palavras de forma sonolenta e preguiçosa, um sutil ronco pode ser ouvido logo em seguida, mostrando que o rapaz havia pegado no sono em seu colo. Esboçou um sorriso bobo ao ver a cena, não era a primeira vez que Acedia dormia perto ou com você, então tudo que conseguiu fazer foi sorrir enquanto acariciava o cabelo dele.

 

— Nós organizamos tudo para uma festa perfeita com tudo do melhor. — O demônio da ganância começou a falar em um tom revoltado, cruzando os braços e olhando torto para o irmão — Ele troca a nossa surpresa para dormir no sofá.

 

— Acho que com quem ele está é melhor do que todos os presentes do mundo. — O demônio da Ira respondeu com seu típico tom sereno, sorrindo sutilmente para a imagem de seu irmão adormecido.

 

Todos os irmãos viraram seus rostos em direção ao irmão preguiçoso, encarando-o de forma feia, tanto por ter trocado a festa planejada com carinho pelos demais, quanto por quem ele havia trocado. Mesmo que ninguém dissesse nada, estavam se corroendo e desejando trocar de lugar apenas alguns minutos, mesmo este sendo o melhor presente que Acedia poderia querer.

 


Notas Finais


Queria fazer algo fofo e engraçado com todos os irmãos demônio, ao mesmo tempo com uma cena macia com esse neném, espero ter conseguido ^^

Obrigada a quem leu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...