1. Spirit Fanfics >
  2. Apocalipse Zumbi - Interativa >
  3. Nossos Últimos Momentos

História Apocalipse Zumbi - Interativa - Capítulo 46


Escrita por:


Capítulo 46 - Nossos Últimos Momentos


Pentágono, 21 de Novembro de 2023.

20:15.

P.O.V. MILANA

Não sabia mais por onde correr, pois eu já estou correndo desses zumbis há minutos sem parar. Agora, neste exato momento, vários zumbis estão correndo atrás de mim. Até que finalmente consigo despistar eles dobrando para outro corredor. Seguro minha respiração para eles não ouvirem nada, até que alguma mão toca em meu braço, me fazendo gritar de medo. Esse zumbi que segura meu braço leva um tiro no crânio no momento em que ele iria me morder. Olho para o lado, e vejo que quem havia acertado o tiro havia sido o meu pai Bob. Atrás dele, estava Ezra. E então, ele corre e me carrega no colo. Meu pai Bob ficava olhando para trás para ver se não havia nenhum zumbi atrás da gente enquanto Ezra me carregava no colo.

P.O.V. HANNY

Eu não sentia nada naquele momento, e enquanto isso, Shuhua me ajudava a correr dos zumbis que corriam atrás da gente. Até que num momento, encontramos Bob, Ezra e Milana.

— Cadê a Mi? — Pergunta Ezra, e então algumas lembranças vem na minha cabeça. Lembranças essas que são de Mi sendo devorada pelos zumbis. Mas mesmo assim, eu não conseguia chorar.

— Depois explicamos. Vamos!! — Diz Shuhua, e então nos preparamos para correr.

— Não!!! Tem zumbis na nossa frente e atrás, teremos que matar eles. — Diz Bob.

— O quê?! — Diz Shuhua.

— Ele está certo. — Diz Ezra. — Se armem.

— Não estou com minha arma aqui. — Diz Shuhua.

— Então deixe que Ezra e eu cuidemos disso. — Diz Bob, e então os dois usam suas armas para atirar nos zumbis que vinham na frente e atrás.

P.O.V SARAH

Um ódio toma conta de mim ao perceber que faltavam dez minutos para o Pentágono explodir.

— QUE MERDA VOCÊ FEZ, CARALHO?! — Digo, apontando minha arma na cabeça do louco.

— Não faz isso, Sarah!! — Diz Samuel.

— Vá se ferrar! — Digo ao puxar o gatilho, mas não havia bala.

— Você iria realmente matar ele?! Tô achando que quem é a louça aqui é você!! — Diz Samuel.

— Desculpa. — Digo.

— Tenho um arsenal de armas, e ele está do lado do louco. Vamos pegar e fugir daqui o mais rápido possível!! — Diz Samuel, indo em direção ao arsenal. Mas então, o louco é mais ágil; ele pega uma pistola do arsenal de Samuel e aponta em Samuel.

— Falei que não deveríamos confiar nele. — Digo enquanto Samuel se afasta vagarosamente.

— Eu disse que não era pra ele ter tentado fazer aquela cura!!! Aquele velho sempre foi ruim no laboratório!!! Eu avisei a ele! Mark avisou a ele! Mark avisou a ele! Mark avisou a ele! Mark avisou a ele! Eu, Mark, avisei a ele! Mas ele nem ligou, e agora o mundo está dessa forma! E vocês nunca me trataram bem. Nunca!! Tudo isso é culpa de vocês! Seu avô mereceu aquela morte, Sarah. — Diz o louco, apontando a arma para Samuel, e então puxa o gatilho

P.O.V. TAYLOR

Começo a procurar o quarto onde Misty e Nevasca estavam, e por sorte, todos os corredores pelo qual eu já havia passado estavam vazios. Até que chego num corredor onde tem alguns zumbis, e acerto tiros de escopeta no crânio de todos eles. Um respingo de sangue cai em meu rosto, e então eu limpo e continuo procurando minhas cadelas.

P.O.V. BETTY

Bob, Ezra, Hanny, Milana e Shuhua chegam no terraço, e várias pessoas ficam felizes com a chegada deles no local. Até que noto a falta de uma certa pessoa; Samuel.

— Gente, o Samuel ficou lá embaixo!!! — Digo.

— É mesmo!! — Diz Nicole.

— Desejamos toda a sorte do mundo a ele. — Diz Adhara.

P.O.V. SCOTT

O louco puxa o gatilho da arma, mas não acontece nada.

— Se esqueceu de recarregar, seu idiota. — Digo, e então atiro no peito esquerdo do louco, fazendo com que ele caia para trás.

Me aproximo do louco, e noto que havia um pequeno caderno em seu casaco. Pego o caderno, e percebo que era um diário. Coloco esse diário em meu casaco e, ao pegar a arma que o louco estava na sua mão, entrego para Samuel.

— Obrigado. — Agradece ele pegando a arma e entregando para Sarah, e então o mesmo pega sua mala que estava com seu arsenal de armas lá dentro. — Prontos?

— Sim. — Diz Sarah.

— Eu nasci pronto. — Digo, e então Samuel aperta um botão, e a grande porta começa a se abrir.

Vários zumbis entram na Sala Principal, a começamos a matar eles rapidamente. Até que alguns minutos depois apenas matando aqueles zumbis que entravam na sala, finalmente aquilo tudo acaba. Saímos da Sala Principal, e percebemos que não havia mais zumbis por lá. Então corremos bastante, até chegarmos no terraço.

— Sabia que conseguiria! — Diz Adhara com um sorriso em seu rosto enquanto abraça Samuel. E então, Nicole e Miles também abraçam ele.

— Conseguiu!!! — Diz Shuhua feliz ao abraçar Sarah.

Ninguém me abraçou.

Ok, estou acostumado.

— Falta apenas a Taylor. — Ouço Denny dizer sozinho.

— Tô muito preocupado com a Taylor. — Diz Yoongui.

— Vamos, Taylor... eu confio em você. — Diz Henrry. — Sei a mulher forte que você é.

P.O.V. TAYLOR

Entro em vários quartos, mas nada delas.

Irei subir apenas quando encontrar elas!

Até que, ao entrar num quarto, finalmente encontro minhas duas cadelas. Elas pulam em cima de mim de tanta felicidade ao me ver, e eu começo a acariciar elas.

— Agora vamos, meninas... estamos num apocalipse, infelizmente não há tempo para brincadeiras. — Digo, e então ouço um alarme aumentar de som.

— Faltam cinco minutos para a auto-destruição. — Diz a voz robótica.

— Puta que pariu... vamos!!! — Digo, e então saio com Misty e Nevasca.

No momento da minha maratona, percebo que havia um zumbi em minha frente, mas acerto um tiro em seu crânio e continuo correndo.

Faltava pouco para chegar no terraço, eu sentia que iria conseguir, pois o espírito de confiança e fé sempre esteve aceso em meu coração, e essa luz é algo que nunca irá se apagar.

Vários zumbis surgem do nada, o que dificulta mais ainda a minha fuga. Começo a atirar nos zumbis, e recarrego as últimas balas na minha escopeta, até que finalmente consigo matar todos os zumbis.

Ouço um barulho esquisito vindo de trás. E ao virar-me, um zumbi pula em cima de mim, e eu acabo caindo no chão e deixando minha arma cair para o lado. Empurro seu rosto para ele não me morder, mas seus dentes estavam sempre batendo no momento em que ele abria e fechava sua boca repetidamente.

Com ele quase mordendo meus dedos, minha cadela Nevasca morde o pescoço do zumbi, o jogando para o lado. Ela começa a morder sua podre cabeça, e eu fico em pânico.

— Sai, Nevasca!! Sai! — Digo, e então ela sai de cima do zumbi. Pego minha arma, e gasto minha última bala na cabeça do morto-vivo.

Nevasca começa a dar latidos agudos, e ela cai dura no chão, até fechar os seus olhos.

— Nevasca!! Por favor, não se vá. Fique aqui comigo! — Digo enquanto começo a chorar. E ao olhar para o seu corpo, vejo suas veias estufando e se tornando cinzas e escuras. Ela começa a se destorcer, e então eu me afasto dela. Ela se levanta com os seus olhos já brancos, e então corre em direção a mim com o intuito de morder. — Me desculpe. — Digo, e então chuto sua cabeça, fazendo com que eu jogue ela para outro canto. — Vamos, Misty! — Digo, e então corro com Misty para o terraço.

— Vamos!! Cada grupo fica em um helicóptero!!! Vamos meter o pé daqui! — Diz Denny, e então cada parte do nosso grupo entra num helicóptero diferente.

P.O.V. HANNY

No mesmo momento em que pilotamos o helicóptero para cima, os zumbis chegam no terraço. E então, nos afastamos rapidamente do Pentágono. De longa distância, vejo Mi. Ela estava com seus olhos brancos, já infectada. Ela olhava para mim... até que então o Pentágono explode.

Miami, 21 de Novembro de 2023.

20:15.

P.O.V. ???

Que merda!! Agora não tem como seu sair dessa ilha! Estou preso nessa merda!

Começo a chutar a areia da ilha pelo tamanho da raiva que eu sentia naquele momentos

Tudo culpado daquele velho, daquele maldito velho!!! Ele, na tentativa de criar a cura da sua doença que era AIDS, acabou criando esse apocalipse.

Que bom que sua neta acha que ele morreu por causa de sua doença.

Mal sabe ela que aquele velho havia sido o primeiro infectado.


Notas Finais


Esse capítulo é um tapa na cara daqueles que dizem que fanfic longa é chata!

Eita que algumas coisas sobre o começo do vírus já estão sendo descobertas!!

Teremos capítulos novos um dia sim e um dia não.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...