1. Spirit Fanfics >
  2. APOCALYPTIC HELL - Carl Grimes >
  3. 04. Estamos presos

História APOCALYPTIC HELL - Carl Grimes - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - 04. Estamos presos


Fanfic / Fanfiction APOCALYPTIC HELL - Carl Grimes - Capítulo 6 - 04. Estamos presos

𝐀𝐋𝐘𝐒𝐒𝐀 𝐖𝐀𝐋𝐃𝐎𝐑𝐅


○●○●○●


Havíamos saído da cidade a algum tempo. Morgan e seu filho não vinheram com a gente, o mesmo disse que precisava de um tempo até que ele estivesse pronto e seu filho tivesse aprendido a atirar.


Depois de tentativas falhas de tentar o sinal pelo rádio, Rick parou o carro no meio da Rodovia.


ᅳ Acabou a gasolina.


Descemos do carro, eu peguei minha mochila e Rick pegou a bolsa com armas e um galão, caminhamos por alguns minutos até chegar em casa que, aparentemente só tinha ela lá.

Rick soltou as coisas no chão e se aproximou da casa.


ᅳ Oi! Tem um policial aqui fora, tem alguma gasolina aí?. − ele gritou mas ninguém respondeu.


Ele subiu as escadas da casa e eu o segui, ele bateu na porta chamando, fomos até a janela que ficava ao lado espiando. Assim que vi o que tinha ali do outro lado da janela, um cheiro podre invadiu minhas narinas causando um embrulho no estômago, fazendo com que eu me afastasse o mas rápido dali assim como Rick.


Dentro da casa estavam dois corpos, provavelmente dos donos da casa. Estavam com tiro na cabeça, na parede estava escrito uma frase e pela aparência dos corpos, deviam estar assim a bastante tempo.


O xerife foi até o carro que havia ali procurando a chave, mas não estava la. Ouvi um barulho e olhei na direção, era um cavalo. Eu e Rick nós entreolhamos.


Ele foi até o animal e conversou com ele até conseguir passar a corda, ele subiu em cima e pediu para que eu entrasse a bolsa de armas e seu chapéu.


ᅳ Agora é sua vez. − ele disse estendendo a mão, respirei fundo e peguei em sua mão, o mesmo me puxou pra cima. Quando já estava em cima, segurei firme na cintura do Rick para não cair, afinal eu nunca andei de cavalo.


ᅳ Ok, vamos de vagar. faz anos que não faço isso. − ele falou com o animal enquanto o fazia andar.


O cavalo começou a ir rápido e eu apertei ainda mais a cintura do mais velho.


ᅳ Você está me deixando sem ar. − ele falou enquanto o animal diminuía a velocidade.


ᅳ Desculpa!. − falei envergonhada soltando sua cintura, segundo apenas na blusa.


ᅳ Tudo bem!. − riu fraco. ᅳ Quando chegarmos em Atlanta, não precisará andar de cavalo. − ele falou, nós rimos enquanto o animal aumentava a velocidade aos poucos.


○●○●○●


A cidade estava um verdadeiro deserto, havia carros abandonados, lixos espalhados pela rua e prédios queimados. Tinha corpos pela rua em um estado de decomposição bem avançado.


Meia dúzia de zumbis começou a seguir o cavalo, Rick que também olhou pra trás e viu eles falou.


ᅳ Calma são poucos, nada que a gente não possa cuidar. − ele disse e continuamos o caminho.


O cavalo parou. Ouvimos um barulho e olhamos na direção do prédio, um reflexo de um helicóptero passou por ele. Rick fez um barulho com a boca e logo o animal começou a correr na direção onde o helicóptero estava indo.


Quando íamos virar a rua, vimos dezenas de cabeças podres. Era a maior horda que eu já havia visto até agora. Rick virou pra o outro lado mas apareceu mais deles e acabamos ficando cercados.


ᅳ Droga!. − ele falou 


Um deles tentou agarrar na minha  perna mas eu o chutei. O animal acabou se assustando e nos derrubou no chão, o xerife rapidamente me puxou pelo braço e os errantes começaram a se alimentar do pobre animal. Engatinhamos até entrarmos debaixo do tanque.


Chutamos as mãos daqueles que tentavam arrancar um pedaço da nossa carne, eu atirava de um lado e Rick do outro até ele abrir a porta do tanque, ele subiu me puxando junto consigo e fechou a porta.


Me encostei na lateral, respirando ofegante. Olhei para o xerife, o mesmo estava sentado perto de um militar zumbi.


ᅳ Meu deus... − ele falou respirando fundo em busca de ar.


O mesmo começou a procurar alguma arma no bolso do zumbi. Quando ele  alcançou a arma, o errante começou a se mexer. Eu me assustei assim como Rick que pegou a arma e atirou.


O barulho ecoou por todo o tanque, fazendo com que meus ouvidos ficassem zumbindo, olhei para o Rick atordoada e vi que o mesmo estava igual a mim.


Ele subiu em cima da cadeira empurrando a porta que tinha em cima a abrindo e fez um sinal pra mim subir também.


Assim que coloquei a cabeça pra fora, recuperei todos os sentidos. O xerife e eu ficamos observando os zumbis devorando o cavalo, alguns deles estavam batendo no tanque e subindo, vindo em nossa direção. Rick me pediu pra descer e fechou a porta descendo também.


ᅳ Você está bem?. − ele perguntou. Confirmei com a cabeça.


ᅳ Sim! E você?. − ele apenas confirmou.


O rádio começou a fazer um barulho e logo olhamos na direção.


ᅳ Ei vocês... é vocês aí no tanque. Tá confortável aí dentro.



Notas Finais


Eai, estão gostando?

Um beijo no coração de vocês!!

Até o próximo cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...