História Após as 12:00 - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Visualizações 14
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que vocês gostem deste capítulo

Capítulo 16 - Estrelas


Yui.on 

Como vocês sabem o Ayato dormiu um pouquinho, mas logo eu fui obrigada a acordar ele porque agente ia ter escola, a escola passou normal, não tinha nada de diferente, só as mesmas aulas chatas de sempre.
            Quando cheguei em casa fui direto para a cama porque logo depois de amanhã seria a viajem e eu tenho que arrumar a minha mala para ficar despreocupada. 

Quando eu acordei a MIku Sara já estava de pé, mas ela tava quase surtando.

- Que foi MIku?

- Yui, socorro! Eu não tenho nada pra vestir.

- Calma, claro que você tem.

- Não, não tenho.

- Deixa eu ver.

Eu olho o guarda roupa dela e ela só acha que não  tem nada pra vestir.

- Espera, deixa eu fazer uns conjuntos pra você.

Eu montei alguns looks e ela me deu um abraço.

-Obrigada Yui!!

- De nada, agora eu vou cuidar da minha mala.

Começo a arrumar e termino um pouco antes do almoço, eu fico ajudando a Miku e logo estava tudo feito, então ficamos batendo um papo.

- Miku, você gosta de alguém?

- Acho que ainda não Yui, afinal, você ficou aqui um tempo antes de se apaixonar pelo Ayato.

- É verdade, mas se por acaso você acabar gostando de alguém da escola me avisa que eu falo se está disponível ou não.

- Ok

Depois de mais um papo batido fomos para o almoço que foi bem tranquilo na verdade,  nenhum aviso, briga, nem nada. Depois que o almoço acabou eu resolvi dar uma passada no quarto do Ayato.

- Oi Waffle.

Assim que entrei vi ele deitado na cama, acho que tirando um cochilo depois do almoço

- Ei Ayato- vou chegando mais perto- Ayato.

Dou um beijo na testa dele, ele abre aqueles lindos olhos e diz:

- Oi Panqueca-com voz sonolenta- o que você veio fazer aqui.

- Passar um tempo com você- dou um beijo nele- e perguntar se você já arrumou sua mala.

- Pra que mala?

- Ayato, agente viaja para Londres amanhã.

- Aé, eu tinha esquecido completamente.

- Como você consegue esquecer uma coisa dessas?

- Fácil, pensando na coisa mais feliz que apareceu na minha vida.

- O que é?

- Você né sua boba.

- Que fofo!- Puxo ele e dou um beijo.

- E também em outra coisa.

- O que?

- Em quantos filhos  agente vai ter no futuro.

Eu corei com essa afirmação.

- OK, ok, eu aceito a sua dispersão, agora vamos arrumar a sua mala antes que eles vão sem você.

- O que eu faria sem você?

Começamos a arrumar a mala dele e terminamos perto das 17:15, ele tinha realmente muita roupa, mas de qualquer forma hoje faltaríamos ao colégio devido a viajem que aconteceria cedo.

- Waffle...

- Sim Panqueca.

- Posso ficar a noite aqui?

- Pode, mas por que?

- Eu preciso de tanto motivo pra querer estar com você?

- Não, por mim você ficava do meu lado para sempre, mas se o Reji nos descobre já era.

- Por mim eu me mudava pra cá também, eu te amo demais Ayato.

- Eu sei.

- Convencido, vai ficar sem beijo pra aprender.- falo sorrindo brincalhona.

- Ahh, não faz isso comigo,  faço o que você quiser.- ele fala entrando na brincadeira.

- Sério.- pergunto.

- Sério.

- Então vamos fazer assim, você faz takoyakis pra mim e depois pode me pedir qualquer coisa.

- Qualquer coisa?

- Sim.- falo decidida.

- Feito.

Depois disso eu não beijei mais ele porque conhecendo o Ayato talvez ele fosse falar que já que eu já dei o beijo não  precisava mais então eu só deitei nos braços dele e fiquei lá,  ele fez carinho no meu cabelo e isso me passava calma e conforto, fomos jantar e eu avisei a Miku que ia para o quarto do Ayato e ela só concordou com uma carinha maliciosa, mas ele não sabe do nosso acordo, então não vou fazer nada até ele me dar os takoyakis.

Yui.off

Miku.on

A Yui vai passar a noite no quarto do Ayato e eu acho que algo vai rolar, aqueles dois são muito fofos e eu acho que eles combinam super, a Yui me perguntou de manhã se eu estava gostando de alguém e talvez bem talvez eu esteja, mas não vou fazer nada ainda porque eu não conheço direito então talvez na viajem eu possa conhece-lo melhor, mas por enquanto vou dormir. Eu me virei de um lado para o outro mas o sono não vinha, então eu decidi dar um rolê noturno e fui para os jardins,  lá eu encontrei a Bela Adormecida.

- Acordado a essa hora Shu?- resolvi não encher o saco, ele ainda não fez nada.

- Você está usando a sala de piano a tarde, então venho para o jardim a noite.

- Mas a viajem é amanhã.

- Eu dou conta.

- Eu falei que você não ia ficar sozinho então vou sentar aqui com você.

- Ok.

- Shu, por que você olha tanto o céu?

- Para ver os milhões de mundos e constelações que existem.

- É lindo.

- Ver o céu me deixa calmo, eu me sinto em paz.

- Eu também.

De repente me bateu um frio, eu estava só de camisola, acho que o Shu percebeu porque ele chegou mais perto e passou o braço por cima de mim, acho que tentando  me aquecer.

- Obrigada.- eu disse sem desgrudar os olhos do céu.

- De nada.

Continuamos assim até acho que umas 1 da manhã e eu resolvo ir para a cama, ele me leva até o meu quarto e vai para o dele.

- Realmente o Shu tem um lado fofo e protetor.

E  assim eu dormi em paz pensando nas  estrelas e em como os destinos são diferentes e que eu podia até não  ter conhecido nenhum dos Sakamaki e nem a Yui,e quanta sorte eu tinha por estar ali.

 

Continua... 

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem, e espero que minha história esteja agradando vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...