História Após um suicídio - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assasinatos, Japao, Morte, Rubi, Sexo, Suícidio, Violencia, Zack
Visualizações 11
Palavras 1.110
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Poesias, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - The honest truth


Fanfic / Fanfiction Após um suicídio - Capítulo 8 - The honest truth


[🔙]

Um dos homens me agarra pelos dois braços me arrastando para fora do apartamento

[🔜]

Colocam me em um carro preto , parecia bem filme de ação onde o vilão era apanhado , mas eu não era o vilão

Fico confusa o motivo por o meu pai ter me arrastado...Compreendo que ele nunca gostou do Zack...mas o agredir ? Como será q o Zack está agora ?

O carro continuava a seguir o seu percurso

Enquanto eu era encorralada por dois grandes homens em cada extremidade

Olhava as janelas e como pensava iriamos voltar pra casa

-O meu pai mandou vos fazer isso ?-Falei eu calma

-Não iremos falar sobre assuntos privados...

-Eu irei descobrir de qualquer maneira-respondi arrogante

O homem se encostou a mim

-O Presidente (meu pai) fez uma garota bem feita !-o homem falou pra o motorista e para o outro rindo

Apenas o encarei com um olhar matador , mas o q ia adianta ... eles eram 100 vezes mais fortes q eu

Me encostei e apenas via as ruas passarem

[>>>]

Entramos no portão grande da minha casa

Sai do carro e nem ofereci resistência , sabia q se o fizesse iria sofrer mais do que estava

Os homens me levaram pra o escritório do meu pai , que ficava no rés do chão da casa

Me empurraram pra lá fazendo com que eu caísse no chão

Liguei as luzes e elas , uma por uma , se foram acendendo

Olhava com atenção cada detalhe daquele rústico escritório

Entrava poucas vezes lá , apenas quando o meu pai me chamava , e sempre era pra me repreender

Não culpo o meu pai por nada , apesar de tudo eu até o compreendo

Meus pensamentos foram dispersos por uma batida na janela

-Rubi !-ouvi a voz do Hiroto suar do outro lado da janela

-Hiroto-olhei e sorri correndo para a janela

-Oque aconteceu ?

-O meu pai , ele me puxou pra cá

-Eu vou ai

-NÃO ,não podes ele ira te ver

O Hiroto coloca a mão no vidro , e eu coloco a minha mão "por cima" da dele

Deixei que um leve sorriso invadisse meu corpo , meu rosto corou e por algum motivo , no meio daquela situação, fiquei feliz por ver o Hiroto

Ouço a porta ser destrancada , logo fecho a cortina da janela principal e olho para a porta

O meu pai entra com alguns homens

-Filha !-ele fala caminhando para mim

-Eu não sou mais sua filha...

Me afastei dele até q ele parou de me perseguir

-Como vai a Sakura , Rubi ?-perguntou ele

As lágrimas correm lentamente por o meu rosto

-F-foi o senhor ?-pergunto eu limpando as lágrimas

-As minhas mãos NÃO são assassinas

O fitei com um olhar , não foi ele , mas sim algum dos homens dele

-Tu mataste uma pessoa inocente pra me ter ?-perguntei eu já soluçando devido o choro

-Eu ? Não...mas , Rubi ? Estás habituada com mortes em tua vida

Fiquei confusa , o meu pai parecia feliz por tudo aquilo

-Oque ?

-A tua mãe...ela m-o-r-r-e-u

Ele frisou bem a última palavra , as lágrimas e a raiva tornaram se mais fortes

-TU A MATOU ?-fecho meus punhos

-Não ahahah ela fez isso por mim

Meu peito dói , minha mãe...havia

-S-suicidou-se ?-pergunto eu

-A tua mãe sempre foi uma mulher inútil , não fazia nada de jeito , e tu és a prova viva , ainda , disso

-COMO VOCÊ OUSA FALAR ASSIM DA MINHA MÃE

-Pura verdade

O Meu pai , retira do seu bolso um envelope rosa , com algo que eu não consigo ler

-A tua mãe escreveu isto , pra , quando estivesse crescida , leres

Ele estendeu a mão e eu fui em direção á carta

Mas , o homem pega no envelope e coloca numa máquina de cortar papel

O MEU ÚNICO CONTATO COM A MINHA MÃE SE PERDEU

O choro invadiu tudo o q restava de mim , cai sobre o chão colocando a mão em minha cara

-Porque ? PORQUÊ -aumentei gradualmente o meu tom de voz e tudo parecia um silêncio

-Eu comecei a amar a tua mãe , perdi ao longo do tempo todo o interesse nela -o meu pai falava calmo e com um ar de cínico

-PORQUE ISTO ? TU NÃO ME AMA ?

-Eu te considero minha filha , por isso tu não pode fazer merda , então irás pra um sítio

-COMO É Q VOCÊ PODE FAZER ISSO ?-pergunto eu chorando cada vez mais

Os guardas do meu pai entraram e me agarraram pelos braços levando-me até ao meu quarto.

Me atiraram pro quarto , cai de novo , minha cara estava vermelha de todo o choro , olhei pra o canto

-HIROTO !

Corri para ele e o abracei deixando o choro invadir o meu rosto , e a sua camiseta se encharcava com as minhas lágrimas

-Oh linda !-ele passa a mão no meu cabelo

-Por onde começar ? Pela morte da minha melhor amiga causada pelo meu pai , o fato da minha mãe se ter suicidado ? ou o "novo" caráter do meu pai ... O Zack ? EU PRECISO O VER

-Calma

Me solto e me sento na cama , tudo desabara em mim por completo , todas as notícias estavam em um loop infinito na minha mente ... A morte da Sakura , o suicídio da minha mãe , a carta destruida , o Zack ... oque está acontecendo

Me recompôs e tentei pensar o que ia fazer . Um dos guardas voltou a entrar no meu quarto , e eu o encarei feio , o meu peito doía e minha respiração estava descontrolada

-Prepare tudo para a partida ...

-Que partida ?-perguntei

-Não posso responder

-QUE PARTIDA ? PRA ONDE ME VÃO LEVAR ?

-Menina , apenas faça o q eu estou pedindo

-ME RESPONDE [email protected]

-Se acalme , logo saberá

-Eu não irei fazer merda nenhuma , pode sair

Ouço um suspiro por parte do Hiroto , olho para ele e volto a encarar o meu pulso , que estava com a pulseira que o Zack me deu

Me encostei na cabeceira da cama e encarei o tecto

-Estou mal...-falo eu baixo

-Tudo irá passar...-o Hiroto se senta ao meu lado

Ele coloca a mão no meu rosto e fixa o seu olhar em mim

-Hiroto ?

-Eu sei !

Ele acarinha meu rosto , mas logo me retiro lentamente de perto dele

-Tudo está tão confuso

Me levanto e olho a janela , encarei o grande jardim na minha frente , avistei um carro chegando , engolo seco , e o Hiroto corre pra sair do quarto , olho a porta se fechar

Ouço uns passos pesados subindo as escadas , e o mesmo guarda entra e me puxa pelo braço

-Vamos


Notas Finais


Volteiiiii ♥ qualquer erro , me perdoem ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...