História Aposta para amar - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem desse cap <3
Boa Leitura :)

Capítulo 7 - Capitulo 7


01/05 Zurique- Suíça

Tentei acordar, juro que tentei, mas meu corpo não me obedecia mais. Eu estava tão cansada que nem tinha mais controle sobre meu corpo. E depois de alguns curtos segundos volto a dormir, sentindo toda minha estrutura óssea me agradecer por isso, não demorei muito para achar uma posição confortável para voltar a dormir, mas antes que isso acontecesse meu cérebro me acordou com um único pensamento: "Seu apartamento está para leilão". Meu corpo levantou sem eu nem ao menos pensar em levantar, apanhei o computador ao meu lado digitando o site de leilões para retirar minhas coisas de lá, que fiz em questão de segundos, não iria mais vender minhas coisas, e nem ao menos me mudar ou viajar.

Depois de tirar meu apartamento do site, não sentia mais sono e nem vontade de voltar para cama, eu tinha despertado de um jeito que meu corpo voltou a dormir muito rápido mas meu cérebro não, muito pelo contrario estava mais acordado que nunca. Sentia que não conseguiria dormir nem se eu quisesse já que quando estava quase dormindo pensava em alguma coisa que me fazia ficar acordada por mais tempo do que eu gostaria. Depois de três tentativas totalmente frustadas resolvi mexer mais no notebook quando o tal FernandesParis me mandou mais uma mensagem

Bate-Papo ON*

FernandesParis: Oi sumida rs
FernandesParis: Muito hétero escroto né? 

Um pouco... 
Como andam as coisas por ai?

FernandesParis: Tudo na mesma... E aí?  

FernandesParis: Ainda pensa em vir pra cá?

Td na msm tbm, tirando a parte que eu conheci umas pessoas novas.. 
Na vdd não mto, talvez só pra visitar e conhecer, mas não para morar entende? Acho que vou ficar em Zurique msm

FernandesParis: Bom se vc for msm vir pra cá, eu faço questão de pagar sua passagem.
FernandesParis: inclusive eu estive falando com a minha esposa sobre você, e ela quer te convidar para o aniversario dela vai ser em outubro, dia 14

Nss mas assim? Ela nem me conhece direito... Mas eu vou sim, não se recusa um convite desses né? 

FernandesParis: Bom ent se programe bem direitinho que eu faço questão de pagar sua passagem e hospedagem aqui.

Não pode deixar que eu pago, é mta gentileza mas eu pago, não deve ser tão caro assim...

FernandesParis: Bom, mas eu insisto... E não aceito não como resposta.

bem... Se é assim, ent eu  n vejo problema, mas não quero nenhum hotel mto caro, e dps eu vou te devolver todo o dinheiro

Bate-Papo OFF*

Não gostava de dever nada a ninguém, mas se eu não aceitasse ele não pararia de me encher o saco, e se tem uma coisa que odeio mais do que divida é pessoas me incomodando pela internet. Terminei de fazer o que tinha do meu trabalho, que era em domicilio graças a Rafael. Como não tinha mais nada para fazer em casa, resolvi sair um pouco. Ficar meia hora na rua não deve ser de todo mal, eu só teria que ir tomar banho, trocar de roupa, sair de casa... Não pensando melhor é mais fácil eu só chamar alguém para vir me fazer companhia, talvez o Rafa... Ou sei la a Gabie e a Jas... Mas acho que elas não iriam querer vir, vai o Rafa mesmo. 

Whatsapp ON*

Rafinha tu podes vir aqui em casa hoje? 
Tipo daqui a pouco?

O filho de uma santa me respondeu meia hora depois... Isso por que tava online

oi miga, n vai dar... 
Hj eu combinei de ficar com o gus
mals, mas chama a Gabie, acho q ela vai topar

Blz... Se ela n aceitar eu vo ai na sua casa te incomodar

Ta bom, se vc quiser ficar ouvindo o rangido da cama fica a vontade kkkkkkk

n vo mais tbm Rafa
Sabe q to na seca caralho
n precisa ficar fazendo inveja tbm ne 

vc quem sabe.. 
Tchau ele chegou

tchau Rafa, boa transa hahah

Whatsapp OFF*

Tentei chamar qualquer outro amigo meu antes de chamar a Gabie, já que por conta dessa aposta estava tentando me fazer me apaixonar por ela, o que honestamente me estressa um pouco. Mas enfim... Como nenhum dos meus amigos aceitaram vir aqui em casa, então chamei a Gabie. Podem até achar um pouco babaca da minha parte, mas eu não queria ela dando em cima de mim.

Whatsapp  ON*

Gabie, tu podes vir aqui em casa?

Posso, mas vou ter q levar minha sobrinha junto td bem?

Td, mas vem rapido to entediada

hmmmmmmm hahaha

Deixa de ser pervertida garota
Só quero alguem pra me fazer companhia

E me chamou?
Acho q ganhei a aposta

Ainda n to apaixonada por vc
to bem longe na vdd

vamos fazer o q ai?

Sla, acho q ver um filme só
nd d mais

Ta bom, ja chego ai
Mas eu escolho o filme

E Gabie, hj deixa essa aposta d lado prfv

como quiser madame :)

Whatsapp OFF*

Quinze  minutos... SÓ QUINZE FUCKING MINUTOS DEPOIS da ultima mensagem que mandei para ela ela me bate na minha porta com a Jas, ela estava linda ela estava com uma calça xadrez preta, e uma camiseta preta também, e um cinto que marcava sua cintura fina. Mas o que mais me chamou atenção foi que seus olhos estavam incrivelmente clarinhos hoje.

-Oi... -Sai da frente da porta para que elas entrassem, Jas saiu em disparada em direção ao meu sofá se jogando nele.

-Jas! Fica quieta!- repreendeu Gabie, enquanto eu ia para a cozinha

-Ta tudo bem, também faço isso as vezes...- Dei de ombros-Mas em outras ocasiões...- disse baixinho

-Thalita! -Disse me fazendo rir 

-O que foi? Eu não disse nada de mais! Eu faço isso quando volto da rua, ou do trabalho... Você que é pervertida e pensou besteira!

-O que?! Eu não sou pervertida! Você é mais!

-Você parece uma criança mimada assim- Disse em meio a uma gargalhada fazendo a mulher ficar um pouco brava

-Não façomais.- Cruzou os braços na frente do peito e fez bico , ela estava indo em direção a sala quando puxei seu braço fazendo seu corpo se chocar ao meu, ficamos mais próximas do que o permitido pelo meu espaço, eu sentia sua respiração descompassada bater quase em minha boca, por conta da pequena diferença de altura. De repente me pego pensando em como o beijo dela seria, senti vontade de matar minha curiosidade ali mesmo, neguei com a cabeça espantando tais pensamentos.

-V-vai sim! Ou vai comer brigadeiro queimado

Soltei seu braço devagar voltando a cozinha, procurando a pipoca de panela que tinha comprado ontem... Comecei a olhar todo minha dispensa até que achei. Na ultima prateleira, a pipoca estava muito alta para eu alcançar sozinha graças aos meus longos 1,55 de altura. 

-Gabie...- Falei me esgueirando na porta da sala- você pode vir aqui por favor...- Ela me lançou um olhar curioso andando em minha direção em seguida.

-Pega pra mim- apontei para a pipoca na ultima prateleira fazendo ela torcer o nariz- Por favor- fiz uma cara de cachorro que caiu da mudança fazendo ela revirar os olhos-Mas eu não alcanço, sobe em uma cadeira e pega ué!

-Ta, mas você vai segurar a cadeira por que ela é meio bamba.- Mandei. Ela apenas ergueu as mãos em sinal de rendição e eu dei um pequeno sorriso pela resposta.

Fui até a mesa de jantar e peguei qualquer cadeira, torcendo para não ser a quebrada. A alguns dias eu consegui lascar o pé de uma cadeira aqui de casa, mas em vez de consertar eu deixo ela lá lascada, com o pé quase quebrando.

-Pronto, agora segura pra mim subir Gabie- Assim que eu subi na cadeira ouvi ela estalar, merda. Peguei justo a quebrada... Que sorte...

Tentei me esticar para pegar o pacote até sentir a lateral da minha barriga doer

- Espera ta quase...- Sussurrei pra Gabie

Fiquei nas pontas dos pés mas ainda não alcançava, tirei um pé da cadeira, ainda na ponta dos pés, tentando alcançar. Senti o plastico do pacote e comecei a puxa-lo

- PEGUEI- falei alto erguendo as mãos perdendo o equilíbrio

Ouvi outro estalo da cadeira e senti meu corpo se inclinar para trás - Gabie?!- Falei antes de cair sentindo as mãos de Gabie indo de encontro a minha cintura e seu corpo amortecer minha queda

-Porra Thalita! Doeu!

Comecei a rir da expressão de indignação da loira, levando ela a começar a rir também. Não sei quanto tempo ficamos rindo, mas quando comecei a parar, percebi como aquela mulher que estava em mim era estupidamente linda, e como eu realmente queria descobrir como era seu beijo. Mas não o faria, ou não agora... Ou eu acho que não... Comecei a fitar sua boca e seus olhos que eram lindos. Senti minha cabeça se inclinar na direção de Gabie devagar, como se eu fosse beija-la. Ao mesmo tempo que isso acontecia meu cérebro gritava dentro de minha cabeça para eu parar e me afastar dela, mas eu não o obedecia. Continuava a avançar dela lentamente.

Eu gostaria de dizer que beijei a Gabriela, mas a Jas nos chamou antes. Interrompendo o quase beijo.

-Er... Desculpa...- Falei visivelmente sem graça

Ela apenas assentiu e suas bochechas coraram.

Acabei de fazer a pipoca, que saiu com algumas queimadas, e ficamos o resto da tarde e um pouco da noite vendo filmes. Acho que já era quase dez horas quando ela resolveu ir. Mas Jas já estava dormindo e como nenhuma de nós duas queria acordar ela, elas dormiram no meu apartamento. Gabie no meu quarto e Jas no de hospedes.


Notas Finais


Oiiiiiiii espero q tenham gostado
Me falem o que estao achando da fic, e se querem q eu continue
Prfvvv Me sigam no insta Thaisthabielover tbm :)
Ate o proximo cap, que eu não sei quando saiii <3 :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...