1. Spirit Fanfics >
  2. Apreciar >
  3. Único

História Apreciar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Se eu lembrava da existência do Otabek? Não, mas sugeriram o shipp, então vamo que vamo.
Novo fadom pra lista!

Capítulo 1 - Único


Eu pensei que amava somente a mim mesmo, ao meu vô e, claro, à patinação. Afinal, o que mais no mundo poderia ser tão interessante e essencial quanto essas três coisas citadas? Ao meu ver, nada. No fim, todas as pessoas são pacatas e irritantes, totalmente desprovidas de qualquer encanto. Foi o que levei desde a pré-adolescência comigo, vendo todas aquelas criancinhas chatas e inconiventes.

Não há nada demais para se apreciar nesse mundo, foi o que eu concluí e o pensamento que carreguei por anos. O alimentei, o fiz crescer e não pensei que um dia abriria mão dele — era quase como uma mudinha que eu criava com cuidado. Aos vinte e sete, coisa alguma tinha me feito mudar de ideia, portanto não tinha como eu estar equivocado.

Isso, claro, até você aparecer.

Eu gosto dos seus olhos castanhos que me lembram a chocolate, assim como do formato do seu rosto. Também aprecio a maciez dos seus cabelos negros e a tonalidade da sua pele. Você é bastante alto, notei isso desde a primeira vez que nos vimos, mas não penso nessa característica como algo ruim. Na verdade, diria que gosto dela também.

Contudo, por mais bonito que você seja, eu acho que a sua personalidade é mais bela que a sua aparência. Sinceramente, para uma pessoa que age tão friamente e tem a sociabilidade de um bicho do mato, você pode ser bastante gentil e compreensivo. Uma vez eu disse que não gostava da sua frieza, na outra reclamei que se preocupava tanto comigo que parecia que eu era um inválido.  Eu afirmei que odiava ambos os seus traços de personalidade, mas eu menti — amo eles também.

Você disse uma vez que me ama e eu não respondi por puro orgulho misturado com timidez, mas se eu tivesse falado algo teria dito que te amo também, bem mais do que você gosta de mim. Porque você falou que admira a minha determinação e a minha patinação e que eu sou atraente, porém eu acho tudo isso de você e um pouquinho mais.

Na verdade, eu sei que gosto de você, mas não sei gosto do que causa em mim. Em uma analogia infantil, eu diria que a sensação é semelhante àquela causada por aqueles açúcares que pegamos com pirulito e que explodem na boca, porque o que eu sinto por você faz com que todas as emoções até então adormecidas acordem.

É, pensei que amava apenas a mim mesmo, ao meu avô e à patinação, mas eu acho que realmente gosto de você.


Notas Finais


@Lanzhanji Tu tinha dito Otayuri e eu fiz.
Ainda vou fazer aquela genderbend (talvez eu faça versão Otayuri e versão XiCheng, mas sem certeza).
A long eu já não sei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...