1. Spirit Fanfics >
  2. Aprendendo Amar (Hot Lésbico) >
  3. Namorada?

História Aprendendo Amar (Hot Lésbico) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura Meus Cheiros ❤️✨

Capítulo 7 - Namorada?


Contínuação...

Já Pela Noite....

Sara

Já era quase seis e nada da Betina aparece estava me arrumando, alguns minutos depois a Betina Chega me beija e vai direto pro banho terminando de me arrumar a Betina sair do banho e se troca eu desço e fico esperando ela, alguns minutos ela aparece e a gente sai a gente entra no carro e vai até o parque que abriu na cidade chegando a já pego na mão da Betina e a gente vai nos brinquedos mas perigosos

Betina: quer ir mesmo nessa montanha russa

Sara: quero

Betina: sei lá, se der uma merda aquilo lá desmontar tô afim de morrer não amanhã tenho muita coisa pra fazer

Sara: (risos) não vai acontecer nada, não fica com medo eu tô aqui pra pegar na tua mão (peguei na sua mão)

Peguei na mão da Betina e a gente foi na montanha russa, ela tava com medo era um pouco alta, a Betina não soltava a minha mão depois de quatro voltas o brinquedo parou a gente desceu e já fomos pro outro brinquedo

Betina: quanto que é o ursinho?

- não e pra comprar, pra você ganhar você tem que acertar nessas garrafas com a Rifre

Betina: há moleza

Sara: você atira de Rifre?

Betina: claro que sei, eu já trabalhei no FBI fui das forças armadas, participei da terceira guerra mundial então eu tenho muito experiência

Sara: que namorada mentira que eu tenho

Betina: namorada? (Olhei pra Sara)

Sara: você não vai atira (troquei de assunto estava tímida)

Batina: sim

A Betina pegou o Rifre ela nem sabiá segura direito (risos) ela atirou mas não conseguiu acertar as garrafas ela tentou umas cinco vezes não consegui, na última tentativa dela eu peguei o Rifre e atirei acertei as garrafas a Betina ficou meio sem reação estava surpresa, eu peguei o ursinho e dei pra ela e andei em sua frente depois da gente anda nos brinquedos a gente foi numa praça da alimentação que tinha no parque pra gente comer algum coisa

Betina: ainda estou surpresa com aquele tiro

Sara: (risos)

Betina: então eu sou sua namorada

Sara: me desculpa ter dito aquilo, foi muito sem querer

Betina: não, tá tudo certo

Sara: vamos trocar de assunto (voz tímida)

Betina: sim claro, me fala mas sobre você

Sara: oque você quer saber especificamente

Betina: da sua família

Sara: a minha família, eu não vejo a dois anos

Betina: porque?

Sara: longa história, eu não sou de São Paulo eu moro no interior de minas vim pra cá pra estuda, e até então eu não vejo a minha família a minha mãe descobriu que eu dançava ela não gostou muito eu não falo com a minha mãe só com a minha irmã, e muito complicado mas enfim me fala da sua família

Betina: não tenho família

Sara: como assim?

Betina: eu passei quase minha vida quase toda num internato, meu pai eu nunca cheguei a conhecer ele morreu bem antes deu nascer, minha mãe era uma drogada não ligava muito pra mim então ela me botou nesse internato, depois que eu fiz 18 anos ela morreu e eu consegui sair do internato, a empresa que era da família da minha mãe estava totalmente no vermelho era única coisa que minha mãe deixou pra mim eu conseguir tira a empresa da lama, enfim sou sozinha

Sara: você não tá sozinha, você tem a mim agora

Betina: a melhor coisa que me aconteceu foi você chegar na minha vida (peguei na sua mão e a gente se beijou)

Depois da gente se divertir, conversar nós fomos pra casa, mal chegamos em casa a Sara já me levou pro quarto, e agora né hummmmm sabe (risos) depois da nossa longa transa eu fui dormir, quando estava quase pegando no sono

Sara: Betina você tá dormindo?

Betina: tô quase

Sara: queria falar uma coisa com você, eu estava esperando o dia inteiro pra dizer só que eu estava sem coragem, mas agora eu vou falar

Betina: (me virei e olhei pra ela) oque foi?

Sara: Betina, eu acho que estou gostando de você quer dizer estou apaixonada por você (a Betina se levantou e sentou na cama) você também gosta de mim, né?

Betina: eu claro que eu gosto, eu só não sei se eu também te amo sabe

Sara: entendo, eu sou uma idiota

Betina: porque está dizendo isso?

Sara: porque eu gosto muito fácil, eu amo fácil por isso que sou uma idiota (me levantei e me sentei do seu lado) me desculpa (comecei pegar minhas roupas)

Betina: pera aonde você vai? (Me levantei)

Sara: vou pro meu quarto

Betina: não precisa ir (peguei na tua mão) fica vai

Sara: boa noite Betina (sair do quarto)

Droga, será que eu falei algo que ela não gostou, eu fui sincera com ela melhor do que mentir dizer que estou perdidamente apaixonada por ela, eu não sei oque eu tô sentindo por ela nunca namorei da minha vida muito menos me apaixonar, eu preciso dormir minha cabeça tá doendo de tanto pensa nisso

Pela Manhã...

Betina

Acordei bem cedo mesmo sento domingo, fui tomar o meu café chegando na sala eu vejo a Sara, a gente ficou se olhando até ela se levantar e ir pro seu quarto, fiquei mal e fui tomar o meu café sozinha como sempre

...

Sara

Não queria ver mas a Betina meus sentimentos por ela estão feriado, eu me iludir muito com ela, só não quero dá de cara com ela em cada cinco minutos, nessa mesma hora meu celular toca era a Margarida

Sara: Oiii

Margarida: Oi amiga, como vai?

Sara: vou bem, eu acho

Margarida: que voz essa oque aconteceu?

Sara: eu falei pra Betina que estou apaixonada por ela

Margarida: e oque ela disse

Sara: ela falou que gosta de mim, mas não sabe se me ama isso quer dizer que ela não sente a mesma coisa que eu sinto por ela

Margarida: ela deve tá confusa amiga, ela nunca namorou de um crédito pra ela também

Sara: eu sei

Margarida: você está falando com ela?

Sara: não, acordei e nem falei com ela

Margarida: então você vai fazer assim, vai lá conversar com ela pra você ficarem de boa

Sara: e isso que eu vou fazer

Margarida: depois você me ligar, vou dá uma saída beijos baby

Sara: beijos

Desliguei o celular, e me sentei na cama e fiquei pensando no que a Margarida tinha me dito, então eu fui atrás da Betina fui até seu quarto ela não estava desci e também não vi ela, perguntei a Sílvia se ela viu a Betina e falou que ela estava no escritório, então eu fui até lá bati na porta ela mandou eu entrar eu entrei, ela estava vendo alguma coisa no seu computador me sentei na sua frente mas ela nem me olhava, não falava nada só ficava olhando pra aquela computador

Sara: eu queria conversar com você (ela continuou mexendo naquele computador sem falar nada) olha pra mim por favor (ela me olho)

Betina: depois de passar amanhã toda sem fala comigo, sem olha na minha cara, agora você quer conversar

Sara: sim, eu vim te pedir desculpas quero ficar de boa com você, eu sei que não e justo ficar te comprando alguma coisa porque a gente se conhecer a poucos dias, você não tem culpa deu gostar de você, me desculpa

Betina: não precisa pedir desculpa, aconteceu não e culpa sua, então eu tomei uma decisão em relação a nós duas

Sara: que decisão?

Betina: da gente dá um tempo, vai ser melhor assim

Sara: isso não tem sentido, pra que isso

Betina: pra mim saber oque eu estou sinto por você, se amor ou não, não quero iludi você te magoar

Sara: você já tá me magoando (voz de choro)

Betina: me desculpa Sara (ela se levantou e saiu)

Eu ia atrás dela mas preferi deixa ela sozinha, não sei se essa e a melhor decisão mas eu preciso saber oque eu sinto por ela



Notas Finais


Amanhã não vai ter Capítulo novo, pq ainda estou escrevendo mas eu vou volta na terça até lá meus cheiros ❤️✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...