História Apresentação de Jazz - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Fátima Bernardes, William Bonner
Personagens Fátima Bernardes, William Bonner
Tags Amor, Encontro Com Fátima, Jazz
Visualizações 217
Palavras 1.875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi povo, turubom ?

Bem, a Fic iria ser apenas 1 capítulo, todavia, algumas amigas (né Milla ?) pediram por uma continuação

Vou postar mais dois capítulos, esse que é a parte 1 e a parte 2. Dependendo, se vcs gostarem, posso pensar seriamente em adicionar mais capítulos

COMENTEM E ME DIGAM O QUE ACHARAM, boa leitura !! ❤❤

Capítulo 2 - Vou te provar o meu amor part.1


Pov. Fátima

O dia começou a amanhecer lentamente, os raios do sol foram entrando lentamente pelas frestas da curtida do quarto

Tentei me mexer, todavia não consegui, seus braços fortes estavam em volta da minha cintura, era uma sensação maravilhosa, todavia muito perigosa

William... William acorda, disse batendo em seu braço

- Bom dia meu amor, disse ele cheirando meu pescoço, me arrepiei, todavia o empurrei

Acho melhor você ir embora antes que as crianças acordem, disse colocando meu hobbie

- Sério mesmo que você quer jogar esse jogo, perguntou ele se sentando na cama

William...pelo amor de Deus, nós...

- NÓS NOS AMAMOS, gritou ele

Por favor fale baixo, pedi suplicante colocando a mão em sua boca, ele me trouxe para perto do seu corpo

- Para você pode ter sido apenas uma recaída, mas para mim foi real e eu vou lutar com todas as minhas forças para você entender isso, disse ele bem pertinho do meu ouvido, me arrepiei


Pov. Laura

- Bom dia cunhadas, disse Thalita se sentando ao meu lado

Que animação toda é essa Tha, perguntei tomando um gole de suco

- A vida é maravilhosa, disse ela sorrindo boba

- Pronto, mais uma apaixonada, disse Bia rindo da reação dela

Ficamos um tempinho conversando, Vini se juntou a nós também, era segunda, todos iam sair para os seus afazeres até que...

- Bom dia meus amores, disse minha mãe entrando na sala

Bom dia, respondemos em união

Olhei para Vini e ele não parava de encarar nossa mãe, bem, acho que ela também percebeu

- Tá tudo bem meu filho, perguntou ela sorrindo tímida

- A senhora está mais linda do que nunca essa manhã, disse ele galante

Ok, acho que se tivesse um buraco, ela estaria ali dentro nesse exato momento

- Obrigada meu amor, disse ela tímida, do nada, meu telefone começou a tocar descontroladamente, era Natasha


Ligação On:

Oi, bom dia, disse animada

- oi Lau, bom dia, você sabe onde está o seu pai, perguntou curiosa

Meu pai, não, não sei, ele não dormiu aí, perguntei curiosa

- Ele sumiu desde ontem a noite, ligo para o seu celular, mas ele não atende, dá caixa postal, disse aflita

Natasha eu vou ver se localizo ele, assim que falar com ele peço para ele te ligar, disse sincera

- Tudo bem meu amor, obrigada, tenha um bom dia, mande um beijo para os seus irmãos

Tudo bem Natasha, mando sim, disse desligando o celular

Ligação Off...


Estranho, disse olhando para os meus irmãos

- O que ouve Laura, perguntou Bia me encarando

A Natasha me ligou agora, disse que o papai não dormiu em casa ontem, disse preocupada


Pov. Fátima

Quando Laura disse que era Natasha quem estava ao telefone e que ela estava a procura de William, gelei

- Estranho, papai não é de dormir fora de casa, disse Vini encarando a irmã

( Ok, mal sabe ela que ele dormiu em casa, mas não na casa dela, pensei )

- Tá tudo bem mãe, perguntou Bia me encarando

Está sim meu amor, o por que da pergunta, mudando de assunto

- Bem, é que a senhora pareceu meio sem jeito quando a Laura falou que o papai não tinha dormido em casa hoje, disse Vini me encarando

Impressão de vocês, é... impressão, eu tô preocupada com a Mel, ela tá com alguns problemas na casa dela e ficou de me ligar mas até agora nada, disse olhando no celular

- Bom dia meus filhos, nora linda que Deus me deu, Fátima, ele disse se sentando ao meu lado

Todos nos encararam sem entender nada

O que, eu não fiz nada, não sei de nada, disse olhando para todos, William gargalhou, aí...ele vai falar alguma coisa

- O senhor dormiu aqui ontem, perguntou Vini sério

- Sim, dormi, disse colocar café na xícara

- Pai o senhor e a mamãe...

- Não meu amor, claro que não, ele cortou Laura, respirei aliviada

- eu dormir no quarto de hóspedes sem que vocês ou ela soubessem, acontece que a Laura havia esquecido o casaco dela dentro do carro o preferido, daí resolvi vir aqui trazer todavia todos pareciam já estar dormindo então deixei o casaco ali em cima do braço do sofá e fui beber algo só que aí além de muito tarde eu estava um pouquinho alterado para dirigir, então resolvi ir dormir no quarto de hóspedes, disse ele mentindo, como ele pode ser tão cara de pau

- pai a Natasha ligou atrás do senhor estava muito preocupada pensou que tinha acontecido algo, disse Laura o encarando

- Perdão meu amor eu tentei ligar para ela, todavia a bateria do meu celular acabou e eu não tinha trazido o carregador e já estava tarde para incomodar vocês, disse ele desviando o olhar do trio para mim, senti uma de suas mãos na minha perna, me assustei

- O que foi Fha, você se assustou com algo, perguntou Thalita desconfiada

- É Fátima, aconteceu algo, parece assustada, sorriu cínico, aí que ódio

Não é que...eu...eu pensei ter visto uma barata debaixo da mesa mas, não foi apenas, apenas uma sombra, disse tentando contornar a situação

- Sei...bem, já vou indo que eu tenho prova hoje no primeiro horário, não posso me atrasar, disse Thalita se levantando

- Tha, me dê uma carona, eu ia pedir ao papai, mas vamos para o mesmo lugar, disse Bia se levantando

- Também já vou família, disse Bia se levantando

- Mãe, a senhora ainda quer uma carona para o PROJAC, perguntou Vini sorrindo

Quero sim meu amor, só vou pegar minha bolsa mas, eu tenho que passar na CGJ preciso falar com o Ali

- Ah, eu te levo Fátima, disse William me surpreendendo

Não precisa...o Vini me leva, disse me levantando

- Ah, para com isso, é só uma carona e além do mais, nosso filho vai para o lado oposto da CGJ, deixa de manha, não vou fazer nada não, é só uma carona, disse ele sincero

Bem, por insistência dele, acabei aceitando sua carona, Vinícius saiu para a faculdade e eu subi para passar meu Baton

- Você fica perfeita com esse vestido branco, disse ele me agarrando por trás

William...ficou louco, e o que foi aquilo lá embaixo, e se as crianças tivessem visto algo, me solta, disse saindo de seu abraço

- Tô bem louco sim, mas por você, disse ele me se aproximando de mim

Por favor, pare com isso, você tem namorada, quer dizer noiva e eu tenho um namorado, não podemos fazer isso novamente, é errado

- Errado é estar com quem não se ama, disse ele me encarando

O...o que, perguntei sem entender

- Você ama o Túlio, foi direto

Eu não te devo satisfação da minha vida, disse tentando sair do quarto, ele não deixou

- Vamos me responda, você ama aquele cara, pois, se amar, juro que te deixo em paz, disse olhando em meus olhos, minhas pernas fraquejaram

Por...po...por favor eu...eu tô atrasada, choraminguei. Ele parecia gostar de me ver assim, tão vulnerável, tão em suas mãos, acho que...que se ele não tivesse se afastado, teria me entregado mais uma vez a ele

Amara é uma palavra muito forte, eu gosto da companhia do Túlio, das suas brincadeiras, da maneira como ele me faz sorrir mas...amar, é...eu não sei, me sentia feliz ao seu lado mas amor... aí, complicado

O caminho até a CGJ foi tranquilo, nenhum de nós dois falamos nada, apenas nos concentramos no caminho, esse silêncio me machucava, gostava de ouvir o som da sua voz, de ver o seu sorriso, porém nenhum dos dois estava presente em seu rosto

A conversa que tive com o Ali foi rápida, em 30 minutos já estava liberada, desci rapidamente sem falar nada para William não queria mais ficar em sua companhia me machucava e eu nem mesmo sabia o porquê

Assim que sair porta a fora um táxi vem encostando e Renata saiu dele, a cumprimentei e trocamos poucas palavras, assim que ia entrar nele senti uma mão segurar o meu braço, virei rapidamente

- achou mesmo queria fugir de mim, disse William encarando meus olhos

Eu...bem...eu achei que você estava ocupado, não queria incomodar então...

- Então você achou que fugir de mim seria o mais certo a se fazer, olha, se fosse há alguns dias atrás eu até te daria razão mas depois de ontem...

SHIII..., disse colocando minha mão em sua boca, ele se arrepiou, a tirei dali rapidamente

Só me leva daqui, por favor, pedi suplicante, ele sorriu e abriu a porta do carro


Pov. Natasha

DESGRACADAAAA..., disse tacando o celular longe

- O que aconteceu minha filha, perguntou minha mãe se aproximando de mim

A FÁTIMA ACONTECEU MAMÃE, QUANDO É QUE ESSA MULHER VAI DEIXAR A MIM E O WILLIAM EM PAZ, disse me sentando furiosa

Minha mãe pegou o meu celular do chão e olhou o que eu vi, ela nada disse, apenas me encarou. O que, a senhora não vai falar nada, perguntei cínica

- Minha filha, você sabe que o William nunca esqueceu ela e...

A senhora também não mamãe, ouço muitas pessoas falando isso até a dona Malu, disse andando de um lado para o outro

- Filha...

William vai ter que me explicar direitinho que foto é essa, não vou fazer o papel de corna, não mesmo, disse pegando as chaves do carro

- Onde você vai Natasha, perguntou minha mãe aflita

Tirar essa história a limpo, disse saindo sem dar tempo dela dizer algo


Pov. Fátima

- Prontinho, está entregue, disse ele desafivelando o sinto e me encarando

Obrigada, disse abrindo a porta do carro

- Me virei para ele, o mesmo sorriu e começou a se aproximar de mim

William...

- Bom trabalho MINHA pequena, disse ele beijando o canto da minha boca, nada disse, sem olhar para trás sai dali o mais rápido possível

- Bom dia chefinha, disse Lair divertido

Bom dia, pelo jeito a sua noite foi boa, disse sorrindo sincera

- Creio eu que a sua também foi, disse segurando o riso

Como, perguntei assustada, mas ele já tinha saído

Ficar sozinha com os meus pensamentos era uma coisa muito ruim, é cada coisa que me vem a cabeça quer dizer, é bom mas...mas não é certo

Sentir as mãos de William em meu corpo novamente era maravilhoso, ele me fazia sentir mulher, amada, desejada, não que com o Túlio não seja assim também, todavia, com o William, o meu Will era diferente, havia química, a droga da química

Meu dia passou rápido, o programa, a reunião de pauta, liguei algumas vezes para o Túlio, todavia ele não me atendeu, achei estranho, ele nunca fez isso...

- Até que enfim a senhora chegou, pensei que estava escondida em algum lugar, disse Bia vindo para o meu lado

Escondida, porque, perguntei sem entender, perguntei curiosa

- Por isso, disse Laura me mostrando a tela do seu celular

Aí...meu...Deus..., disse não acreditando no que via

- E não é só isso, disse Vini vindo da sala de jantar, tem alguém querendo falar com a senhora, disse ele dando espaço, assim que olhei para o seu lado levei um susto

Túlio...


Notas Finais


Eita !! 🙈
O que vai acontecer agora 😬
Deixe sua opinião, indique a Fic para os amigos !! ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...