1. Spirit Fanfics >
  2. Aproveite! >
  3. Vamos festejar!

História Aproveite! - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


De hoje não passa.
Gogobebe para quem quer sentir a loucura ^-^
Boa leitura!

Capítulo 1 - Vamos festejar!


Capítulo único — Vamos festejar!


- Vem aqui! 'Cê sabe onde está o Sero? - perguntou Mina pela segunda vez depois de passar pelo corredor. 


Mina parecia estar perdida procurando pela turma que não estava em lugar nenhum a não ser por Uraraka que naquele dia em especial não tinha nenhuma missão e estava livre. 


-Não. Ele deve estar em uma missão, Mina. - tentou ser delicada com as palavras, já que a rosada parecia de alguma forma frustrada.


-Caramba, a Hatsune não 'tá aqui, o Kirishima também não e nem o Sero? Ash. - aquilo tinha se tornado comum no terceiro ano do ensino médio, Ashido costumava se frustra muito já que nada tinha para fazer. - Ei! Já sei! Vamos sair?


Uraraka foi pega de surpresa pela garota que não parecia saber o que estava falando mas resolveu seguir a rosada para saber até onde ela iria e bom... ela foi até uma boate. 


Em plena tarde as garotas se encontravam em uma boate, que por incrível que pareça estava cheia de alguma forma. As pessoas não pareciam ter muitas coisas para fazer já que pareciam fregueses da casa.


-Uma boate? - se perguntava pela quinta vez olhando  para Mina que pedia alguma coisa ao barman daquele lugar.


Apesar do sol lá fora, a boate era escura e tinha algumas coisas como detalhes em neon, barras de stripper e o andar superior com o que contava ser um motel — tudo isso ouvido de um grupo de adolescentes com carteiras ilegais e com cara de descoladas.


Pegou o celular a tempo de agir e tentar achar uma desculpa no Google para ir embora daquele lugar completamente proibido para si, uma renomada heroína — ou em rumo disso.


-Deixe o celular de lado, ligue seu charme — Mina parecia estar bêbada, porém, o pior era saber que a rosada estava apenas no primeiro copo de algo desconhecido para si, de uma a duas, estava realmente bêbada pela bebida forte ou por não ser forte com bebidas. Queria acreditar na primeira.


-Ah, é que eu estou com um pouco de dor de cabeça... - contou uma mentira a fim de fugir daquele lugar e não voltar mais.


-Espante a dor de cabeça — fez gestos com a mão na tentativa de ajudar a amiga - Você precisa de uma dose. Garçom traz aí uma bem caprichada!


- Não. Eu não posso beber. Eu... - tentou argumentar algo mas foi em vão,  a bebida já estava em sua frente, dada pelo barman que tinha um sorriso no rosto.


-Beba até curar as feridas. - sugeriu Ashido e aquilo fez a outra se perguntar que feridas.


- Mina, eu não posso. Eu... - pensou em muitas mentiras mas sabia que nenhuma iria colar. Olhou para a outra meio perdida por não saber o que fazer.


-Pare de bancar a boazinha! Tome logo e vamos pra pista. - concluiu Mina que já estava em seu terceiro copo de bebida, uma diferente da outra.


Ochako sem saber o que fazer, resolveu beber a bebida e aquele líquido desceu rasgando sua garganta, o gosto era tremendo e nada parecia ser tão cruel quanto aquilo.


De repente foi puxada para a pista de dança e lá Mina rebolava até o chão, se requebrando toda e parecendo estar drogada. Olhou para o barman e viu esse sorrir para si, sentiu um medo grande, a ponto de sentir seus pelos se arrepiarem diante tal ato.


-Vamos embora! - implorou no meio daquela música alta da qual não sabia o nome mas que tinha boa batida.


-Mova seu corpo no ritmo! - gritou Ashido para a outra mostrando que não tinha ouvido nada do que a morena lhe falou. A missão de Mina era se divertir. -Vamos dançar sem vergonha!


Uraraka desistiu de tentar alguma coisa com a outra e começou a se soltar, estranhou pelo fato de estar se soltando, aquilo não era de seu fetil e culpou a bebida.


-Você é tão incrível, Mina - elogiou a rosada que pode ouvir bem já que a morena praticamente gritou perto de si.


-Ei ei, eu não mudei em um dia, sabe?! - comentou com a morena fazendo essa lhe olhar confusa.


- Eu não gosto daqui. - soltou Uraraka em meio aos risos. 


-Não deixe as coisas pequenas te afetarem - opinou Mina.


Estava dançando até se cansarem e voltar para o balcão onde estava o barman sorridente. Mina pediu algo qualquer para matar a sede e Uraraka pensou em pedir água a fim de recobrar os sentidos porém a outra não deixou.


-Apenas vire o copo. - sugeriu novamente e dessa vez não foi recusado, foi sem hesitação que desceu pela garganta, agora não tão ruim quanto antes.


- Eu acho que não estou bem, Mina. - soluçou Uraraka, no intuito de sair logo dali já que seu sensor de heroína parecia apitar para o erro do local.


-Tudo bem não estar bem.


[...]


Logo Uraraka já estava mais que bêbada e falando coisas sem sentido, julgou ser um problema grave e até tentou chamar Deku ou Bakugou para lhe buscar.


-Tire essas roupas de trabalho. - Mina brigou com Ochako que mostrava a roupa debaixo sa outra, digno de comparação com o filme do superman. - O código de vestimenta é brilho!


- Não tenho nada brilhoso aqui. - alertou a morena que mesmo bêbada ainda sim, conseguia se pronunciar. 


-Eu e você, uma mistura que combina! - ignorou Mina novamente e olhou para a outra lhe secando bem. Uraraka não entendeu o significado da frase da colega então apenas concordou.


Logo o barman voltou com mais uma bebida e entregou a Ochako que não parecia aguentar mais.


-Não dê pra trás, beba, beba, arrasa, amiga! - incentivou Mina que estava muito mais do que empolgada.


E como última lembranças do ocorrido, ouve a morena dizer:


-Todo mundo vai à loucura! Arrasa, amiga!


[...]


No dia seguinte, pelo parecer de Mina. A ressaca está na porta e tudo indica que pretende piorar, se levanta e vai para a cozinha do dormitório onde passar pelo balaço e vai até a geladeira pegar um copo de leite.


Quando fecha a geladeira se dá conta que seus colegas estão lhe encarando, coça os olhos na tentativa de acordar.  Olha para todos e depois para si, não percebe nada de estranho, está de roupa e está tudo bem.


Logo aparece Uraraka que está no mesmo estado que si, cansada e com ressaca. A morena toma o copo de leite de sua mão e vira com tudo, coça os olhos e em uma encarada rápida transmite a mensagem de bom dia.


Ambas olham pra os colegas que ainda estão  encarando em silêncio. Se entreolham para saber quem vai perguntar do ocorrido porém não é necessário já que Deku chega perto delas e sem nenhuma palavra deixa o jornal na mão de Uraraka que prontamente pega e começa a ler com dificuldade.


Ao decorrer da leitura, vai arregalando os olhos mais e mais e se possível, ainda mais. Até olhar pra Mina e depois para turma e o jornal em busca de saber se era real ou não. 


Mina lhe olha confusa por expressão estranha até ler a manchete do jornal com uma foto de ambas:


"HEROÍNAS DESCOBREM O ESCODERIJO SECRETO DA LIGA DE VILÕES"


Certo... calma, QUE?




Notas Finais


Oficialmente bye bye ^-^
Obrigado até aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...