História AQUAMAN! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Aquaman
Visualizações 3
Palavras 333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - II



         Novamente o som grave ecoou e mais tentáculos mostraram-se à luz dos raios. Os homens tinham os olhos arregalados e as bocas bem abertas. Um deles saltou para o mar, em desespero. O restante correu para a cabine; os que não escorregaram na escada e caíram rolando. O capitão James mantinha-se paralizado, pálido e boquiaberto. Sua barba ruiva pingava de chuva e de saliva. --Minha santa mãe do céu…-- Balbuciou, vislumbrando aquele espetáculo grotesco diante de si. Um dos homens, entretanto, desceu da cabine e o agarrou pelos ombros, balançando o incrédulo homem de frente pra trás, até fazê-lo recobrar a consciência. --Capitão James!? Capitão!!!?-- James, por sua vez, parecia fora de si. --Por favor, ó deus!--, Começou a entoar o capitão, caindo de joelhos e erguendo ambas as mãos. --Salvai-nos! Salvai-nos, por favor!!!-- Um enorme tentáculo caiu sobre a proa do navio, fazendo-a em pedaços no mesmo instante. Os homens gritaram, agarrando-se à barras de ferro, cordas e à lonas dobradas. O capitão cambaelou e caiu, rolando e escorregando até a cratera inundada que ficara a proa; o tentáculo desceu rasante, erguendo um esguicho d'água de mais de cinquenta metros. --Deus!!!?-- A voz do capitão saiu como um ganido, choroso e muito melódico. Seus olhos já estavam vermelhos graças ao sal do mar, e agora as lágrimas começavam a surgir. Passos ressoaram na madeira, e de repente, viu-se uma figura alta e forte, de capa e elmo; à luz dos raios mostrava-o por inteiro com uma assombrosa intermitência. --Para trás…-- Disse o sujeito, relevando, graças ao brilho de um relâmpago, possuir uma lança de aço-negro; assim também era o seu elmo, com duas barbatanas frondosas nas laderais; sua capa, entretanto, era vermelha vibrante, feita de um tecido misteriosamente cintilante. --Q-Quem é você?-- Conseguiu dizer o capitão; o sujeito se virou para ele devagar e lançou ao pobre do homem um olhar duro e pouco amigável. Não disse nada, apenas apontou para a cabine e avançou em direção à cratera inundada à frente.           





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...