História AQUAMAN! - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Aquaman
Visualizações 1
Palavras 352
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - V


                     Enquanto isso, na terra… As portas se abriram e um imenso corredor se estendeu à sua frente. O teto era abobadado, as paredes eram ornamentadas com uma centena de quadros, todos de moldura rústica e trabalhada à mão; o chão era forrado com um elegantíssimo tapete vermelho, que ia de uma porta à outra; e as janelas eram largas e altas, e o sol descia com fechos graúdos, ostentando a poeira existente no ar. --O presidente irá vê-lo agora.-- Disse uma mulher alta, magra, cabelos loiros presos por um pedaço fino de madeira, olhos grandes e boca vermelha. Orm adentrou o corredor, olhando para cada rosto nas pinturas do quadros; suas sobrancelhas franziram-se e sua boca abria e fechava frequentemente, mas nenhuma palavra foi dita. A mulher o guiou até a outra porta, ela a abriu e Orm entrou. Na sala - ampla e cheia de enfeites do chão ao teto, vinte homens da SWAT estavam plantados junto à parede, imóveis feito estátuas, e o presidente dos Estados Unidos estava sentado em sua poltrona reclinável - Orm achou o som estridente que o peso do homem fazia sobre a cadeira irritante, mas nada disse a respeito. --Imagine minha surpresa, senhor…--, Pegou um pedaço de papel e o olhou, os olhos azuis apertados. --…Orm Marius, quando liguei minha TV pela manhã e vi que um pequeno exército estava no mar, ao seu comando, à beira de um ataque. E que, além disso, eram homens-peixes, montados em outros peixes. Qual espera que seja minha reação quanto a isso?-- Orm moveu o maxilar de um lado para o outro, puxou uma cadeira e se sentou. --Sua boca…--, Disse Orm, com um dedo apontado para o homem do outro lado da mesa. --Qual o problema com ela?-- O presidente limpou a garganta e se ajeitou na ruidosa cadeira; aproveitou também para ajustar a espalhafatosa gravata laranja com listras verdes que tinha pendurado no pescoço. Orm conteve um sorriso. --Aposto que não é sobre isso que veio falar, sim?--, Retrucou o presidente. --Talvez possamos começar pelo evento de algumas semanas atrás. Oh sim, vamos começar com isso.--       



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...