História Aquarela - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Drama, Yoonkook
Visualizações 18
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Mi Casa


- come tudo ok! - dizia a Jungkook que estava tão confuso quanto eu. 

Hoseok, como a sempre, me xingava de vários nomes. "Yoongi ele não é a Sugyeoon!" "Yoongi ele é um garoto!" E esses tipos de coisas. Mas desde que conheci esse menino, parece que estou ligado a ele, tudo nele me faz ter uma grande euforia, e chegar a ficar noites e noites sem dormir. 

- Senhor Min, eu posso ir embora se estiver incomodando. - Diz Jungkook enquanto eu discutia com Hoseok. 

- Não, tudo bem, continua comendo que daqui a pouco eu te levo pra sua casa. 

- Ah, a minha casa... 

Jungkook imediatamente fecha a cara, e faz um bico fofo entre os lábios. Era incrível como ele tinha mesmo todos os traços de Sugyeoon, ele tinha até o jeito que ela fazia quando estava nervosa, mordia os lábios. E isso me deixa realmente muito excitado. Jungkook encarava o horizonte, ainda com um pote de doces na mão, era só isso que eu tinha a oferecer, a única comida que eu tinha 

Os olhos do jungkook eram tao lindos, que me faziam delirar. Começava a encara-lo do nada, ele olhava o relógio a todo momento ele estava inquieto. Eu sei que havia algo de errado com aquele menino, mas mesmo assim, algo estranho me prende a ele, algo que eu jamais poderei enteder ou ponderar ou ao menos usar ao meu favor, apenas sinto isso com muito prazer. 

Mas isso era algo que eu queria deixar de lado, simplesmente esquecer já que, na minha mente a uns dias atrás, eu só me apaixonaria por Sugyeoon mas esse garoto está me provando o contrário. 

- Meus pais me deixaram lá, aonde você me encontrou. - Ele olhou para o sofá. - Eu vou voltar pra lá então, não faz diferença. 

Ele se levanta, mas logicamente eu seguro seu braço. Não, isso não é uma historinha clichê caso esteja pensando nisso agora, até porque só fiz isso porque realmente precisava que ele ficasse. Jungkook para exatamente aonde estava, se vira e ali eu perdi totalmente a respiração. O jeito que ele me encarava, o jeito que ele pedia para ficar com os olhinhos miúdinhos e fofos era de partir todo o coração. 

- Fica. - Digo seco. 

Ele assenti, levo o mesmo ao quarto do Taehyung, que não é mais dele desde que se mudou. A felicidade dele ao ver o quanto o quarto era enfeitado com as coisas do Taehyung, como; coisas de animes, Mangás e coisas de nerd. 

- É... Lindo. - Ele diz com um sorriso lindo em seu rosto. 

Tudo que eu precisava naquele exato instante, era o sorriso doce de Jungkook. Aquilo me fazia bem, aquele sorriso me fazia bem. Eu nunca havia me sentido tão bem desde a morte de Sugyeoon. Mas quando estou com ele, tudo parece se rodear de felicidade ao meu favor, é tão bom estar com ele. Não nos vimos muito, mas a partir de agora, quero que ele esteja sempre junto a mim, sempre estando do meu lado. 

mi casa, su casa. 

(...)

- hyung, Olha! - jungkook chama a minha atenção, apontando para um parque. 

Decido sair para conhecer melhor o Jeon, saber mais sobre ele, saber mais sobre a sua pessoa. A vida dele me parecia ser ótima quando nos vimos pela primeira vez, mas depois que ele contou sobre os pais, me decepcionei com o meu próprio subconsciente por ter achado que a vida dele era boa. 

- Hyung, você quer que eu pague? E-Eu tenho dinheir- 

- Jungkook, eu já paguei. - Me referia a um cachorro quente. 

Entrego um deles ao garoto. Jungkook estava tão feliz que a minha felicidade se multiplicava. Sorrimos o dia inteiro, e agora no fim do dia, estamos aqui, diante do por do sol. 

Jungkook encarava o céu, mas depois fechou os olhos devagarinho. Eu acompanhava cada segundo dele, como se ele fosse meu filho. Ele coloca as mãos sobre os olhos, tentando tapar a claridade do sol, que foi se tornando escura com uns minutos. 

- Hyung, quem é a mulher da foto do seu quarto?

- Esteve no meu quarto? Mexeu nas minhas coisas? - Digo exaltado. 

- N-Nao! Eu só vi se relance eu... - Lágrimas foram descendo nos olhos de Jungkook. - Eu não queria, hyung. 

Entro em desespero, como eu sou idiota. Tento acalmar jungkook, que alguns segundos depois volta ao seu estado normal. 

- Minha noiva, ela era minha noiva. 

- Ela... é bem parecida comigo. 

- eu também acho, acho muito. E eu era muito apaixonado por ela, muito mesmo. 

Me aproximo de Jungkook, eu podia sentir sua respiração ofegante. Engoli em seco. Coloco minhas mãos sobre o seu rosto, viro minha atenção ao seus lábios, que estavam molhados, jungkook se esquiva para frente, vindo em minha direção. Mais um pouquinho... touché, nos beijamos. 

Beijar ele era como não poder descrever sentimentos, beijar ele era como sentir-se infinito, era como sentir que aquilo jamais acabaria. Nossas almas enfim estavam juntas, nossos corpos interligados ao calor de um simples beijo, e que na minha pequena mente aberta, jamais acabaria. 

- Eu te amo, Sugyeoon. 

- Oque? - Jungkook pergunta nos separando. 

Merda 



Notas Finais


KKKKKK OI! sentiram minha falta? Óbvio que não vocês nem me dão atenção. Vai agora! Me mima aí nos comentários que eu PROMETO que respondo todos kkkk juro de dedinho.

Capítulo maiorzinho, então por favor, se quiserem mais deixem ai meus bons! Amoh vocês aaah.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...