1. Spirit Fanfics >
  2. Aquarelas - (Vhope) >
  3. Chapter Fourteen

História Aquarelas - (Vhope) - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Demorou, mas saiu..
Espero que gostem💕

Capítulo 15 - Chapter Fourteen


AQUARELAS 14

Era final de semana e Taehyung acabará de chegar em sua casa. Depois de uma viagem que parecia ter demorado uma eternidade, entrou em casa a procura de seu pai, o achando no escritório. Lhe deu um abraço cheio de saudade e pediu ajuda do mesmo para colocar os meninos na cama, já que eles haviam dormido no meio da viagem. Assim que acabou foi em fim em direção ao seu quarto, tirando suas roupas e entrando no banho. Tomava um banho gelado, pois queria “esfriar” a cabeça. Passou as últimas semanas junto ao Hoseok, como se fossem um casal apaixonado, cheio de beijos e abraços. Sabia que era errado e cruel fazer isso com o Jungkook e por esse motivo, decidiu terminar com o mesmo. Só não sabia como.

Saiu do banheiro com uma toalha enrolada na cintura e secando o cabelo com outra. Deu um grito quando passava no quarto, indo em direção ao closet. Jungkook estava sentado em sua cama.

-Esta tão assustado assim em me ver? – perguntou erguendo a sobrancelha

-O-o que faz aqui? -indagou nervoso

-Vim ver meu namorado, que acabou de chegar de uma viagem – disse se aproximando e abraçando Tae.

-Não está bravo por não ter te contado? – perguntou se afastando minimamente

-Estou – viu o mesmo olhar na direção da cama, especificamente para um envelope que tinha em cima da mesma – Mas você não fará novamente, não é? – indagou com uma voz grossa e olhando profundamente nos olhos de Tae, que fez o mesmo se arrepiar.

Concordou com a cabeça – O-o que é aquilo? – jungkook sorriu largamente e pegou o envelope

- Acho que você vai amar. – estendeu para que Tae pegasse – Olha!

Mesmo com receio Taehyung pegou o envelope médio, abriu e deu uma olhada dentro, podendo perceber que eram fotos ali dentro. Tirou as fotos e assim que viu a primeira sentiu seu corpo gelar e paralisar. A foto era sua e do Hoseok na porta do quarto de hotel, quando estava no seu primeiro dia do cio. Com as mãos tremendo foi passando as fotos de forma rápida e pode perceber que elas foram tiradas de dentro do quarto. Sem perceber já chorava, era a sua intimidade ali, como não perceberam que tinha alguém lá com eles -esse era os pensamentos de Tae – olhou para jungkook que tinha um sorriso assustador no rosto e deixou as fotos caírem no chão, fazendo elas se espalharem por todo o quarto. Deu um passo para trás ao ver que jungkook se aproximava de si, mas ficou preso ente ele e a cama. Estava apavorado com o que ele poderia fazer, fechou os olhos com força assim que o mesmo parou em sua frente.

- Porque está chorando meu anjo? Indagou limpando as lágrimas que escorriam pelas bochechas vermelhinhas do híbrido – Não precisa chorar, eu já te perdoei, tive um mês inteiro para isso – disse em um sussurro no ouvido de Tae, enquanto o abraçava.

-Me solta – o empurrou - C-como você consegue agir assim, como se não tivesse feito uma coisa horrenda dessas?

-Não fique assim meu amor – disse pegando as fotos do chão – Isso aqui é só uma garantia, ali foi você que me traiu.

-Isso não te da o direito de colocar alguém dentro daquele quarto de hotel – disse de forma alterada

- Eu não teria colocado alguém atrás de você, se tivesse me falado que iria viajar com aquele magrelo – gritou rente ao rosto de Tae. – Porque não me contou?

- Porque você reagiria pior do que está agindo agora. Você não mede seus atos Jungkook e isso pode te machucar, quanto machucar outras pessoas.

-O que quer dizer com isso? Que eu sou um perigo para as pessoas a minha volta?

-Sim – deu a volta na cama, ficando do outro lado – Principalmente para mim e para as pessoas que eu amo.

-Você ama aquele magrelo? – Perguntou com uma expressão seria

-E-eu... Amo – disse em um suspiro – E por isso não podemos continuar juntos.

- Você não pode terminar comigo – Foi até Tae – Sabe que te amo e não te faria mal .

- Já não tenho certeza disso – limpou as lagrimas que não paravam de cair – Não encosta em mim – desviou quando Jungkook tentou o segurar – Só vai embora – disse em um sussurro.

Jungkook deu uma última olhada em Tae, e saiu logo depois batendo a porta. Taehyung saltou o soluço que estava preso em sua garganta e sentiu suas pernas fraquejarem. Se sentou no chão, com a cabeça entre as pernas e se permitiu chorar.

~*~*~*~

Hyun estava na cozinha, ele fez questão de preparar um jantar para os amigos do filho. Tae insistia em ajudar, mas sempre acabava sendo expulso. Assistia desenhos com seus filhos, quando a campainha tocou. Se levantou e atendeu, dando de cara com Jimin, que pulou em cima de si, dando um abraço.

-Estava com saudade taetae – retribuiu o abraço do amigo e de espaço para o mesmo entrar, sendo seguido por um baixinho platinado, que o cumprimentou com “eai” e com um aceno de cabeça. Riu do jeito de Yoongi e olhou para a pessoa que permanecia parada na entrada, o olhando com um sorriso no rosto. Foi até o moreno com um sorriso tímido e passou os braços ao redor do seu pescoço.

-Oi – beijou a ponta do nariz de Hoseok – Senti sua falta

Passou os braços na cintura do híbrido – Mas a gente se viu hoje mais cedo.

-Mesmo assim, eu sinto sua falta a todo momento. – lhe deu um selinho, que foi aprofundado para um beijo, pelo moreno.

-Vamos parar de agarramento, em frente à porta de minha casa – Hyun disse fazendo Tae parar o beijo rindo e escondendo o rosto na curva do pescoço de Hoseok.

~*~*~

Todos já haviam terminado de jantar e agora conversavam tranquilamente. Hoseok olhou para todos e respirou fundo, contando até 10 mentalmente.

-err – chamou atenção de todos pra si - Eu queria dizer algumas coisas – se levantou

-iih, lá vem – disse Yoongi recebendo um tapa de Jimin

-É.. Faz quase um mês que eu e o Tae saímos juntos oficialmente. Isso pode ser um pouco tempo para todos, mas para mim é muito tempo, muito tempo porque nos ficamos 5 anos separados e durante esses anos, eu nunca o esqueci em nenhum momento. E agora que o encontrei não vejo mais minha vida sem ele ao meu lado. – Puxou do bolso uma caixinha de veludo, que continha duas alianças de ouro rose. Uma com uma faixa em cristais e a outra com duas faixas mais um cristal maior no centro. – Então – se virou pra taehyung – Você aceita namorar comigo?

-É claro que eu aceito – pulou da cadeira e abraçou o moreno. Colocaram as alianças e voltaram a se sentar, recebendo parabéns dos presentes ali.

~*~*~

Já era tarde e todos já haviam ido embora, menos Jimin. Ele ficou a pedido do amigo. Os dois estavam no quarto de taehyung e este se encontrava no banheiro a mais de meia hora, deixando seu amigo a ponto de enlouquecer.

-Tae, sai logo desse banheiro – disse batendo na porta repetidas vezes.

Escutou o tranca da porta ser girada e logo depois Tae sair com os olhos vermelhos, denunciando que havia chorado. Jimin puxou o amigo para se sentar na cama e depois fez o mesmo se sentando de frente pra si.

- Porque você está com essa carinha? – disse passando a mão no cabelo de Tae – Qual foi o resultado? – Viu o amigo esticar o teste em sua direção, podendo ver que deu positivo – Você testou os outros? – viu o mesmo concordar

Jimin soltou um suspiro e puxou seu amigo para um abraço, não entendia porque ele estava agindo dessa maneira, pode ser assustador descobrir algo assim, para que não estava planejando e tem estrutura para criar uma criança, mas Tae já passou por isso é agora tem o pai do bebê do seu lado.

-O que foi hein? – perguntou se separando do abraço – Eu sei que não foi planejado, mas agora você tem o pai desse bebezinho ao seu lado – Após dizer isso, as lágrimas de Tae aumentou.

-E-Esse é o problema – soluçou – Eu não sei quem é o pai.


Notas Finais


Eai?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...