História Aquela Garota... - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Clichê
Visualizações 6
Palavras 500
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Aquela garota...



Lá estava ela. Com suas roupas largadas, seus fones de ouvido, os cabelos ruivos caindo por suas costas e os olhos verdes brilhando. Mas esse brilho, ele era diferente. Não era natural como quando ria com suas amigas, sentada na última carteira da última fileira, contando histórias de seu fim de semana que sempre me faziam rir também, por mais que em silêncio.

Era o brilho da água que juntava-se em seus olhos.

Me esqueci de notar o quão decepcionados aqueles olhos tão lindos estavam. A expressão em seu rosto inspirador, deixava-me triste também. Com um peso gigante em meu peito, entendi que era mais um dos dias que, aquela garota, aos meus olhos tão perfeita, teve seu mundo destruído.

Passei o ano todo a observando de meu lugar, sempre de meu lugar. A primeira carteira da primeira fileira, rodeado pelos meus amigos egocêntricos e hipócritas, distante o suficiente da única pessoa com a qual eu realmente queria estar.

Quase ninguém gostava daquela garota. Cochichavam sobre ela sempre que ela erguia a voz, ou quando terminava uma de suas apresentações maravilhosas sobre um trabalho. Quando tinha seus poemas e cartazes expostos no corredor, para todos verem seu talento impecável, ou quando era chamada para um projeto à parte por um de nossos professores.

Mas, apesar de tudo, todos invejavam aquela garota. Via nos olhos de minhas amigas o ódio fluindo quando ela estava parada diante da porta, conversando com alguém enquanto balançava os cabelos ou amarrava sua blusa xadrez na cintura. Como as meninas mais novas da escola suspiravam afirmando que seriam como ela quando chegassem àquela idade. Como os poucos amigos e amigas que ela tinha, a admiravam quase da mesma forma que eu.

Aprendi muito sobre aquela garota. Sobre o que a faz perder a linha e surtar, sobre como perceber que ela está tímida, como ela age com uma boa notícia e o que a faz sorrir nos maus dias.

Naquele dia, tive vontade de me levantar e oferecer meu último chocolate e prometer-lhe um livro de seu autor favorito. Conversar sobre o universo, elogiar seu sorriso metálico e convidá-la para tomar um sorvete comigo no final de semana. Poder finalmente observar as pintinhas verdes nos seus olhos de perto.

Porém, não pela primeira, segunda, ou terceira vez, eu tive medo. E pelas cinco, dez, quinze vezes que se seguiram, eu também tive.

Nunca parei de observar aquela garota. Nem mesmo quando a vi no baile de formatura segurando a mão de outro, quando a vi exibindo seu novo anel de prata para suas amigas, ou quando ele lhe entregou flores ao ir buscá-la para leva-la para casa.

Aquela garota, aquela garota maravilhosa, ela finalmente tinha um sorriso continuo no rosto e eu nunca estaria mais feliz por alguém do que estava por ela.



Eu nunca pararei de observar aquela garota.

Não importa o que aconteça, com quem ela esteja, ou o que tenha feito. Eu sempre estarei na primeira carteira da primeira fileira esperando por ela.


Notas Finais


Resultados de uma inspiração aleatória.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...