1. Spirit Fanfics >
  2. Aquela maldita aposta >
  3. Que tal um jogo?

História Aquela maldita aposta - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


acharam que eu tinha sumido de novo? hahaha! acharam errado! como diz a minha avó, vaso ruim não quebra.

triste...kkkkk

Capítulo 6 - Que tal um jogo?


Fanfic / Fanfiction Aquela maldita aposta - Capítulo 6 - Que tal um jogo?

Kenma agora se questionava o por que de ter concordado com essa maluquice, pensou por apenas alguns segundos e se recordou que foi pelo brilho determinado que emanava do olhar de Kuroo. Agora o meio loiro era arrastado por todos os cantos de um shopping. 

Kenma: pensei que tinha dito que íamos tomar sorvete...- resmungou com sua típica face de paisagem -

Kuroo: e vamos! na sorveteria do shopping! já estamos quase chegando - ele apenas olhava animado para todos os lados enquanto arrastava o garoto consigo -

Kenma: já faz trinta minutos que sou arrastando para dentro das lojas...eu não concordei com isso...aqui tem muita gente..

Kuroo: É o seguinte gatinho! - se virou para Kozume - eu fiquei sabendo que as novas bolas estão chegando no estoque de esportes! eu não posso perder essa oportunidade! se a gente se atrasar um pouquinho que seja eu nunca terei essas bolas!

Kozume não pode deixar de compará -lo a uma criança que está ansiosa para ver seu presente novo.

Kenma: por que está tão animado com uma bola?

Tetsurou fez um barulho exagerado, como se estivesse ofendido por Kenma ter dito aquilo.

Kuroo: são bolas mikasa! essa é a melhor marca de todas! 

O menos apenas deu de ombros, logo sendo puxado com mais velocidade pelo moreno que alegava que estava na hora do caminhão chegar com as bolas.


[•••]

após algumas horas de correria -- e depois de ter se recusado a entrar com Kuroo na loja pelo simples fato de estar lotada -- agora os dois estavam sentados na praça de alimentação tomando seus sorvetes.

Kuroo: ei gatinho! que tal um jogo? - sorriu -

de certo aquilo tinha atiçado a curiosidade de Kenma.

Kenma: explique..

Kuroo: eu falo alguma coisa sobre mim, e você fala alguma coisa sobre você mesmo!

O meio loiro só levantou uma das sobrancelhas como se achasse isso ridículo. 

Kuroo: não me olhe assim gatinho! é fácil! olha.. - colocou a mão no queixo como se pensasse em algo, mas logo levantou o dedo indicador - eu quero ir para o Brasil algum dia!

Kenma: Brasil? 

Kuroo: dizem que é um lugar bonito e também, o Brasil lidera o ranking da federação Internacional de vôlei! imagina só eu jogando em um time que representa esse país! - falou animado -

Kenma: você realmente gosta de vôlei...- falou olhando para o seu sorvete -

Kuroo: É uma paixão que eu tenho desde a infância...agora é a sua vez! fala alguma coisa sobre você!

Kenma: ah...- pensou um pouquinho - bem..eu não tenho sonhos ou motivações..eu acho, então não tenho nada de interessante para falar...

Kuroo: não precisa ser interessante gatinho, só fale sobre você..

Kenma: tá...- suspirou - meu aniversário é dia 16/10...

Kuroo: oh! legal! o meu é dia 17/11!

kenma: eu só deixo alguém jogar no meu Nitendo se eu confiar nesse alguém..- resmungou baixo, mas Kuroo o ouviu -

kuroo: ah! por isso você ficou tão irritado quando eu pedi para jogar...- pensou - certo...o pior dia da minha vida..- deu uma risadinha parecendo se lembrar de algo - eu tinha uns 9 anos, eu ouvi em algum lugar a palavra "prostituta", na minha cabeça isso parecia ser uma coisa boa, eu tinha uma amiga que era dois anos mais velha que eu, nos estávamos brincando de pega pega nesse dia, eu olhei pra ela e gritei "Prostituta!" os vizinhos ficaram me encarando por um bom tempo até que os pais da garota vieram e brigaram comigo por muito tempo antes de irem embora com a menina, no mesmo dia eu descobri o que essa palavra significava...eu realmente tenho vergonha disso..

os olhos de Kuroo se arregalaram quase que minimamente ao ouvir um som que agradou seus ouvidos, era Kenma..ele estava rindo!

Kuroo: você está rindo! - disse feliz, era a primeira vez que ouvia a voz fria do garoto em forma de risada -

Kenma: não,  não estou...- voltou a ficar sério -

Kuroo: estava sim.

Kenma: não estava...

Kuroo: estava sim.

Kenma: não estava...

se passaram alguns segundos, ambos estavam se encarando, mas logo Kuroo se pronunciou. 

Kuroo: estava sim!

Kenma: não estava..

foi a vez de Tetsurou rir.

kuroo: certo! sua vez!

Kozume pensou seriamente sobre aquilo, mas somente suspirou, já tinha deixado o moreno sem noção invadir seu espaço, agora não tinha mais para onde fugir. 

Kenma: o pior dia da minha vida? - perguntou para si mesmo se lembrando com detalhes o que aconteceu naquele dia - eu estava no fundamental, no oitavo ano para ser mais exato..eu ainda jogava nessa época, meu time iria ter uma competição naquele dia...


flashback 

Kenma pov:

Eu sentia meu estômago revirar, tinha mais pessoas do que eu imaginava, o jogo já tinha se iniciado, meu time estava ficando para trás, tínhamos perdido o primeiro set, eu estava ficando cada vez mais nervoso.

Capitão: vamos vencer! não importa o que tenhamos que fazer! eu quero que todos deem o melhor de si! vocês seram inúteis se não ajudar meu time a vencer! quero todas a recepções, ataques e levantamentos bem feitos! - ele dizia enquanto passava seu olhar sobre todos, até que seus olhos pararam em mim, eu tinha entendido o recado -

após o pronunciamento do capitão, eu pude sentir que a ansiedade tinha se multiplicado por três, em quadra, a cada levantamento fraco que eu fazia, capitão não poupava esforços de gritar cada um dos meus erros.

o outro time parecia estar se divertindo, os erros eram perdoados, pareciam mais uma família, esse parecia um time verdadeiramente unido.

os olhares da plateia, os esporros do capitão, os gritos do técnico, tudo isso só contribuiu com o meu nervosismo, fazendo eu errar todos os levantamentos e saques que fazia. 

o nosso time perdeu o campeonato, eu só não esperava receber tantos olhares e palavras de raiva.

_ se não vai jogar a sério não nos atrapalhe Kenma!

_ qual foi daqueles levantamentos? que palhaçada foi aquela??

_ se não fosse por você poderíamos ter vencido!

_ sinceramente...o que você faz no vôlei?

"eu...não devia ter entrando para o vôlei.."


atualmente 


kenma: bem..é por isso que eu não jogo mais..- olhou para baixo - eu sou péssimo jogando, então resolvi abandonar o vôlei. 

Tetsurou estava boquiaberto, nenhuma palavra saia, então Kuroo simplesmente se levantou, pegou a bolsa que estava com sua nova bola, pagou os sorvetes, segurou a mão de Kozume e saiu do shopping.

Kenma: ei..o que está fazendo? para onde vamos?? - não era essa reação que ela esperava -

Kuroo: quietinho gatinho...só venha..

após andarem alguns minutos, chegaram numa quadra poliesportiva, Kuroo tirou a bola de dentro da bolsa e se virou para Kenma sorrindo.

Kuroo: levanta a bola pra mim gatinho! - disse esticando a bola para o meio loiro -

Kenma: não escutou o que eu disse? eu não jogo..

Kuroo: olhe em volta, não tem ninguém por perto, ninguém vai reclamar dos seus levantamentos, eu não irei reclamar, só quero que você levante, pelo menos, duas bolas para que eu possa cortar.

Kozume recuou um passo mas Tetsurou sequer se mexer, deveria fazer aquilo? os levantamentos dele são péssimos, isso já lhe fora provado..então por que, mesmo depois de contar a história, por que Kuroo estava insistindo?

com um suspiro tímido, Kenma acenou positivamente

Kenma: somente um levantamento..

o sorriso de Kuroo se abriu ainda mais, se afastou de Kozume e jogou a bola para ele, logo se preparando para pular e cortar.

Kenma tinha se desacostumado com essa sensação, ele via a bola vir lentamente para ele enquanto, ao mesmo tempo, via Tetsurou correndo, era uma sensação que, antigamente, ele gostava de sentir.

levantou a bola, logo ouvindo o barulho da palma da mão de Kuroo batendo contra a mesma.

olhou para o moreno que já lhe encarava com um sorriso..gentil?

Kuroo: ei Kenma..se você realmente gosta de vôlei não deveria ligar para as opiniões alheias, não tem nada de errado com seu levantamento, ele é perfeito, o problema era seu antigo time, sua equipe que era ruim, não os seus levantamentos..ei gatinho, quando estiver seguro de voltar a jogar, vá até o ginásio masculino do colégio, tente conhecer as pessoas do time, você não irá se arrepender, eu lhe prometo. 

kenma: não sei por que falar assim...é só um esporte..

Kuroo: não é só um esporte...quando você tiver o seu momento...- sua face se tornou nostálgica e um sorriso verdadeiro surgiu - você vai se viciar em vôlei!

Kozume arregalou minimamente os olhos, podia sentir a boa energia que emanava de Kuroo, de repente sentiu seu rosto quente e se obrigou a desviar o olhar de moreno, se sentou no banco que tinha próximo dali e Tetsurou se aproximou para fazer o mesmo. Após alguns segundos, Kuroo pode ver o Nitendo de Kenma ser estendido para si.

Kenma: jogue um pouco...- murmurou sorrindo minimamente -

Kuroo: você está sorrindo..- segurou o console sorrindo por saber o que aquele gesto significava -

Kenma: não estou não...

kuroo: está sim..

kenma: ...não estou.

Kuroo: está sim.


continua<3


Notas Finais


tô tão Soft com esse capítulo...iti

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...