História Aquela Que e Filha Da Minha Nova Chefe - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Novela, Original, Romance, Yuri
Visualizações 5
Palavras 1.515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Meios Irmãos - Parte 2


 Cheguei mais cedo no trabalho, mãe da Luana fez algumas perguntas eu tive que dar aquelas esquivadas nela. Não tinha muito que fazer era só coisa de rotina e Chloe me vem com saco de salgados para gente tomar café. Pelo menos só ela conseguia tirar sorriso do meu rosto pela manhã.

Chloe: Que houve?

Lucas: Que?

Chloe: Não me engana tá... Brigo com Luana?

Lucas: Pior, via as duas se beijando.

Chloe: Que vaca...

Lucas: Hm...?

Chloe: Sabe de uma coisa?

Lucas: Que?

Chloe: Nunca gostei dessa garota, mimada demais se achando dona da empresa e você bobão cai na laia dela. Todos os homens são cegos, burros e estúpidos.

Lucas: Só para constar, não estamos namorando.

Chloe: Não? Que bom, isso me deixa aliviada.

Lucas: Hm... Fui tolo falando aquilo, saiu da boca pra fora.

Chloe: Bom extravasar um pouco, falando nisso quer beber comigo hoje?

Lucas: Onde?

Chloe: Sério?

Lucas: Por que não?

Chloe: Ok, depois do trabalho eu mostro caminho.

Lucas: Fechado.

 Precisava distrair cabeça me desligar de tudo isso, mais hoje Luana não apareceu nem a Bianca passava as vezes por aqui. Apesar de tudo meu dia foi tranqüilo e sem problemas, até sai pouco mais cedo hoje e como sempre antes de sair olhei tudo pra ter certeza está funcionando direitinho quando mãe dela me pega surpresa outra vez ela parece um fantasma.

Marcela: Desculpa, eu não queria assustar.

Lucas: Ok... Algum problema?

Marcela: Vocês brigaram?

Lucas: Olha eu a vi duas se beijando tá... Meus sentimentos por ela está confuso agora, pude ver que ela também tá.

Marcela: Entendo...

Lucas: Somos apenas amigos ainda, não tivemos nada um com outro mais se for por esse jeito? Melhor evitar.

Marcela: Ela nunca muda... Puxou pouco de mim, mais está indo longe demais.

Lucas: Como assim?

Marcela: Ela era apegada ao pai, ele fazia tudo que ela queria. Cresceu sendo mimada e eu devia ter parado aquele momento... Quando conheceu Bianca fico ainda pior e ela sempre era problema de tudo... Vou falar com ela depois já está de saída?

Lucas: Sim, só estava vendo se estava tudo certo.

Marcela: Tá, eu fecho pode ir.

Lucas: Ok.

 Não devia ter falado nada sobre aquilo mais acabei falando, enfim peguei as minhas coisas deixei empresa. Chloe estava me esperando para gente sair. Ela parecia muito animada até demais pro meu gosto. Entramos e seguimos para tal bar que ela disse ser muito bom.

...

 Bar ficava cinco quadras de onde trabalhamos, parei carro na porta tinha pouca gente apesar da hora. Entramos e seguimos até barman onde tocou campainha e uma moça apareceu encarando Chloe de um jeito como se a conhecesse bem lasco beijo na boca dela fiquei sem reação na hora, não pensei gostasse de mulheres e nos serviu duas cervejas bem geladas.

Chloe: Valeu gata, ah essa e Rebeca minha prima.

Lucas: Prazer.

Rebeca: Ele gatinho, uma pequena sermos namoradas eu ficaria com você.

Chloe: Vaza...

Rebeca: Quer mais alguma coisa baby?

Chloe: Eu te falo... Então que acho?

Lucas: Prima? Quanto tempo?

Chloe: Cinco anos... É verdade, pode ser estranho mais eu amo essa garota. Minha mãe aceito numa boa já meu pai... Ódio idéia mais vendo feliz e o que importa.

Lucas: Hm... Estou lascado.

Chloe: Tem tantas garotas por ia cara, por que Luana?

Lucas: Não sei... Depois ficamos preso no elevador eu senti algo por ela.

Chloe: Hm... Tolo demais você, ela e a Bianca um caso perdido muito tempo e veja só você está morando com elas? Hahaha... Está mesmo na merda.

Lucas: Casa boa, não perdi chance.

Chloe: Fala sério... Você tem ótimo salário pode comprar uma.

Lucas: Não e tão simples ok...

Chloe: Se você diz... Jamais ficaria segurando vela.

Lucas: Não posso fazer nada.

Chloe: Pode sim, conquiste sua garota ou vai perdé-la.

Lucas: Já tentei não deu certo.

Chloe: Nunca beijaram? Sabe beijar pelo menos?

Lucas: Claro que eu sei... Hã...

Chloe: Fico vermelho hahahaha.... Tá bom eu paro.

 Ficamos conversando ali por horas que perdi noção do tempo, quando levantei para ir ao banheiro eram quase uma da manhã. Tinha varias mensagens da Luana e duas ligações. Pensei me retornar mais queria evitar brigas. Deixei banheiro e me despedi das garotas e Chloe me acompanho até meu carro.

Chloe: Chegamos!

Lucas: Valeu pela noite, eu tava precisando.

Chloe: Hm... Se quiser sair mais e só falar comigo tá?

Lucas: Pode deixar.

Chloe: Olha, tem muita mulher ai fora esquece Luana arrume uma gata melhor.

Lucas: Vou pensar nisso.

Chloe: Aff... Até manhã fofinho!

Luca: Ah, sai fora sua louca.

Chloe: Se cuide cabeção.

...

 Assim que eu cheguei em casa, estacionei carro peguei minhas coisas e entrei. Casa tava quieta. Fui cozinha onde tomei pouco de água e então subi para meu quarto a onde tomei bom banho. Eram quase duas da manhã quando me deitei para dormir vê que nem bebi muito sendo que Chloe e a sua amiga tentaram empurrar bebida em mim. Parar piorar perdi hora do trabalho, acordei era onze horas. Lá vai eu outra vez nas pressas ainda bem deixava roupa preparada pra emergências me vesti feito um louco peguei minhas coisas desci e acabei encontrando Rosa fez meu café que não era preciso.

Rosa: Aqui pegue.

Lucas: Obrigado.

Rosa: Chego tarde ontem em?

Lucas: Desculpa eu só fui relaxar um pouco.

Rosa: Não precisa se desculpar, você jovem precisa se divertir.

Lucas: Luana? Se a viu?

Rosa: Ela começou estudar hoje, saiu bem cedo e Bianca diz que arranjo emprego vai saber.

Lucas: Entendo, bem vou indo obrigado.

Rosa: Bom trabalho!

 Assim que eu entrei no carro meu celular toca era Rachel dizendo que chegou hoje em Nova York me pergunto se dava para vê-la. Falei tinha trabalhar agora e talvez mais tarde. Passou endereço do hotel onde ela está hospedada que era só falar com moça na recepção. Disse algumas coisas então desligo. Já tava atrasado e já estou até escutando Marcela gritando comigo.

...

 Foi como eu pensei... Marcela gritou comigo pelo atraso já que teve uma queda no sistema. Disse ficaria mais tarde por causa disso e Chloe estava com cara de ressaca das grandes mal conseguia se levantar do sofá. Resumindo? Tive que fazer tudo eu mesmo. Mais comigo era diferente o sistema voltou em menos de trinta minutos foi um cabo que rompeu tive que trocar por outro. Só assim toda empresa voltou ao seu rumo novamente, foi ai Marcela veio falar comigo.

Marcela: Muito bem Lucas, onde senhor estava ontem a noite?

Lucas: Eu fui beber um pouco, acabei perdendo noção do tempo.

Marcela: Hm... Desculpa se pirei com você aquela hora, se a empresa não anda eu fico desesperada... Descanse um pouco vou pedir comida.

Lucas: Ah, Luana está bem?

Marcela: Começou voltou para faculdade hoje, ela só está em casa noite.

Lucas: Entendi, isso e bom.

Marcela: É sim...

 Achei mãe dela um pouco estranha como se quisesse falar alguma coisa mais acabou indo para escritório. Eu voltei para minha sala e Chloe tava acabada mal conseguia se mexer direito. Sentei-me na poltrona e mandei uma mensagem para Luana meio que me desculpando por ser babaca. Pode ser um pouco clichê mais quem se importa eu gosto dela tenho lutar pelo meu amor. Único problema nem respondeu deve estar em aula não da para responder, foi ai ela se levanto e me encaro por trás dos óculos escuros.

Chloe: Você parece cachorrinho molhado esperando pela dona.

Lucas: Não sou.

Chloe: Sim, e sim não negue aiii que droga.

Lucas: Até que horas ficaram bebendo?

Chloe: Sete horas... Hm, me joga esse frasco de aspirinas.

Lucas: Toma ai...

Chloe: Hm, valeu.

Lucas: Não e melhor ir ao médico?

Chloe: Relaxa... Muito tequila e varias misturadas, parece vou ficar bom tempo sem beber nada...

Lucas: Entendi.

 Depois que ela tomou as aspirinas deitou-se no sofá e apagou, fiquei de olho nela caso tenha algum treco. Mais graças a deus nada aconteceu ela só acordo quando eu tava fechando empresa, isso já era meia noite. Levei até casa dela e eu ainda tive que ajudá-la levá-la para cama onde desabo só deve acordar amanhã.

Rebeca: Meu deus... Valeu quer alguma coisa?

Lucas: Não estou indo tenho ver uma pessoa.

Rebeca: Hm, namorada?

Lucas: Não, ela e a minha irmã, meia na verdade.

Rebeca: Tá, boa noite.

Lucas: Boa noite.

 Deixei casa dela e fui direto para hotel onde Rachel estava hospeda, falei com moça na recepção que mando entrar no elevador e clicar na cobertura. Daqui dava para ver toda Nova York que ainda estava acordada apesar da hora. Isso me fez lembrar do tempo tinha meu antigo apartamento... Talvez Chloe tenha razão eu posso comprar um pra mim no futuro. Portas abriram pude vê-la depois de anos longe um do outro e como tava bonita vendo pessoalmente. Veio dando aquele abraço sentamos para conversar.

Rachel: Nossa, você mudou muito.

Lucas: Digo mesmo.

Rachel: Preciso da sua ajuda.

Lucas: Claro que foi?

Rachel: Eu não quero esse bebe.

Lucas: Do que está falando?

Rachel: Quero que me ajude abortá-lo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...