1. Spirit Fanfics >
  2. Aquele Básico Clichê que eu Amo -- HyunLix >
  3. Extra: 008; pirulitos e o seu clichê...

História Aquele Básico Clichê que eu Amo -- HyunLix - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


!!!!!! Esse capítulo contém sexo explícito, se vc não gosta ou se sente desconfortável >>não<< leia!!!!!

Ooooi~~

Não sei oq dizer aqui Aiai sksksk :)

Sem mais delongas, boa leitura xuxus!!

Capítulo 8 - Extra: 008; pirulitos e o seu clichê...


Fanfic / Fanfiction Aquele Básico Clichê que eu Amo -- HyunLix - Capítulo 8 - Extra: 008; pirulitos e o seu clichê...


— Quer? 

O australiano sem vergonha ofereceu o pirulito rosa que estava chupando. O Hwang apenas negou com a cabeça enquanto continuava a o olhar. 

Aquele era apenas Lee Felix tentando provocar seu hyung igual sua oneshot preferida. Era muito pervertido da parte dele? Com toda a certeza, porém era essa intenção, ser pervertido com seu namorado super travado. Hyunjin poderia parecer um cara cheio de atitude, mas as suas investidas eram apenas de "brincadeira", ele não tinha toda aquela coragem que aparentava ter. 

Yongbok chupava aquele pirulito de morango com vontade, não poupando sua saliva para se melecar todo, assim como fazia questão de deixar os barulhos bem audíveis. Aquele doce enorme ia fundo em sua boca, enquanto o australiano imaginava outra coisa em seu lugar.

Aqueles dois haviam matado aula apenas para ler algumas fanfics agarradinhos na cama do australiano. Estavam sozinhos naquela casa e Yongbok se encontrava curioso sobre algumas coisas referente ao seu namorado, ele queria saber como seria ser tocado de uma forma mais íntima, queria sentir seu coração palpitar ao encarar seu hyung. Definitivamente, estava a ler muitas coisas inapropriadas, e em sua defesa era tudo culpa de seus hormônios. 

Hyunjin estava suando em meio aquele cômodo quente, engolindo a seco e apertando as mãos sobre o travesseiro que estava sobre seu colo, escondendo a ereção que lhe incomodava por debaixo da calça apertada do uniforme. Ele não queria dar uma de frouxo, pelo contrário, seu corpo inteiro formigava para sentir o do outro colado ao seu, porém se sentia um tanto inseguro. Não queria ser insuficiente para seu garoto, ele queria o proporcionar algo maravilhoso, mas e se travasse na hora ou fizesse algo errado? 

— Fe-Felix…? 

— Uhm? — o loiro murmurou, ainda concentrado em chupar seu enorme pirulito de morango, mas é claro que não deixou de encarar seu hyung com uma falsa inocência, porque convenhamos, de inocente aquele australiano não tinha nada, não naquele momento. 

— Dá pra você parar…? 

O Lee apenas fez uma cara de desentendido. 

— De chupar esse… esse negócio aí… — acrescentou, com a voz trêmula. Felix ergueu uma sobrancelha, como se o perguntasse um motivo para fazer aquilo — É que… Lix, eu… Eu tô duro. 

Aquilo não era planejado pelo loiro, mas ele acabou por se engasgar, retirando o doce da boca e lambendo os lábios, respirando fundo. As bochechas de Hyunjin estavam vermelhas, assim como as de seu namorado, que o encarava surpreso. Não achou que seria tão fácil. 

— E… Você que- 

— Exatamente, eu quero que você largue esse pirulito e… 

— E…? — incentivou o maior a continuar. Acontece que Hyunjin estava com tanta vergonha ao ponto de sentir suas mãos suarem. 

— … Você sabe o que é, Felix. Não me faça explodir de vergonha e dar pra trás. — engoliu em seco, se ajeitando sobre o colchão confortável. 

Felix sorriu, dando uma última chupada - com muita vontade - em seu pirulito, logo o deixando de lado sobre sua cômoda. Se aproximou de seu namorado, o puxando pela nuca para um beijo calmo, porém provocativo, ainda com o sorriso estampado em seu rosto bonito. Sua mão escorregou lentamente, passando pelo abdômen um tanto definido do outro até pousar sobre o travesseiro, o tirando dali. O Lee se apressou a desabotoar os botões daquela calça apertada, se separando do ósculo para retirar a peça do maior à sua frente. 

Hyunjin estava em um misto de felicidade, nervosismo e ansiedade, mas tentou relaxar assim que sentiu o toque nada delicado do mais novo sobre seu membro semi desperto. Arfou, encarando Yongbok ajoelhado em frente a cama, apalpando seu pau sobre o tecido fino de sua cueca preta. 

— Fique tranquilo, hyung. Apenas se concentre em sentir, prometo que não vai se arrepender. — dito isso, retirou a peça escura com delicadeza e a jogou longe, segurando o membro de Hyunjin pela base e iniciando uma massagem ali e em suas bolas.

Sem enrolar muito colocou em sua boca a cabecinha rosada, sugando ali com vontade enquanto sua mão trabalhava no restante do falo alheio. O Hwang havia tombado a cabeça para o lado e inclinado as costas, vez e outra maltratando a boca entreaberta com mordidas, apenas pra evitar gemer alto demais. 

Em momento algum seus olhares se descruzaram, como se tudo ficasse mais excitante ao ver o brilho de luxúria em seus olhos.

O loiro agora abocanhou o membro por completo, fazendo movimentos de vai e vem com certa velocidade, comprimindo os lábios sobre a extensão do maior, assim sentindo o pequeno relevo de suas veias saltadas. Esfregava sua língua sobre a fenda que escorria pré-gozo, soprando ali a cada pausa que fazia para recuperar o fôlego. O Hwang praticamente fodia a boca do menor, já sem nenhum pingo de vergonha para segurar seus gemidos sempre que a cabecinha de seu pau encostava na garganta do loiro. Aquilo lhe parecia muito melhor do que em seus pensamentos ou então das vezes que se masturbava pensando no outro, era simplesmente maravilhoso o jeito que a boquinha desenhada de seu namorado acolhia tão bem seu pau necessitado. 

Felix continuava com os movimentos rápidos, com as mãos do moreno em seus fios o auxiliando. Suas mãos agarradas as coxas fartas do outro, marcando ali com suas unhas curtas e seus dedos fortes. 

— Li-lix, eu tô quase! — Hyunjin avisou, quase que em um sussurro, retirando suas mãos dos cabelos do outro. 

Comprimiu mais seus lábios ao redor do membro deleitoso, aumentando as sucções em sua cabecinha inchada, não tardando muito até Hyunjin atingir seu orgasmo, sujando o rosto coberto de sardas de seu namorado, este que fez questão de tentar engolir o máximo de porra que conseguiu, sorrindo em seguida.

O Hwang o puxou para se sentar sobre seu colo, com as pernas em volta de sua cintura, acariciando suas bochechas macias e deixando um selinho demorado em seus lábios, estes que logo foram descendo para seu pescoço, parando apenas para retirar a blusa social do uniforme escolar, deixando o torso exposto do australiano visível. O encarou, sorrindo pequeno. 

— Eu te amo. — Felix sussurrou, quase que inaudível, porém Hyunjin pode escutar muito bem. 

— Eu também. Também te amo. 

Felix se levantou apenas para retirar o restante de suas roupas e pegar em sua bolsa um pacote de preservativo. Se sentou novamente em seu hyung, ajudando o mesmo a colocar a proteção. 

Se encararam por um tempo, até Hyunjin o beijar mais uma vez, algo intenso e cheio de sentimentos, como se pudessem compartilhar muitas coisas com aquele toque. E realmente podiam. 

O mais velho levou dois dedos até a própria boca, os lambuzando com saliva para enfim rodear a entradinha do outro, que mordia os lábios com o simples contato. Felix se ajeitou em cima do outro, se inclinando para que o Hwang pudesse posicionar seu membro na entrada do menor, este que gemeu manhoso ao sentir o membro encostar naquela região. O Lee segurou nos ombros alheios, se forçando para baixo com a ajuda do namorado, sentindo a pressão do pau do moreno invadindo sua entrada que continha apenas um pouco de saliva como lubrificação. Fechou os olhos com força, sentindo o local agora dolorido estar completamente preenchido. 

O moreno fazia carinho em sua cintura enquanto deixava marquinhas vermelhas - que com certeza ficariam todas roxas mais tarde - sobre a clavícula e peitoral de Yongbok, tentando o distrair da dor. Este que, mesmo depois de alguns segundos ainda com a sensação desconfortável, começou a se mover para frente e para trás. E aos poucos ia aumentando sua velocidade, ao ponto em que subia e descia sobre o membro de Hyunjin. 

Estavam adorando aquela sensação que sentiam em seus corações acelerados, assim como aquela de seus corpos se chocando em puro prazer. Agora o Hwang havia trocado as posições, jogando o loiro sobre os lençóis e agarrando suas coxas para que ficassem presas a sua cintura, metendo forte sobre a entrada rosada e já bastante maltratada de seu namorado. Felix mantinha as mãos sobre as costas inclinadas sobre si, descontando ali o prazer que estava sentindo ao ter sua próstata atingida várias vezes.

Não demorou a gozar, sentindo um arrepio por todo seu corpo. Hyunjin, no entanto, permaneceu com seus movimentos nada sutis até que viesse pela segunda vez no dia. Suas respirações desreguladas preenchiam o quarto assim como o cheiro de prazer fazia, assim como o sorriso de ambos ocupava seus rostos. 

O Hwang saiu de dentro do menor e se livrou da camisinha, logo se deitando ao seu lado e o puxando para um abraço desajeitado. 

— Acho… Que o pirulito que você colocou em cima da cômoda tá pegando formiga… — deu uma risadinha, mostrando que não dava a mínima para aquilo. 

— Valeu a pena, não me importo de limpar depois. 

 Já se faziam três meses desde que começaram de fato um relacionamento, naquela mesma cafeteria. Seungmin tinha sossegado em questão de implicância com Hyunjin, mas isso só porque Jeongin talvez tenha o ameaçado. Changbin e Minho agora se pegavam pelos cantos da escola e, claro, o baixinho virou super amigo do Hwang. Jisung não era tão chato quanto aparentava ser e acabou por entrar no grupo, assim como o casal simpatia Chan e Woojin - Chan nem tão simpático assim, porém ninguém consegue desgostar dele. 

— Assim, eu tive uma ideia e, mas é claro que só se você quiser, assim… — Hyunjin começou — E que tal gente testar aqueles clichê hot de fanfic? Tipo uns daddy kink e uns bd-

— Não. 

— Namoradão do meu coração, mas é só pra tes- 

— Hyunjin, por que somos namorados mesmo? Misericórdia! 



Notas Finais


Nss q vergonha, ficou muito ruim?? Eu sou MUITO insegura pra escrever esse tipo de coisa (tanto que eu quase q desisto de postar)

Mas enfim, se cuidem e até qm sabe uma próxima!

Até xuxus!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...