História Aquele ex - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho
Personagens Personagens Originais, Philippe Coutinho
Tags Coutinho, Futebol!, Rússia, Selecao
Visualizações 86
Palavras 1.613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoal, só uma coisa teremos uma leve mudança no segundo paquera, voces veram e depois me falem o que vão achar do novo paquera da Maddy.
Bom é isto
Boa leitura.

Capítulo 7 - É o último aviso Philippe


Fanfic / Fanfiction Aquele ex - Capítulo 7 - É o último aviso Philippe

A campainha da mulher tocou informando que um dos seus visitantes tinha chegado, abrindo a porta a loira viu a imagem do ex marido parado na porta a olhando firme.

Os olhos do homem foram paras as pernas expostas da mulher pelo roupão de banho, enquanto ela o olhava firme, dando passagem para o homem a mulher caminhou até o quarto do pequeno Thomas, que dormia tranquilamente por conta do atraso do pai.

- Tente não o acordar. A voz fria da mulher fez todos os pelos do corpo do moreno se arrepiar, enquanto ela entregava o pequeno e a mochila do mesmo.

- Por que ele está dormindo esta hora?

-Você se atrasou para vir buscar ele, e ele tem hora para dormir. Novamente a voz fria da mulher encheu a sala, enquanto ela caminhava em direção a porta a abrindo.

O homem viu a atitude da mulher e isto o deixou ainda mais triste, pensar que ela não se dava o trabalho nem de falar com ele.

Depois da discussão no estacionamento, ela não conseguia falar com ele, apenas pequenas conversas que envolviam Thomas e nada mais, caso contrario se ele apenas tentasse se dirigir a ela, ela apenas o ignorava ou o xingava de todos os nomes.

- Vai sair?

-Não te interessa. Novamente grossa a mulher disse ainda na frente da porta aberta.

- Me interessa sim afina...

-Afinal nada, não temos nada, não somos nada e eu não devo satisfação da minha vida para você. O olhar de Madelayne era claro, ela o queria fora da sua casa, mas ele não queria ir, mesmo Thomas começando a pesar em seu colo.

-Você é importante para mim...A voz de Philippe saiu baixa e triste, mais se ele achava que iria a convencer com aquela cena estava muito enganado.

- Se eu fosse teria mantido sua promessa, vai embora Philippe preciso terminar de me arrumar. Já cansada de esperar o homem sair, a loira caminhou escada a cima para seu quarto tirando o roupão revelando sua lingerie branca com detalhes em flores rosas.

A mulher se sentou na frente da penteadeira, escovando os longos cabelos loiros e enrolando as pontas com o baby lis, o ajeitando e dando o volume que ela queria. Assim que ela começou sua maquiagem ela viu uma silhueta passar por sua porta e caminhando em direção ao quarto de Thomas.

Pegando um taco de basebol que ela tinha no quarto que ela sempre usou para se proteger quando estava sozinha, ela foi até a porta do quarto ainda de roupa intima e ficou ouvindo o barulho, quando os passos se tornaram mais próximo ao seu quarto a mulher se preparou para atacar mais parou assim que viu a imagem de Philippe a olhando confuso.

-O que você está fazendo? Philippe perguntou pegando o taco da mão da mulher.

- Eu que pergunto o que está fazendo na minha casa?

- Vim falar com você...

-Não, eu não quero falar com você, vai embora, agora. E voltando para o quarto a mulher começou a fechar porta porem o homem a segurou com a mão. – Você sabe que eu vou te machucar se você continuar com esta mão aí.

-Pode fechar loira não sou goleiro. O homem disse a frase, fazendo a mulher sorrir escondida atrás da porta, porem se recompondo ela empurrou a porta com força e Philippe tirou a mao rapidamente, porem antes dela trancar a mesma o homem abriu a porta novamente e entrou no quarto rapidamente.

- SAI DAQUI.

-Vamos... Philippe perdeu seu foco assim que percebeu que a mulher estava apenas de roupas intimas, a pele dela parecia mais macia que o normal, provavelmente pelos cremes caros que ela vivia passando e o cheiro de um deles o atingiu o fazendo relembrar momento naquele mesmo quarto.

- Sai Philippe. Madelayne disse pegando o roupão e vestindo novamente e se sentando na frente da penteadeira novamente começando sua maquiagem.

- Não, Maddy vamos conversar por favor, temos que nos acertar.

-Eu não tenho nada para falar com você, sai de perto de mim é o ultimo aviso. Ela disse passando o corretivo e começando a fazer a maquiagem dos olhos.

- Temos sim, nossa história não pode terminar assim.

-Nossa história terminou no momento que você falou que queria terminar comigo por que queria curtir sua vida, então vai curtir sua vida e me deixa cuidar da minha. A mulher disse passando o delineador com cuidado e assim que terminou ficou feliz em ver que tinha conseguido o efeito que queria, o destaque para cor de seus olhos.

- A nossa história só acaba quando...

-Olha Philippe. Madelayne disse se virando na direção do homem cruzando as pernas na sua frente, aproveitando que o roupão subiu um pouco revelando mais suas pernas. – Não me venha com esta de nossa história só acaba quando eu disser que tudo acabou, isto não é todo mundo odeio o Chris, nossa história acabou supera. E se virando para o espelho terminando de se arrumar.

Assim que ela terminou de passar o batom vinho ela a mulher se levantou indo até o guarda roupa e tirando o vestido vermelho do guarda roupa, e olhando no grande espelho do guarda roupas ela viu Philippe a observar enquanto ela tirava o roupão e colocava o vestido,  e ela gostou de ver que ele estava incomodado e com raiva, ela apenas que ele sofresse o máximo que conseguia por ter deixado ela daquela forma.

- Tem como você ir embora?

-Não...

-Olha Philippe é a última vez que vou te avisar, se você não sair de perto de mim vou pedir uma ordem de restrição contra você. Madelayne disse assim que terminou de colocar o vestido o olhando seria.

-Como é? Você não faria isto.

-Não? Você sabe do que eu sou capaz, não me teste. Philippe conseguia ver que ela estava falando sério sobre a ordem de restrição, e a observando caminhar descalça pelo carpete até a penteadeira passando seu perfume preferido.

- Você vai mesmo fazer isto?

- Sim, e se você descumprir eu não deixo você ver nem o seu filho mais. Madelayne disse se virando para ele o olhando firme.

- O que? Você não vai me deixar longe do meu filho Madelayne.

-Então se mantenha longe de mim, você escolhe, se você prefere ficar me enchendo o saco ou ver seu filho. Madelayne caminhou até seus sapatos pegando os saltos pretos, os colocando.

- Quando foi que você ficou tão megera?

- No mesmo dia que você disse que queria terminar nosso casamento.

- Você não era assim, você era doce e meiga, a culpa é deste seu trabalho...

-Há claro, por que seria cômodo de mais para você não é mesmo, eu ficar presa dentro desta casa, sendo a esposinha perfeita para você enquanto você me chifra por todos os lados. Madelayne disse irônica. – E o meu trabalho não tem nada a ver com a minha mudança, e sim o fato de você ser um tremendo babaca, grosso e machista, agora acho melhor você pegar suas coisas, o meu filho e sair da minha casa agora.

E pegando a bolça a mulher desceu as escadas sendo logo seguida por Philippe no colo, a campainha tocou anunciando que seu segundo convidado tinha chegado.

Madelayne abriu a porta revelando o homem a sua frente, e para a surpresa não era Roger que estava prado ali e sim o zagueiro do Real Madri Nacho Fernández, em uma camisa social azul marinho e observou Madelayne com luxúria já que a mulher estava com seu vestido vermelho mais curto na parte da frente e longo na parte de trás ela estava deslumbrante e sexy, tudo o que ele queria para ele e não para aquele idiota.

- Onde está o Roger?

- Não te intensa. Madelayne disse se virando para Nacho. – Ola tudo bem?

-Uau Lady esta magnifica. O homem disse sorrindo para a mulher e dando um longo beijo no rosto da mulher e dando um longo abraço na mulher.

-Lady, que ridículo. Philippe disse bravo do outro lado da sala, vendo o homem entregar rosas vermelhas e chocolates para a mulher o deixando irado por ele ter acertado em cheio naquilo que ela gostava.

-Suas preferidas. Nacho disse sorrindo para a loira que sorriu ficando vermelha.

-Mais o que? Philippe disse alto de mais do outro lado da sala chamando a atenção dos dois na porta.

- Bom Nacho você deve conhecer este senhor, ele está aqui para levar meu filho para a casa dele, e já está de saída. Madelayne disse seria enquanto observava Philippe a fuzilar de longe.

-Claro Coutinho certo? Barcelona? Nacho disse irônico.

-Claro, e você é o nachos? Philippe respondeu na mesma ironia vendo o homem rir da piada com seu nome. – Real Madri?

- É uma honra encontrar você fora dos campos. Nacho disse apertando a mão livre de Philippe com força enquanto o homem ajeitava Thomas que dormia em seus braços. – E este deve ser o pequeno Thomas, é tão bonito quanto a mãe. Nacho disse se virando para Madelayne que corou novamente deixando Philippe ainda mais irado. – Temos que marcar de sairmos um dia com o pequeno, creio que ele deve gostar de jogar bola.

- Ele adora. Madelayne disse sorrindo e verificando se Thomas estava bem agasalhado quando Philippe passou pela porta com o pequeno loiro nos braços. – Tome cuidado com meu filho, e você está avisado Philippe. A loira disse relembrando a conversa que tiveram no quarto, enquanto Nacho fechava a porta da casa o deixando do lado de fora ouvindo a risada dos dois dentro da casa.


Notas Finais


E ai oq que acharam? Não deixem de comentar....
Um beijo e um queijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...