1. Spirit Fanfics >
  2. Aquele garoto - Beauany >
  3. "you don't know what love is" - 15

História Aquele garoto - Beauany - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - "you don't know what love is" - 15


Ele tentava falar comigo,mas eu não conseguia olha - lo direito,pois a visão embaçada pelas lágrimas não deixava.

O menino de olhos azuis me puxou para um abraço,eu fiquei encolhida nós braços dele,a sua camiseta branca se encontrava encharcada pelas minhas lágrimas.

-- Quer me contar oque aconteceu? -- ele diz --

Eu balanço a cabeça de modo afirmativo.

-- Agora? -- Ele diz novamente --

E dessa vez eu balanço a cabeça negativamente.

Talvez ele entendesse que eu iria esperar eu ficar mais calma.

Já escurecia,o vento ficava forte e as lágrimas aos poucos saíam de meu rosto.

-- Pode me contar agora?esta mais calma?

Balanço a cabeça e começo.

Flashback on
Um ano atrás


Finalmente eu contaria para meus pais sobre a faculdade,o dinheiro que eles me ajudaram a juntar estava certo com o preço bolsante.


E também...meu namorado,eles não sabiam que eu estava namorando a mais ou menos dois anos,eu estava feliz em contar tanta novidade,eu acho que eles vão ficar felizes e principalmente a Belinha.


Cheguei em casa não tinha ninguém na sala,na cozinha tinha apenas minha mãe,ela me olhou e viu meu sorriso de orelha a orelha.


-- Mãe nós podemos conversar?com o pai depois do jantar? -- Digo e ela concorda -- quer ajuda para o jantar?


Ela aceita e eu ajudo,foi bem legal o jantar,não falamos muita coisa.


Eu beijo a testa de Belinha e apago a luz do nosso quarto,saio e vou até a sala para conversar com meus pais,eles já estavam no sofá e eu me sento entre eles.


-- Então eu tenho duas notícias...a primeira e que o dinheiro que estávamos juntando para a bolsa deu o preço certinho,sem mais ou menos centavos -- Digo animada recebendo um sorriso de resposta de minha mãe --


-- Que maravilha meu amor,você vai conseguir fazer sua faculdade que você tanto queria -- Ela diz me abraçando de lado --


Meu pai não diz nada,ele continuava sério demais e apenas prestando atenção,ao eu falar da faculdade ele solta um sorriso de lado e uma risadinha,eu não entendi a questão da risada,mas tudo bem.


-- e tem mais...eu tava com medo de contar sobre isso para vocês -- digo nervosa --


Meus pais prestavam atenção em cada palavra que eu falava.


-- a uns dois anos eu comecei a namorar,com um menino,vocês não conhecem ele -- Digo arrancando um sorriso da minha mãe --


Mas...uma feição brava de meu pai,ele parecia furioso mas não sabia porque,ele sempre me dizia que eu nunca iria namorar na vida,e olha ai.


-- Namoro Any Gabrielly?namoro?como eu te criei garota? -- Ele diz tentando se manter calmo --
-- olha só menina você não vai namorar,porque eu não quero ver você namorando,aliás quem diria,você namorando? -- ele da risada -- Any Gabrielly entende uma coisa,VOCÊ NÃO SABE OQUE É AMOR -- ele grita me fazendo cair lágrimas -- você e uma menina grossa,idiota,e principalmente,uma cobra -- ele diz e eu levanto a cabeça com lágrimas nos olhos -- e chorona


-- A única cobra aqui deve ser você -- eu digo e ele parece mais bravo -- você não sabe oque e amor


-- Você tem duas horas para terminar -- ele diz --


-- Eu não tenho hora nenhuma para terminar -- eu digo e ele pega no meu braço e segura forte --


-- Não importa se você não tem ligar para ir,você vai sumir daqui dessa casa...e sobre teu dinheiro para faculdade,vou usar ele para algo útil -- ele diz sumindo para o quarto --


-- mãe... -- digo e ela me corta quando vou falar algo --


-- Desculpa meu amor -- ela diz e vai junto ao meu pai --


Flashback off


Quando me percebi eu chorava nós braços de Joshua novamente,eu não sabia oque fazer eu só estava...acabada naquele momento.


O Joshua me fez várias perguntas que não fui capaz de responder,eu tremia e meus olhos estavam vermelhos pelo choro.


-- E depois?oque aconteceu? -- o garoto de olhos azuis diz --


-- Ele terminou comigo enquanto eu saia de casa de madrugada,disse que me fez de brinquedo e preferia sua amante,que eu atrapalharia ele no futuro...aí eu fui morar com Joalin e Heyoon que sempre moravam juntas,Heyoon me apresentou a palavra ohana -- digo e olho para Josh,ele estava com feição interrogativa --
-- Ohana quer dizer família,família quer dizer nunca abandonar ou esquecer,minha família biológica,ou pelo menos meu pai não era considerado família. -- Digo --
-- Elas foram minha família depois que fui expulsa de casa,eu descobri que família não e quem tem o mesmo sangue,afinal até mosquito tem sangue -- limpo as lágrimas -- família e quem está ali nos momentos difíceis,que segura no meu ombro e diz que vai ficar tudo bem,Joalin e Heyoon e minha família.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...