História "Aquele Por Do Sol" - Capítulo 7


Escrita por: , Potte_r e Taehyunnie-ah

Postado
Categorias Neagle
Personagens Personagens Originais
Tags Ficção Adolescente, Mateus Aquino, Neagle, Por-do-sol, Praia, Primeiro Amor
Visualizações 87
Palavras 540
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction "Aquele Por Do Sol" - Capítulo 7 - Capítulo 7

No dia seguinte eu acordei e fiz todas as coisas que fazemos quando acordamos e bla bla bla..
Mateus tinha me passado seu número na noite passada. Quando eu peguei meu celular pra olhar as mensagens tinha um simples 

- Bom dia xuxu❤ -

Mas sla, pra mim foi tão especial que eu ganhei o dia só com aquele "Bom dia".
Ficamos ali um tempinho conversando, o papo tava bom a única coisa ruim era o sinal, tinha que ficar mudando de lugar toda hr prq ele ficava caindo. Dps de tanto rodar a casa atrás de um ponto fixo de sinal eu achei um, era na janela! Tive que ficar sentada nela que era no alto e com os pés no telhado. Chegou a um ponto que eu já estava tanto tempo naquela janela que minha mãe veio me perguntar:

- Que tanto você conversa aí hein grt? -

Eu só respondi que não era nada dms, que só era o Mateus msm, ela não falou mais nada graças a Deus! Por um momento pensei que o interrogatório ia começar.
O pessoal da casa me chamou pra ir na praia,então coloquei um biquíni e resolvi chamar Mateus. Disse a ele que era pra ele me encontrar "por acaso" p ninguém desconfiar e nada do tipo. Assim foi feito, Mateus chegou lá e falou:

- Ue, Oie Ana -

-Oie Mateus, tá dando um rolê ? - respondi rindo, mas esse riso foi tipo um risinho normal mais ao mesmo tempo um riso que fazia ele entender o prq de eu estar rindo, que no caso era da nossa "farça" de fingir ter se encontrado por acaso

Dali ele me chamou p ficarmos brincando com a bola ali num mini campinho que tinha na areia da praia.

- Globo já pode contratar a gnt - falou Mateus assim que saímos de perto da minha família

- Já tlgd que quando eu chegar em casa vão fzr milhares de perguntas - ri

- Boa sorte pra vc ent - riu tbm

Ficamos no campinho jogando 1 contra 1 ou x1 no futebol, não sei como fala isso!
Teve uma hr que cansamos e sentamos ali msm e ficamos conversando coisas aleatórias até que surge o assunto se iríamos mesmo esconder o nosso "mini rolinho" dos nossos pais. Parece estranho mas a gnt se curtiu tanto, o nosso Santo bateu tão,mas tão rápido que se bobear amanhã msm já estaremos planejando o nosso casório! 
Meus pais são embaçados com esse lance de namoro, por mais que a gnt não esteje namorando, aaaah vcs entenderam ai! Ent quanto mais tarde contar seria melhor, eu sei eu sei que talvez esconder não seria a melhor opção mas por enquanto vamos dxr assim msm e que seja oq Deus quiser...
Os pais do Mateus, pelo oq ele me contou não são tão embaçados quanto os meus, pode ser até de boa se ele contar, o problema vai ser se ele contar e eles descobrirem que eu não contei aos meus ainda e obrigasem -nos a contar, aí ia ferrar tudo. Podemos estar tirando conclusões precipitadas sobre o nosso futuro, se é que estaremos juntos até lá, mas enfim vamos viver o agora, não é mesmo?!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...