História Aquele sorriso... - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Camila Cabello, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Camila Cabello, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Amor, Cameron Dallas, Colegial, Crossover, Hentai, Magcon, Musica, Nash Grier, Romance, Sexo, Shawn Mendes
Visualizações 203
Palavras 2.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Comentem o que acharam isso é muito importante para mim continuar 💙😍💜♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 30 - Pegadinha


Fanfic / Fanfiction Aquele sorriso... - Capítulo 30 - Pegadinha

POV Alice

Terminei de tocar e nem havia percebido que estava com os olhos fechados, eu os abri e virei meu rosto em direção ao Shawn, que o mesmo estava com o seu braço direito apoiado no canto do piano, onde não havia tecla, segurando a cabeça, me olhando como se estivesse apreciando.

- Você é linda até tocando piano ! - ele diz se aproximando, deixando um selinho em meus lábios, mas acabo não resistindo e puxo sua nuca contra mim, selando nossos lábios, amava o jeito que ele segurava meu rosto com sua mao, acariciando minha bochecha com o polegar.

- Só você para me fazer sorrir depois de ter brigado com meus pais ! - digo sorrindo e ele balança a cabeça rindo pelo nariz enquanto pega seu violão - Shawn, a gente vai criar uma música ou nós vamos fazer um cov - quando ia terminar a frase, sinto algo líquido na região da minha intimidade, vou correndo para o banheiro, fecho a porta e coloco um absorvente, ainda bem que não deu tempo de sujar a calcinha...

- Você tá bem, Alice ? - Shawn perguntou, batendo na porta, claramente preocupado.

- Tô, tô sim, eu só precisava lavar a mão, eu toquei em alguma coisa gosmenta, embaixo do piano. - menti

- Ah... Ok ! - ele disse e provavelmente voltou.

Quase esqueço, vou para meu quarto e pego uma cartela de anticoncepcional, pego uma garrafa de água que sempre fica uma na minha mesa, e tomo com o comprimido.

Quando Shawn foi me deixar em casa, sábado, ele passou na farmácia por ter esquecido de usar camisinha, eu fui lá e comprei uma cartela, tomei assim que cheguei em casa. Eu não pretendo engravidar agora rsrs.

Peguei minha mochila e levei comigo, para a sala de música, chegando vi Shawn tocando alguma coisa no piano, era linda a música, principalmente sua voz.


I love it when you just don't care

I love it when you dance like there's nobody there

So when it gets hard, don't be afraid

We don't care what them people say


Me encostei no batente da porta sem fazer um pingo de barulho, apenas aproveitando a música.


I love it when you don't take no

I love it when you do what you want cause you just said so

Let them all go home, we out late

We don't care what them people say


- Eu sei que você está aí ! - Shawn diz me assustando, sorrio, revirando os olhos, ele para de tocar e girando a cadeira para me olhar.

- Não sabia que você toca piano, aliás muito bem ! - digo indo em direção a ele e me sentando em seu colo.

- Você nunca me perguntou, e aliás obrigado ! - ele diz me fazendo provar do próprio veneno, reviro os olhos rindo com seu biquinho - te amo !

- Também te amo ! - digo e ele beija minha testa.

- Giu, eu... QUE PORRA TA ACONTECENDO AQUI ?! - Felipe grita abrindo a porta, me assusto quase caindo para trás, se não fosse Shawn ter sido mais rápido, me segurado pela cintura.

- Feh, tenho péssimas notícias ! - digo fazendo um suspense, fingindo estar triste, sorrindo de tristeza - para vocês dois ! - digo olhando para Shawn, me levanto ficando entre os dois e suspiro profundadente, eles estavam com uma expressão de tenso e preocupante - E-eu não sei como falar isso ! - falo fingindo gaguejar, forçando para chorar.

- Pode falar, princesa ! - Shawn diz vindo até mim e segurando minha mão, pela cara deles, acho que mereço um Oscar hahahahah.

- Eu... - olho para os dois rapidamente e forço mais, para uma lágrima escorrer - eu tô grávida ! - falo abaixando a cabeça segurando a risada, olho de relance para Felipe, que olhava para Shawn com a expressão de quem vai matá-lo, quase falhei em segurar o riso, eu olhei para Shawn que olhava para o chão, ele parecia assustado, mas acariciava minhas costas.

- Eu vou ser pai ?! - ele me olhava com os olhos arregalados, o olho e assinto. - Alice, eu vou assumir o nosso bebê, porque você não fez ele sozinho, e eu tenho total responsabilidade ! - ele diz olhando meus olhos, e quase chorei de verdade, ele é perfeito, corei bastante na parte "você não fez ele sozinho" rsrs.

- Não se eu te matar primeiro ! - meu irmão diz, e ao dar o primeiro passo na direção do Shawn, caio na gargalhada, mas não era uma risada normal, era uma gargalhada alta, estava segurando por muito tempo, e no mesmo instante o Felipe para de andar para me olhar.

- Por que você tá rindo ? - Shawn pergunta me olhando preocupado - Se continuar rindo desse jeito o bebê vai nascer louco ! - ele diz sério, e rio mais alto dessa vez me apoiando em seu ombro para não cair.

- Shawn, não tem bebê nenhum ! - digo limpando a lágrima forçada e eles me encararam confusos - eu não to grávida ! - digo falando como se fosse óbvio. Felipe e Shawn suspiram aliviados, me fazendo dar uma risada nasal.

- Nunca mais faça isso, não quero ser tio antes de ser pai. - o Felipe disse apontando o dedo para mim, então eu fiz a coisa mais madura a se fazer... Mostrei a língua.

- Por um momento até imaginei uma criança correndo me chamando de pai, você me iludiu ! - ele diz rindo, então faço biquinho de peixe nele, e dou um selinho.

- Acho que nunca vou me acostumar com isso ! - ele diz fazendo careta.

- Foi por isso que eu te dei esse susto, para você perceber que é melhor você se acostumar comigo no colo do Shawn na sua frente, do que você ter que se acostumar com uma criança te chamando de tio ! - digo levantando o queixo o olhando, com um ar de vencedora, ele era mais alto que eu, mas ele nem chegava ao tamanho do Shawn, meu irmão tinha 1,82. Quando olhei Shawn já estava corado.

- Tá, eu só queria dizer que eu vou sair com a Vick, e quando eu chegar... - ele suspirou e olhou para baixo, dizendo como se fosse uma tortura - pelo menos usem camisinha ! - instantâneamente eu e Shawn gelamos e ficamos vermelhos.

- O-o q-que ? - pergunto franzindo o cenho, rindo de nervoso.

- Até parece que uma menina de 16 anos, ainda é virgem ! - ele ri virando o rosto para a escada que era ao lado da porta, na hora Shawn olhou para mim rindo baixinho e olhei para ele feio, que conseguiu segurar a risada. Meu irmão voltou a olhar a gente - Então era só isso, me manda mensagem se nossos pais chegarem, que eu volto correndo... Não confio nunca mais neles. - ele disse deixando uma tensão no ar, que foi quebrada por Shawn.

- Não precisa, ela vai dormir comigo, em casa ! - ele diz e imediatamente eu e o Felipe o olhamos surpresos.

- Ela vai ?!

- Eu vou ?!

- Você não lembra que minha tia tinha te chamado para dormir em casa e tudo mais... - ele diz olhando para mim como " Aceita, sua tonta " que entendi na hora.

- Verdade eu tinha esquecido, eu volto depois da escola ! - ela diz olhando para o irmão sorrindo tentando convencer. Ele estreitou os olhos e assentiu.

- Acho que vai ser até melhor, eu queria mesmo sair até tarde com a Vick - ele diz sorrindo malicioso, piscando para o Shawn.

- Não quero saber se vocês vão num motel ! - digo o repreendendo com o olhar, e Shawn piscava para ele também balançando a cabeça - vocês são uns idiotas, mesmo ! - falo rindo.

- Amor, tô pronta ! - a Victória grita de lá de baixo.

- Ok, amor, eu já tô indo ! - ele grita em resposta - então eu já vou indo, e eu queria te parabenizar, maninha, espero que você seja muito feliz com o Shawn. - sorrio e o abraço.

- Obrigado, mano, e eu já sou feliz com ele. - falo e Shawn beija minha têmpora.

- E você - ele aponta para o Shawn - se você magoar minha irmã, você tá fodido. - Shawn ia dizer alguma coisa, mas eu o corto.

- O único jeito dele me magoar, é se ele se afastar de mim. - digo abraçando o Shawn de lado, ele dá uma risada nasal.

- Cara eu não sei porque, mas eu acho que te conheço - ele diz e Shawn pareceu pensativo e de se lembrar de algo.

- Você era aquele cara vestido de Dumbledore, no convento do Harry Potter. - ele disse e meu irmão colocou a mão na boca, chocado, mas logo tirou e fez um "toca aqui" com Shawn.

- O que que tá acontecendo ? - olhei sem entender nada para eles.

- Eu fui num convento do Harry Potter, há alguns anos, e eu tava vestido de Harry Potter, bastante gente tava fazendo um muvuco envolta do seu irmão, porque ele tinha acabado de cair da escada rolante - Shawn contava, enquanto meu irmão assentia rindo - aí eu ajudei ele, e ficamos conversando sobre tudo de Harry Potter depois, até a gente ir embora.

- Agora entendi aquele dia. Você tinha sumido de casa por umas 6 horas, e quando chegou tava mancando vestido de Dumbledore, fui engraçado esse dia ! - falei lembrando.

- Não sei, porquê, mas eu gosto muito mais de você, agora - falou meu irmão.

- Kkk só falta você falar que também gosta de Grey's Anatomy kk - Shawn disse e meu irmão olhou incrédulo para ele, eu tava me sentindo já excluída dalí.

- Tá brincando ?! Essa é a melhor série de todos os tempos ! - falou meu irmão impressionado - Alice, eu apoio 100% seu namoro com ele.

- Idiota ! - falo rindo da empolgação deles.

- FELIPEEHH !! - a Vick gritou me fazendo rir, da cara de assustado do meu irmão.

- JÁ VO - meu irmão grita de volta - é melhor eu ir, se cuida maninha. Tchau Shawn - ele diz beijando o topo da minha cabeça e tocando na mão de Shawn. Logo já se encontrava o mesmo descendo as escadas.

- Nunca mais faça esse tipo de brincadeira ! - Shawn fala assim que ouvimos o barulho de porta se fechando.

- Por que ?! Eu achei bem fofo você falando que ia assumir ! - eu digo apertando suas bochechas que já estava bem coradinha.

- Mas eu ia, se fosse verdade... - ele diz, me pega pelas pernas e me prensa na parede, me beijando ferozmente.

Ele estava me levando a perdição, mas acabei me lembrando da Maria Sangrenta embaixo, então eu empurrei seu peitoral para ele se afastar.

- O que foi ? - ele pergunta me deixando no chão.

- Acho que você não vai querer tranzar comigo nos próximos dias, a menos que você queira sangue no seu pau ! - falo e rio de sua cara de nojo - Vem vamos preparar alguma coisa para amanhã. - falo indo me sentando 

- Ok, depois "disso", nós vamos tranzar o dia todo para me recompensar kk - ele fala  dando vários beijinhos no meu pescoço, droga ! Ele pegou no meu ponto fraco.

- kkkkkkk tudo kkkk bem kkkk mas para kkkkkkk ! - falo enquanto vou sentando no banquinho do piano enquanto ele se senta na poltrona colocando o violão em seu colo.

- Você tem cócega ? - ele pergunta rindo.

- Tenho, e se você fazer isso de novo, eu fico de greve de sexo ! - acabei de tocar na ferida dele rsrs.

- Cócegas ?! Nunca nem vi ! - ele diz me fazendo rir.

- Engraçadinho, o que a gente vai fazer ?! Nós vamos criar uma música ou fazemos cover ?! - pergunto o olhando

- Não sei, mas a gente pode criar, eu já tenho algumas coisas na cabeça ! 

- Eu amei aquela música que você tava tocando. - falo honesta.

- É... Mas ainda não terminei.

- Ah, então o que tem em mente ?!

- Pega uma folha e caneta, se não eu esqueço !

- Tá kk - me levanto, vou para o quarto, pego minha mochila e volto. Abro a mesma, rasgo uma folha do caderno e dou para ele. Pego meu estojo, pego uma caneta roxa e estendo para ele.

- Obrigado. - ele fala pegando a caneta de minha mão.

Ele começa a escrever, algumas frases e eu lia, fazendo ritmo com as mesmas. Quando ele terminou a segunda estrofe ele me estendeu a caneta. Fiz uma cara tipo "pra quê ?"

- Você tem vai compôr também ! - tem fala como se fosse o óbvio, arqueio as sombrancelhas e pego a caneta.

- Se ficar ruim é culpa sua ! - digo já escrevendo.

- Tenho certeza que não vai ficar. - ele fala sorrindo me olhando, e coro.

Eu ia escrevendo conforme eu sentia, e depois eu entendi sobre quem é essa música que o Shawn escreveu, sobre mim. Ele pegou o violão dele, deu algumas afinadas, e começou a achar os acordes para o ritmo, do jeito que eu tinha feito.

Terminei de escrever e entreguei a caneta para ele novamente que escreveu as partes finais comigo. Depois ficamos tentando encaixar o ritmo no piano e no violão.



Notas Finais


Comentem o que acharam pelo amor de Deus 💜💜😍😍💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...