História Aqueles que vão e aqueles que ficam - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias South Park
Visualizações 8
Palavras 286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lírica, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E voltamos a merda companheiros...

Capítulo 1 - Prólogo: Um ato antes do fim;


O despertador toca. Já era hora de levantar mas o sono era mais forte. Ele acordou meio sonolento, se levantou da sua cama e caminhou descalço até o banheiro, chegando lá encarou seu reflexo.

A cara amassada de sono, escuras olheiras debaixo dos olhos, estes que também estavam vermelhos pelo choro da noite passada. Os cabelos ruivos estavam bagunçados e de aspecto sujo o trazendo um ar de mendigo, mesmo que odiasse sujeira.

Suspirou e logo começou a escovar seus dentes, afinal, ele até poderia ser comparado a um mendigo, mas seria um mendigo sem bafo.

Terminou de escovar os dentes e depois lavou o rosto. Preferiu não tomar banho devido a baixa temperatura de South Park - havia nevado a noite inteira -, se trocou de forma lenta e preguiçosa mesmo estando um pouco atrasado.

Se sentou na cama e levou as mãos ao rosto tentando encontrar um pouco de coragem para ir a aula. Encarou o relógio digital vendo na cômoda ao lado da cama e não pode evitar olhar para o porta retrato ao lado. Era uma foto sua com ele.

Ele quem? Stanley Marsh, seu melhor amigo.

Ou era seu melhor amigo. Na verdade, Stan não era mais nada. Não era mais ninguém. Ele não estava mais vivo.

Stan havia morrido há dois anos. Kyle ainda chorava e lamentava a noite quando estava sozinho.

Sentiu uma lágrima solitária rolar por seu rosto, que logo foi limpa. Se levantou em um pulo decidido ir para a escola, mesmo atrasado.

Saiu de casa sem café e sem falar com seus pais, sem saber o que o destino reservava para ele.



Mas também não reparou na estranha figura de preto que o observava de longe...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...