1. Spirit Fanfics >
  2. Aqui e para sempre >
  3. Capítulo 4

História Aqui e para sempre - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Aqui e para sempre - Capítulo 4 - Capítulo 4

POV NICOLE

Eu tenho que confessar que estou realmente feliz, faz alguns dias depois daquela noite desastrosa e apesar de eu querer que as coisas tivessem sidos de outra forma, ainda assim eu não poderia ter ficado mais grata pela reação dos meus amigos, e principalmente da Jasmín, eu não queria magoa-la, o que no final só fortaleceu nossa amizade, bem... mais ou menos, agora ela não parava de me perguntar sobre as garotas da escola, com quem já fiquei, quem era, quem não era lésbica, tive até que ensinar sobre o que significava "gaydar" para ela.

- Eu acho muita sacanagem isso! - ela reclamou me fazendo rir revirando os olhos.

- O que?

- Eu tenho o direito de saber Nick, você sabe tudo sobre mim - disse ela meio que pedindo com aqueles lindos olhos.

- É, mas você nunca me disse dos namorados que teve antes do Erick - e não era como se eu estivesse morrendo de curiosidade sobre isso.

- Porque eu nunca namorei antes dele! - sorriu sabendo que eu não ia ter mais argumentos.

- Sério? - tentei parecer interessada - Você nunca namorou antes? Nem ficou?

- Já fiquei, mas nada sério! - ela deu os ombros e eu sorri sabendo que tinha achado uma brecha.

- Eu também não, nada sério com ninguém, então não vale a pena falar! - sorri e olhei para o caderno tentando terminar de copiar a tarefa de matemática do caderno dela.

- E a Lorena?

- Ela não é daqui da escola - respondi sem tirar os olhos do caderno.

- Então quer dizer que com ela é sério?

- A gente só ficou! Ainda não é nada sério.

- Se for você vai me contar né?

- Vou Jasmín, quando eu começar a namorar quem quer que seja, vou te apresentar e você da o aval okay? - a encarei e ela pareceu satisfeita por um momento.

- É isso aí! Mas... - ela me encarou pensativa. - Se eu não gostar da sua namorada?

- Você não tem que gostar dela! EU tenho! - disse achando graça.

- Não gostei! - ela disse fazendo careta.

O sinal tocou, os alunos começaram entrar, ela pegou o caderno e foi para a carteira dela, logo o Fred estava do meu lado, as coisas com ele melhoram bastante, ele agora me tratar quase como um garoto, o que não me irritava em nada.

Saímos para o intervalo, eu o Erick a Jas e o Fred fomos para o mesmo banco de sempre, o restante já estava lá fazia um tempo, conversavam sobre algo e pararam bem na hora que chegamos e olharam para mim.

- Descobriram outro segredo meu foi? - brinquei pelo silêncio.

- Você tem outro segredo? - Jas me encarou seria

- Claro que não, só estava brincando - falei na defensiva.

- Bem... é mais um pedido! - Vivi começou a introdução.

- Eles queriam conhecer uma boate gay - Vitor disse de supetão.

- O certo é LGBT! - Theo corrigiu e eu sorri para ele.

- Para que? - perguntei curiosa.

- Curiosidade ué! - Vivi disse dando os ombros - Ou você nunca foi em uma dessas?

- Claro que já fui!

- Então...? - Vitor esperou a resposta.

- Tudo bem! - respondi meio sem entender - Só não estou entendendo o interesse!

- Eles acham garotas bissexuais sexys! - Theo revelou arrumando o óculos e levou um tapa do Vitor. - A Vivi quer porque falaram que lá toca pop! - ele concluiu me fazendo rir.

- Realmente, as músicas são melhores! - concordei. - Tudo bem então!

- Ótimo - Vivi disse animada.

- Vocês também vão? - me virei para Jas e pro Erick

- Claro que sim! - Erick confirmou.

Olhei para a Jasmín que estava com um olhar distante, mas logo me olhou, deu um meio sorriso e afirmou com a cabeça.

- E a festa hoje em casa? - Vivi perguntou.

- Como?? - Jas a encarou séria.

Sabia que tinha esquecido alguma coisa, o Vitor tinha combinado de dar uma festa na casa deles aproveitando que os pais estariam viajando e eu fiquei encarregada de convencer a Jasmín, por isso todos se viraram me encarando.

- Você não falou com ela? - Vitor perguntou.

- Eu esqueci! - sorri sem graça.

- Nada de festa! - ela disse categórica - estão loucos?

- Maninha vai ser só uma social leve! - Vivi tentou contornar.

- NÃO! - disse se virando e saindo irritada.

- Vê se concerta isso! - Vitor disse me olhando.

Fui atrás dela que andava em passos largos.

- Espera Jas... - pedi - É só uma festa boba, nada demais!

- Amanhã a gente tem prova sabia? - ela se virou me encarando - e eles também!

- Esqueci da prova também! - disse e ela revirou os olhos.

- Eu estou cansada de ser a adulta por aqui! - disse irritada. - Avisa que não vai ter festa, se insistirem eu converso com meus pais!

Ela subiu para a sala e eu fui falar com eles, apesar dela ser dez meses só mais nova que os gêmeos, ela era a mais ajuizada e certinha, o que fazia sempre a palavra dela ter mais peso perante os pais do que a deles.

Quando entrei na sala ela estava com um livro aberto na mesa, puxei o livro e me sentei na mesa, ela só ergueu os olhos sem humor nenhum.

- Me desculpa por não ter falado da festa! - disse baixo.

- Você reparou quantas desculpas você está me pedindo ultimamente?

- Fazer o que né, eu só faço merda - sorri e dei os ombros - Vou ter que pedir desculpas para minha mãe também pela nota vermelha em biologia... a não ser que você me ajude a estudar para prova amanhã!

- Não sabe nada da prova amanhã? - pareceu interessada.

- Não!

- Só lamento! - ela disse cruzando os braços como uma criança birrenta.

- Que maldade! - eu disse achando graça, desci da mesa e sentei na cadeira do lado dela, ficando da sua altura, sorri a olhando, torcendo para que minha cara de pau a convencesse, mas ela continuou olhando para frente - Por favorzinho Jas! - pedi colocando meu queixo no seu ombro.

Era para ser algo fofo entre amigas, mas senti como se tivesse sido atingida por uma bala quando senti seu perfume, ela virou o rosto e me encarou, seu rosto estava a centímetros do meu, a vi prender os lábios entre os dentes, só quando o sinal bateu eu percebi que estava segurando a respiração, me afastei e ela olhou para frente de novo, tinha havido um clima ou foi impressão minha?

- Tudo bem! - ela disse por fim - Pode ir em casa hoje para gente estudar!

- Obrigada! - forcei um sorriso apesar da confusão mental que eu estava e voltei para a minha carteira.




Notas Finais


tá rolando um clima vcs perceberam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...