1. Spirit Fanfics >
  2. Aquilo não era um sonho >
  3. Aquela festa seria o centro das atenções

História Aquilo não era um sonho - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olá demorei um pouquinho pra postar mas tô aqui com um capítulo bem gostosinho. Boa leitura😘✌

Capítulo 4 - Aquela festa seria o centro das atenções


   *Sakura ON*

Eu estava no meu 2 copo de tequila, eu estava totalmente perdida em meus pensamentos, eu não conseguia acreditar que a Hinata me ama, eu realmente não sei o que eu sinto ao certo, eu não quero magoa-la, eu sei que a Hinata já sofreu demais e não quero ver ela triste. Comecei a andar pela festa e a procurar o Sasuke, só queria conversar pra esquecer o que tinha acontecido ali naquela sala. Não demorou muito pra mim encontrá-lo ele estava bem arrumado, eu fiquei encarando ele antes de se aproximar, eu não iria contar a ele o que aconteceu, eu não queria e não teria coragem de contar.

Sakura:Oi Sasuke.*fala alto*

Sasuke: Oi Sakura, não tinha te encontrado então fui beber, você não liga né?

Sakura: Não, tá de boa.

Sasuke: vai querer dançar?

Sakura: não eu não tô no clima.

Sasuke: tá bom mas se precisar é só chamar.

Sakura: tá bom vai lá.

Eu segui pro sofá e sentei no canto do mesmo, eu estava tão distraída que nem percebi que sentei ao lado da Hinata.

Hinata: Oi

Sakura:*Se assusta* o-oi

Hinata: Então que tal a gente esquecer o que aconteceu aqui hoje.*falso sorriso com um rosto triste*

Sakura:Hinata acho vai ser melhor né.*olha pra cima e sorri fraco*

Hinata:*levanta e vai embora*

Sakura:( eu fiz o que eu mais queria evitar, eu magoei ela)

*Hinata ON*

Eu tive que fazer isso, eu não conseguiria suportar se ela me dissesse não. Eu estou agora no meu quarto, antes de ir pro mesmo pedi ao barman 1 garrafa de vodka e outra de tequila, é hoje que eu bebo até cair bater a cabeça e perder a memória, como se eu tivesse sorte o suficiente pra isso acontecer, eu estou nesse momento chorado tudo o que tinha que chorar e reabastecendo minha lágrimas com a minha querida tequila. Sabe eu já passei por tanta coisa nesses anos, não sei se vou aguentar mais, tá tudo realmente dando errado.

*Sakura ON*

Eu estava presa no mundo dos pensamentos, e pensei em ir pedir desculpas pra Hina e ir consolar ela, sabia que ela estaria em seu quarto conhecendo ela, cheguei na porta do mesmo e bati.

Sakura: Hinata abre vamos conversar.

Hinata: -....

Sakura: vamos abre por favor, a gente precisa conversar.

Hinata:* joga a garrafa de tequila já vazia na porta* Vai embora eu não quero falar com você, eu não quero ver você, me deixa sozinha ok.* fala super alto entre soluços *

Sakura:*senta na porta de costas pra mesma* Olha Hina eu sei o que você tá passando.

Hinata: * abre a porta com tudo* Você não sabe de nada, nem mesmo sabe pelo que eu passei, então não me venha dizer que sabe o que eu tô passando.*Fala tudo rápido, alto e entre soluços* * cara inchada do choro*

Sakura:* quase cai pra trás *( nossa ela tá realmente passando por muitos sentimentos, olha a cara dela está horrível)
Desculpa. *Olha pra Hinata*

Hinata:*coloca a mão no rosto tampando o mesmo* Só vai embora tá

Sakura:*Olha pra Hinata*( olhei pra baixo e percebi que a Hinata tava com os pés todos cortados ela estava pisando nos cacos de vidro descalça) Hinata seus pés.*aponta pros pés da Hinata*

Hinata:*olha pros pés* Isso não é nem 1% da dor que eu tô sentindo aqui.*aponta pro coração*

Sakura: Não fala isso, deixa eu cuidar deles pra você, por favor.*Se aproxima*

Hinata: não precisa eu cuido deles eu mesma, só vai embora tá.

Sakura: não de jeito nenhum, você tá fedendo a álcool, eu tenho certeza que essa garrafa de tequila que você jogou não secou sozinha.

Hinata:-... Só porque eu bebi um pouco não quer dizer que eu não consiga cuidar de mim mesma.*vira as costas e começa a andar pelos cacos até sua cama*

Sakura: não anda pelos cacos Hinata.*grita com ela*

Hinata: agora você virou minha mãe pra ficar me mandando.

Sakura: não sou sua mãe mas eu me importo com você.

Hinata:* ri alto e com deboche* Agora você se importa comigo, o quão falsa você é Sakura.

Sakura:*Vai até a Hinata em silêncio e olha os pés da mesma* *tira um dos cacos gravados devagar*

Hinata: aí aí vai com calma tá doendo mesmo que eu tenha bebido ainda dói.* cara de dor* Já sei passa aquela garrafa de vodka pra cá.* aponta pra mesma*

Sakura: nada disso chega de bebida, daqui a pouco você desmaia de tanto beber.*continua a cuidar dos pés da Hinata*
( até que valeu a pena ter uma das aulas de socorros com minha mãe )

Hinata: vai não seja chata Saky me passa a garrafa.*Faz biquinho*

Sakura:Olha é só um pouco porque eu sei que tá doendo mas assim que eu terminar chega tá.*olha seriamente* * pega a garrafa e entrega pra Hinata*

Hinata: aí como eu te amooo Saky, brigada brigada.*pega a garrafa e assim que a Sakura olha pra baixo da um super gole* Bem melhor.

Eu passei uns 15 min cuidando da Hinata, estava terminando de arrumar as faixas em volta do pé da mesma pois ainda estava bem feio os cortes, até pensei em levar ela a um hospital mas achei melhor não, terminei de dar a última volta com a faixa.

Sakura: termi- * é puxada pra cima da cama repentinamente* Hinata poderia sair de cima de mim, eu tenho que ir embora segundo a sua última ordem.

Hinata:n-nada disso você vai f-ficar aqui comigo.*diz entre os soluços por estar bêbada*

Sakura: Hinata cadê a garrafa de vodka?

Hinata:*aponta pra uma garrafa que estava no criado mudo * Serve a-aquela ?

Sakura: Meu Deus Hina você tá louca, tomou 1 garrafa de tequila e 1 de vodka sozinha.* cara de surpresa*

Hinata: e-e olha q-que eu n-nem tô b-bêbada pra você v-ver como eu s-sou resistente.*sorriso convencido *

Sakura: tá então você pode sair de cima eu vou ir embora.* diz meio corada pois a Hinata estava muito perto*

Hinata:n-nada disso, a-agora você vai f-ficar aqui c-comigo. *Fica mais próxima*

*Autora ON*

Enquanto elas estavam naquele rolo, algo estava acontecendo na sala daquela casa, Naruto estava conversando com a Ino e os dois já estavam meio bêbados, Naruto consegui chegar no assunto que o mesmo queria.

Naruto: Ino você gosta de alguém?

Ino: eu não sei, não achei alguém ainda.*deu de ombros*

Naruto:hum entendi.

Ino: e você tá gostando de alguém?

Naruto:e-eu n-não.*cora muito*

Ino:Naruto você tá estranho.* se aproxima*

Naruto:e-eu estranho t-to super normal.*ri de nervoso*

Ino:tem certeza.*fala bem no ouvido dele*

Naruto:e-e-eu t-t-tenho.

Ino:Então você não gosta de ninguém.*Fica passando o dedo indicador no peito do mesmo em direções aleatórias*

Naruto:I-Ino o que v-você tá fazendo ?

Ino:Eu não estou fazendo nada demais, porque por acaso você não está gostando?*cara levemente maliciosa*

Naruto:n-não eu não d-desgosto disso.*sem querer olha para os peitos da mesma*

Ino:para onde você está olhando N-a-r-u-t-o.*fala soletrado e bem divagar com voz maliciosa*

Naruto:*olha pra um canto qualquer* e-eu n-não e-estou o-olhando p-pra n-nada.*cora*

Ino:aé então o que você acha de olhar pra mim.*pega o rosto do Naruto e o faz olhar pra ela*

Naruto:p-pra q-que I-Ino.*fecha os olhos quando a mesma coloca a mão em seu rosto*

Ino:Vamos Naruto abra os olhos você não vai se arrepender,eu prometo.*sussurra a última parte bem no seu ouvido*

Naruto:*abre os olhos e se espanta*

*Ino ON*

Assim que o Naruto abriu os olhos eu iniciei um beijo, ele estava tremendo, eu conseguia sentir seu coração a mil, pedi passagem com minha língua que logo foi cedida, ele estava desajeitado mas logo o ajudei peguei seus braços e coloquei em volta da minha cintura e depois coloquei meus braços em volta do seu pescoço, ele começou a se soltar e me beijar mais agressivamente, nossa como aquilo tava gostoso, ele apertou minha cintura e começou a me empurrar para perto do sofá, assim que chegamos lá ele me colocou em cima da parte mais alta que encontrou, assim que eu consegui sentar enrolei sua cintura com minha pernas e o puxei pra mais perto, logo senti algo duro me tocando, não pude deixar de sorrir levemente durante o beijo, a gente já tava precisando de ar então paramos, ele não perdeu tempo e começou a beijar me pescoço, eu estava adorando aquilo e também estava muito excitada, ele me deu um belo chupão e continuo a descer com seus beijos e mordidas, logo senti sua mão no meu peito esquerdo e vi ele levantar minha camisa rapidamente e começar a me chupar, nossa eu estava sentindo minha calcinha encharcada e comecei a gemer, aquilo estava gostoso demais eu não aguentaria muito tempo naquele ritmo, logo senti ele descer sua mão até minha intimidade e como eu estava de saia tornou tudo mais fácil, ele passou a mão por cima da saia, foi descendo pelas minhas coxas e depois subindo novamente por dentro da minha saia, ele chegou a minha calcinha e começou a massagear meu clitóris, eu estava quase gozando quando ele parou de chupar meu seio e foi até meu ouvido e disse a frase que me deixou bem surpresa, "Eu te Amo tanto Ino", logo após ele dizer meu nome eu gozei em minha calcinha, ele perguntou "vamos continuar" com uma cara super maliciosa, eu não conseguia pensar em nada naquele momento de tão surpresa e excitada que eu estava, eu não consegui dizer uma palavra sequer então eu comecei um beijo bem ousado, ele correspondeu e colocou minha calcinha de lado e começou a abrir suas calças, eu estava pensando que o pau dele seria um pouco pequeno então seria de boas, mas não ele era enorme em média uns 20cm pra mais eu arfei ao ver o tamanho e pensei o quanto eu seria arrombada com aquele monstro, sim monstro porque aquilo não era um pau normal ele era muito grande e grosso, eu estava tão excitada que nem pensei nas consequências de ter aquilo dentro de mim, senti ele colocar a cabeça na minha entrada ele começou a me provocar, eu estava tão excitada que não aguentava mais eu queria quilo dentro de mim, então disse manhosa no seu ouvido " não me tortura tanto, coloca ele dentro ", ele colocou sem paciência tudo, senti que ia rasgar ao meio, ele estava tão excitado que não esperou nem um pouquinho e já começou a se movimentar rapidamente, ele começou a chupar meu peito esquerdo e apertar o bico do direito com força, eu estava muito excitada então nem liguei pra dor de sentir aquele pau enorme dentro de mim, não passou muito tempo e já coloquei a língua pra fora, estava gemendo alto e nem me importava com o que estava a volta, olhei de relance pro sofá e vi mais 3 casais trasando sem vergonha alguma como a gente, Naruto começou a ir mais rápido e senti ele começar a pulsar bastante dentro de mim, ele disse que iria gozar e eu falei pra nós irmos ao mesmo tempo ele começou a estocar mais rápido e eu gozei e logo após ele, nos dois terminamos aquilo com gemido bem alto, ele me pegou com carinho e me levou até um dos quartos vazios, ele se deitou comigo me beijou e disse mais uma vez que me amava, logo após caímos no sono.

*Sakura ON*

Eu estava tentando sair de baixo da Hinata, sabia que qualquer coisa que acontecesse ali não seria nada bom nem certo, ela estava muito bêbada, eu estava com um pouco de medo.

*Hinata ON*

Eu não estava muito bem e sabia disso, eu havia bebido demais, mas a Sakura estava tão gostosa, ela estava indefesa em baixo de mim, me aproximei dela e a beijei, no começo ela tentou me afastar mas mesmo estando bêbada eu sou mais forte, a segurei pela cintura fortemente e beijei com mais vontade, logo ela correspondeu, segurei sua nuca com a outra mão e a puxei pra mais perto, a mão da cintura eu fui subindo até chegar em seu peito, dei uma apertada no mesmo e continuei o beijo, logo o ar se fez preciso, quando parei de beijar vi que ela estava corada e respirando bem pesadamente como eu, sem querer perder tempo fui até a orelha dela e disse bem perto de seu ouvido "eu te amo", ela estremeceu toda e logo senti que deveria continuar, desci rapidamente para seu seio sei muito rodeio e levantei sua camisa e seu sutiã e logo comecei a chupar com força e vontade, ela deixou um gemido escapar junto de muitos outros, desci uma de minha mãos pra sua intimidade, ela estava de shorts jeans então desapotoei, puxei pra baixo sem paciência e coloquei a mão por dentro da calcinha da mesma, nossa fiquei bem impressionada ela estava bem molhada logo comecei a mexer em seu clitóris, sabia que ela era virgem então não queria machuca-la, não demorou muito pra mim conseguir fazer ela gozar, ela parecia tão cansada que pegou no sono, eu saí de cima dela tirei sua calcinha e seu shorts e a limpei peguei uma de minhas calcinhas e coloquei na mesma, tirei sua camisa e abaixei seu sutiã, deitei do lado dela e beijei a testa da mesma, ela estava tão linda que fiquei admirando sua beleza até pegar no sono.




Notas Finais


Obrigada por ler, não sei o quanto vai demorar o próximo capítulo então paciência, obrigada por lerem. BJS da Koneko 😚❤👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...