História Ardente e Irridescente - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 93
Palavras 1.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então gente primeiro episodio dessa nova saga novinha e fresquinha para vocês, e ainda não darei a ica de musica por que ainda estamos no primeiro episodio mais no próximo vai estar aqui nas lá nas notas a dica pra vocês viu um beijo!

Capítulo 1 - Piloto


Fanfic / Fanfiction Ardente e Irridescente - Capítulo 1 - Piloto

                     Existe uma história, que cota que anjos e demônios são inimigos naturais a outra que conta que, existe vários  tipos de demônios e anjos. Em um lugar onde o ser humano só esteve depois de sua partida, a algo mais do que só um deus.

Uriel:-Por favor chamar o anjo Serafim.

Uma sala nós seus de cor branca e amarela, se ouve um estalo do elevador. De repente entra um rapas alto com a pele pálida os cabelos platinados, com Piercings .

Serafim:-Mandou me chamar Uriel?

Uriel:-Sim você tem um trabalho foi escolhido por Miguel para purificar a terra de um ser imundo.

Serafim:-Do que se trata Uriel? Fale logo odeio sua fala mansa estou perdendo minha paciência!

Uriel:-Estou falando de um Tellurian! (Tellurian raça hibrida metade humano metade demônio)

Serafim:-Um Tellurian? Você esta me rebaixando há que nível Uriel? Eu não sou o lixeiro dos arcanjos. Já tem anjos que fazem isso não me confunda com esses vira-latas!

Uriel:-Você acha mesmo que eu iria te chamar até aqui se fosse um mero parasita? Não é um Telluriam comum!

Serafim:-Então?

Uriel:-Estamos falando da cria de Lúcifer!

Serafim:-Impossível! Está me fazendo de trouxa pra fazer esse trabalho.

Uriel:-Também achei impossível! Mais é verdade!O nome dela é Mia

Serafim:-Quais são as ordens?

Uriel:-Mate-a!

Uriel:-Saia em busca desse inseto, eu o guiarei pela minha luz!

Serafim:-Pode deixar essa coisa não irá passar por mim!

                Serafim saiu da sala e ao fechar a porta olhou para a moça sentada esperando para ser chamada suspirou entrou no elevador e quando as portas se fecharam ele disse:

Serafim:-Odeiooo  me fazer serio pro Uriel só por que ele se acha o queridinho dos arcanjos. (Ele revira os olhos)

Serafim:-Mais como eu vou me livrar da cria do Lúcifer? Miguel só me mete em coisa furada!

Serafim:-Fazer o que? Vou ter que fazer esse trabalho.

            O elevador para Serafim sai e desce das nuvens em direção a terra, suas assas planam no ar, até que toma uma alta velocidade fazendo parecer um meteoro, descendo em direção a terra, Serafim vê um raio de luz que o guia, ele pousa no alto de um prédio, e observa  as pessoas passando, ele não podia ser visto pelas pessoas só quem podia vê-lo é quem tem ligação com o mundo espiritual.

          Ele pula e cai de pé na calçada então ele vê aquela luz novamente dobrando a esquina em direção ao centro ,Serafim a segue, e acaba no centro da idade.

Serafim:-Mais onde é que eu estou?

            Ele para e olha em volta e vê que a luz que o acompanhava não estava mais em seu campo de visão, Serafim suspira, e continua andando reto em direção ao parque, ele da a volta, abre as assas e diz:

Serafim:-É melhor eu olhar de cima!

     Depois de subir, ele não vê nada então se acomoda em cima de um poste de luz, Serafim vê reluzindo de repente algo, ele olha pra baixo e a luz que o guiava estava seguindo uma garota com os cabelos azuis, pálida com os olhos claros,  isso só podia ser um engano aquela garota era linda não podia ser ela mais mesmo Serafim pensando de tal modo não ignorou  suas obrigações, pulou e caiu de vota na calçada, ele estava atrás da garota ele pegou sua espada a ergueu para cima e quando foi golpear a menina ela se virou.

       Ela o viu com a espada na mão, ele se surpreendeu ainda mais com a aparência dela, Serafim a ficou fitando, até que ele voltou a si e disse:

Serafim:-Eu vim dar um jeito em você demônio!

Ela o mirou assustada mais, ela disse com uma voz muito doce que o deixou confuso

Isabela-Você esta bem?

Serafim:-Não adianta tentar me seduzir você vai morrer.

            Ergue-se a espada ela corre assustada, ela vira a esquina mais ele reaparece novamente em sua frente, da meia volta a garota, e todos em sua volta estão olhando pra ela até que, a menina olha em um vidro de uma loja, ele não aparecia no vidro até que ela se tocou só ela estava o vendo.

                    A menina de cabelos azuis tropeça e cai, e Serafim abre suas assas, e voa até ela, ele coloca seus pés do lado da cintura dela, no cão ainda caída, a garota olha pra ele tapa seus olhos convencida de que ia morrer, mais um menino corre em direção a ele sem poder vê – lo o garoto o derruba e ela corre e some na multidão.

              Serafim:-Droga! Deixei ela escapar!

         Ainda no chão, ele chuta algo que ele não vê mais ficou no chão, era o casaco que há garota usava, ele sorriu maliciosamente e disse:

Serafim:-Com isso eu poço te encontrar demônio!

(Enquanto isso a garota)

Ainda correndo ela para, respira fundo quando percebe que escapou.

Mia- A quilo era....

Mia- Eu quase não escapei!

Mia -Do que ele me chamou? De demônio?

Mia -Com quem ele pensa que esta falando?

               Ela seguiu reto ainda ofegante, ela parou olhou em volta e foi correndo novamente até sua casa que ficava bem perto do centro, quando ela chegou fechou portas e janelas, trancou tudo, ligou o computador e começou a pesquisar sobre anjos.

      A garota, olhou para o relógio, se voltou para o computador, e continuou pesquisando.

 

 

(Enquanto isso)

 

Serafim:-Não poço acreditar que deixei aquilo fugir, mais também não poço crer que ela é um demônio! Mais as aparências podem enganar!

Serafim:-Agora ela ou ele não tem como escapar com este casaco posso seguir a energia negativa dela.

   Ele segurou o casaco firme, e tentou mais não sentiu nada.

Serafim:-É como se ela não tivesse deixado rastro nem mesmo na quilo que estava em seu corpo!

Serafim:-Isso é possível? Não alguém sempre deixa um rastro ou uma brecha e eu vou acha-la!

 

(Enquanto isso)

 

Mia -Não tenho certeza mais acho que foi um engano e se ele soube disso não esta atrás de mim certo?

Isabela-Droga!

Mia -Mais é sempre bom estar preparada!

Ela bojou repentinamente, deitou a cabeça no travesseiro e disse:

Mia -Só vou descansar os olhos.

           A garota apagou por algumas horas, deitada na cama com o computador do jeito que ela deixou, ela acorda de repente com um barulho alto que vem da janela, a menina assustada corre para debaixo da cama como uma criança com medo.

              Ela sente um vento frio, a janela já estava aberta ele aperta forte seu ursinho de pelúcia que tinha em mãos, a garota ouve passos, e vê apenas os pés do anjo, que olhava por cima de sua cama, ela olha para o lado e mira a faca que tinha deixado cair no chão após cortar uma maça, ela pega discretamente e quando o anjo da a volta em sua cama ela crava a faca com tudo no seu pé.

        Amenina de cabelos da cor azul, sai de baixo da cama e da de cara com o anjo que retirava a faca do pé ele a vê e diz:

Serafim:-Sua cria! Você vai em pagar! Dito isso ele puxa a espada mais uma vez.

           Serafim vai em direção da garota que fecha os olhos e aperta seu ursinho, e pra sua surpresa e menina começa rezar.

-Meus deus eu não quero morrer! Pai nosso que estas no céu.......

               E  quanto ele se aproximava mais alto ele rezava até que Serafim, não consegui chegar mais perto dela ele olha pro seu pé e vê que tinha um pozinho, ela tinha colocado, algo que o impedia de se aproximar dela.

Serafim:- o que é isso? Disse gritando!

Mia -Só algo que eu preparei pra você!

Ela chegou perto dele bem rápido, arrancou a espada da mão do anjo, e os olhos dela avermelharam e reluziam  e disse apontando a espada pra ele:

Mia -Agora vamos conversar!

Mia -O que você quer comigo?

Ele olha como se estivesse assustado, e impressionado ao mesmo tempo por ela ter conseguido sobreviver após pegar sua espada.

Serafim:-Você carrega a minha espada em mãos, estando a par do que você é, e ainda tem coragem de me olhar nós olhos e perguntar o que eu quero com você!

Serafim:-Essa espada, contem todo o meu poder um anjo já morreu só de pegar nessa espada, e você a tem em mãos.

Mia- Eu só peguei a sua vareta por que você me ameaçou!

Serafim:-Vareta?

Serafim:-Escuta aqui eu tenho ordens diretas de Deus pra matar você e eu não vou voltar sem terminar o meu trabalho!

Mia -O que?

Mia -Deus quer me ver morta?

 

Continua........

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...