História Are you ready for it? - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Keith Shadis, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Rico Brzenska, Samuel Linke-Jackson
Tags Eren, Levi, Mutante, Supernatural, Yaoi
Visualizações 82
Palavras 798
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Você não o conhece como nós


Fanfic / Fanfiction Are you ready for it? - Capítulo 23 - Você não o conhece como nós

Na manhã seguinte, Eren acordou com pequenos raios de sol invadindo o local, Eren esfregou os olhos e olhou ao redor, viu que História  estava acordada, ela estava sentada no chão do quarto brincando com algumas flores que conseguiram crescer pelas rachaduras no chão.

— Bom dia Eren.

— Bom dia, Levi esteve aqui?

— Sim, ele disse que ia tentar conseguir comida para nós.

Eren desconfiou.

— A quanto tempo ele saiu?

— Deve ter umas... três horas.

Eren se levantou rapidamente e abriu a porta do quarto, três horas pra conseguir comida? Alguma coisa tinha dado errado. Eren desceu as escadas com velocidade, assim que chegou ao último degrau viu a porta ser aberta e Levi entrar com um pano na mão.

— Levi.

— Oi Eren, saí pra conseguir comida, não foi muito mas achei.

História  desceu as escadas atrás de Eren, que ainda estava parado, foi até Levi e o abraçou, pegou o pano de suas mãos e subiu as escadas chamando-os para comerem lá em cima. Levi andou até a escada para subir, mas ao chegar perto de Eren:

— Onde você foi? — perguntou seriamente.

— O que?

— Levi, por mais longe que tenha ido, ninguém demora três horas pra conseguir comida.

— Eu estava...

— Não minta pra mim, você não foi só conseguir comida, você foi atrás dos outros, não é?

— Não Eren, eu só...

— E no caminho encontrou com os monstros de Mina. — Deduziu ao ver que sua roupa estava um pouco mais rasgada em formato de garras.

— ... Sim Eren, eu fui.

— Eu sabia, por que você não me disse?

— Você me impediria de ir.

— É claro! Você não está em condições. No mínimo eu teria te prendido aqui!

— Sou velho o suficiente para tomar minhas próprias decisões Eren. — Disse subindo as escadas.

— Não é disso que estou falando, e se você morresse? O que eu... — Eren colocou a sua mão no peito de Levi para impedir o mesmo de andar, mas foi surpreendido quando Levi recuou grunhindo de dor com o seu toque.

— O que? Eu não bati em você, por que está sentindo dor?

— ... Não é nada... — disse sem encarar Eren, mas sua voz ainda soava sofrida.

— ... levante a camisa. — Pediu Eren, na verdade ordenou.

— ... Eu...

— Levi, levante a camisa.

Levi sequer se mexeu, apenas olhou para o lado, Eren já sem paciência chegou perto de Levi tentando levantar a peça de roupa.

— Me deixa! — gritou inutilmente Levi.

Eren conseguiu erguer a camisa de Levi, e viu que além das veias negras do lado direito ele estava cheio de arranhões nos braços e corpo, pareciam ser das garras dos monstros. Levi não o encarava, e Eren segurou a sua raiva. Levi desceu a camisa novamente e virou as costas para Eren, indo até a porta.

— Onde você vai?!

— Andar! — gritou batendo a porta.

Eren suspirou e se virou para subir, e viu História  no topo da escada com as mãozinhas inquietas.

— História , está tudo bem, o Levi só precisa de um tempo sozinho.

— Você não o conhece como nós Eren. — disse com os olhos marejados.

— Como assim?

História  desceu as escadas e segurou a mão de Eren o puxando até o quarto que Levi ficou na noite passada.

Eren e História  entraram no quarto de Levi, História  caminhou até a cama de Levi, chamando a atenção de Eren, que a seguiu. História  subiu na cama, levantou os cobertores velhos, e viu dois panos brancos, um deles manchado de sangue e o outro estava úmido, revelando que tinha sido mergulhado em água, mas perto deles havia um pedaço quebrado de vidro, com um pouco de sangue. Eren ligou os pontos depois que História  pegou o pano manchado de sangue e o vidro.

— ... Levi tem depressão, Eren — disse sem olhar o mais velho — Mas também tem dupla personalidade, ele tem um lado que não é bom, e esse lado insiste em tirar a própria vida... mas o outro lado dele... O lado bom... sempre consegue parar na hora certa, porque ele se lembra de nós e quer nos proteger.

Eren estava visivelmente surpreso.

— É certeza que se Levi estivesse sozinho ele já estaria morto a muito tempo... — disse tristemente.

— ... Ele devia ter contado... — disse baixinho- História , eu vou ficar aqui até o Levi voltar, por que não vai brincar lá em cima?

— Não! Eu quero esperar o Levi também.

Eren sorriu, e assim foi feito, os dois esperaram até Levi aparecer. A noite não demoraria a chegar, e Eren passou o tempo inteiro recostado na parede de braços cruzados, como o chão do quarto estava todo quebrado, algumas flores conseguiram crescer naquele espaço também, e História  brincava com elas. Mas Eren quase não prestava atenção, estava pensando em como começar a pedir desculpas a Levi, Eren sempre fora tão orgulhoso que meu Deus.


Notas Finais


É só pra quem não percebeu, mas eu, praticamente, vou fuder MUITO o Levi
Deadpool- novidade


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...