História Are you ready for it? - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Keith Shadis, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Rico Brzenska, Samuel Linke-Jackson
Tags Eren, Ereri, Lemon, Levi, Mutante, Supernatural, Yaoi
Visualizações 123
Palavras 1.168
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 34 - Me desculpe... irmão


Fanfic / Fanfiction Are you ready for it? - Capítulo 34 - Me desculpe... irmão

Reiner não disse nada por um momento, apenas encarou os olhos verdes de Eren, e então o silêncio foi preenchido com uma risada alta do mais velho. Levi tinha razão, ele não acreditaria, mas não poderia voltar atrás agora.

— Sim, você é meu irmão e eu sou o bruxo de óculos com um raio na testa.

— Eu estou falando a verdade. — insistiu.

— Só por que você tem os olhos como os dele  acha que eu vou acreditar nisso? Meu irmão morreu na minha frente!

— Eu não morri, o veneno me causou amnesia e o Kenny me enviou até o colégio militar...

Reiner estava com a expressão de quem estava quase pegando no sono, era claro que não estava acreditando.

— Levi encontrou a ficha que prova isso, eu também não sabia que...

De repente o ferro das costas de Reiner chegou até Eren e o acertou em cheio no rosto, Eren sabia que ficaria com uma cicatriz na bochecha por causa disso.

— Pare... de falar... do meu irmão...

— Reiner... por favor... acredite em mim...

Reiner ergueu as mãos novamente para criar outra sombra ao redor de Eren, mas parou ao ouvir uma voz muito familiar chamando pelo garoto.

— Levi? — Eren se surpreendeu ao ouvir a voz.

Reiner então sorriu e correu em direção a parte da floresta em que a voz de Levi estava vindo. Eren gritou para Levi se afastar mas ele não parecia ter ouvido, quanto mais perto Levi se aproximava da clareira, mais perto Reiner se aproximava dele.

— Reiner! — Eren tentou uma última vez.

De repente Levi surgiu na clareira passando pelas folhas dos arbustos altos e viu Reiner avançando em sua frente, não teve sequer tempo de reagir. Levi viu Reiner a poucos centímetros dele e de repente ouviu Eren gritar:

— Não vai não! 

Poucos segundos depois Reiner parou de avançar, ele estava a um palmo de distância de Levi, e ambos pareceram confusos com a sua parada repentina, e ao olharem para trás viram que Eren, mesmo ferido, estava de pé segurando firmemente a ponta do fio de aço das costas de Reiner o impedindo de prosseguir.

— ... Ren...? — Levi se surpreendeu.

— Reiner! — Gritou puxando o fio com toda a sua força, fazendo o irmão se afastar de Levi e ir em sua direção.

Eren estava tão furioso com Reiner que sequer notou o que estava fazendo. Assim que Reiner chegou a poucos centímetros de Eren, o garoto ergueu o seu punho direito e o atingiu em cheio no estômago do irmão, fazendo o mesmo perder o ar e cair com tudo perto de uma árvore, dessa vez não se levantou.

Levi ficou sem reação ao ver a cena, Eren permaneceu da mesma forma que ele, os dois correram até Reiner e Eren segurou o corpo do irmão.

— Reiner! Me desculpe, eu... eu só... — Eren estava visivelmente arrependido.

Reiner abriu lentamente os olhos e encarou os dois, ambos se surpreenderam ao ver que os lábios de Reiner formaram um pequeno sorriso fraco.

— ... Eu ouvi... — murmurou.

— O que? — Levi perguntou.

— Você disse... Ren... — Levi se surpreendeu — É você mesmo... Ren?

— Sim... sou eu irmão. — Eren tinha pequenas lágrimas nos olhos.

— ... Me desculpe... vocês dois...

— ... É claro Reiner... nós perdoamos você. — Levi disse sorrindo.

Reiner olhou para Eren novamente e segurou a sua mão.

— Como eu não percebi? — Sorriu — Você continua feio.

— Feio é a vó.

Eren e Reiner riram, Levi apenas sorriu. Reiner então olhou para Levi, e lentamente apontou para a pequena cabana ao fundo, Levi parecia entender o que tinha que fazer. Reiner então tossiu um pouco de sangue, todos os seus órgãos praticamente foram esmagados e vários ossos se partiram, ele sabia que não iria passar desse dia.

— Ren... que bom que eu pude ver você... uma última vez...

— Igualmente... irmão...

Reiner sorriu e aos poucos os seus olhos foram se fechando e a sua mão acabou soltando a de Eren. O garoto então abraçou o irmão e chorou. Levi colocou a sua mão no ombro do amigo o acalmando um pouco.

— Eu sei como é... sinto muito Eren.

Eren secou as lágrimas e deitou o irmão lentamente no chão novamente. Ao fundo, Isabel acordou e viu os dois ao lado de Reiner, ela se aproximou deles mas não fez perguntas, estava nítido o que tinha acontecido. A garota se ajoelhou ao lado de Eren e abriu seus braços exatamente como ele fez com ela quando Marco se foi, Eren então abraçou a amiga mas não se permitiu chorar. Levi olhou para a cabana e foi até ela rapidamente.

— O que ele foi fazer lá? — Isabel perguntou.

— Eu não sei...

Não demorou muito para Levi voltar, ele estava com algo em seu braço, pois o outro estava quebrado. Ao se aproximar dos dois eles perguntaram.

— O que é isso? — Eren perguntou ao ver que Levi segurava uma jaqueta preta de Reiner com algo dentro.

— Parece que o que Bertholdt me disse era verdade.

Levi se ajoelhou ao lado de Eren e, com muito esforço, usou a mão do braço quebrado para descobrir o que tinha envolvido na jaqueta, Eren e Isabel ficaram boquiabertos ao ver o que era.

— É... é um...

— Um... bebê?

— Levi, onde você o encontrou? — Perguntou Isabel.

— Na cabana, Bertholdt me disse que eu tinha que saber uma coisa sobre Annie e Reiner.

— O Bertholdt? — Eren perguntou.

— É, o Bertholdt meu Deus do céu, ele tá do nosso lado agora — Levi respirou fundo e olhou para o pequeno ser em seu colo — Ele disse que esse garotinho é filho do Reiner e da Annie, por isso eles estavam fugindo, queriam protegê-lo.

— Então... ele é seu sobrinho, Eren. — Isabel comentou.

Eren ouviu mas não respondeu, não conseguia tirar os olhos daquele garotinho tão perfeito, sua pele era pálida e isso realçava seus cabelos negros que possivelmente puxou de sua avó, os olhos azuis do garotinho giravam em curiosidade com tudo que estava vendo. A semelhança do garoto com Eren era indescritível.

— Eu posso pegar ele? — Eren pediu.

— É seu, não é? — Levi comentou com um sorriso.

Levi entregou o pequenino para Eren, o bebê sorriu ao ver o seu tio, Eren tocou o seu rostinho com o dedo indicador e também sorriu, o sorriso de ambos era muito parecido.

— Ele tem nome? — Isabel perguntou fazendo caretas para o garotinho que dava risadas.

— Bertholdt me disse que o nome dele é Rei.

— Rei... — Eren repetiu — Oi Rei-chan.

— Você tem que cuidar dele agora, Eren. — Isabel disse acariciando o rostinho do bebê.

— Mas... eu mal sei cuidar de mim, imagine um bebê.

— A gente te ajuda Eren. — Levi disse sorrindo.

— Obrigado, eu vou precisar.

Antes de voltarem para a cidade, Eren e Levi enterraram o corpo de Reiner no buraco que Eren tinha aberto mais cedo enquanto Isabel segurava Rei em seu colo.

Assim que terminaram os três fizeram uma oração para Reiner e escreveram mensagens na areia.

Eren olhou para o seu sobrinho no colo de Isabel e sorriu, e os três retornaram a cidade sem dizer nada.


Notas Finais


Baby 😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...