História Are you ready for it? - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Keith Shadis, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Rico Brzenska, Samuel Linke-Jackson
Tags Eren, Ereri, Lemon, Levi, Mutante, Supernatural, Yaoi
Visualizações 125
Palavras 971
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - Não foi de propósito... não é?


Fanfic / Fanfiction Are you ready for it? - Capítulo 35 - Não foi de propósito... não é?

Ao chegarem na cidade, seus amigos estavam no prédio antigo os aguardando, Bertholdt já havia explicado a situação a todos, por isso ninguém estranhou o bebê no colo de Eren. Petra correu e abraçou a irmã, Armin e História  correram até Eren e ficaram dando pulinhos para tentar ver o bebê, Eren se ajoelhou no chão e o mostrou para todos.

— Ele é tão pequeno. — Armin sorriu.

— É menor que eu. — História  completou.

— Vocês estão bem? — Levi perguntou a todos, e eles afirmaram.

— E o Reiner? — Bertholdt perguntou.

O silêncio dos três foi a resposta, Bertholdt ficou cabisbaixo por um momento, por mais que Reiner tenha feito o que fez, Bertholdt não o odiava. Nunca odiou.

— Rei está bem?

— Sim, ele está.

Bertholdt pareceu um pouco mais feliz depois de ouvir isso. 

— Gente... — Farlan chamou todos da janela.

Ao se aproximarem de Farlan, viram pela janela que todas as pessoas da cidade começaram a sair de seus esconderijos e ficarem em frente ao prédio, mas as suas expressões eram tão não convidativas; um ou outro parecia não odiar eles, agora o resto...

— Por que eles estão assim? — História parecia assustada.

— Vocês acabaram de salvar a cidade, eles deviam estar contentes — Jean tentou defender os amigos.

— ... Acho que sei o motivo... — Eren disse.

 

Todos desceram do prédio e olharam as pessoas ao redor, cada olhar era de puro ódio, as poucas pessoas que não estavam bravas não se manifestaram.

— Pessoal... Eu... — Eren foi interrompido por uma voz aleatória no meio da multidão.

— Malditos! Vocês não pertencem a este lugar!

— Vão embora!

— Morram!

Isabel e Petra tentavam acalmar Armin e História dos gritos e ameaças de todos, Eren segurou um pouco mais forte o seu sobrinho e olhou a multidão.

— Nós sentimos muito por destruir a cidade, mas...

— Destruir é pouco! Vocês a pulverizaram!

— Não fizemos por mal! — Levi elevou a sua voz.

— Foi necessário para matar aquele monstro! — Erwin tentou dialogar.

— Os únicos monstros aqui são vocês!

— Aquela coisa fez menos estragos do que vocês!

Eren não queria iniciar uma briga, entendia o fato das pessoas estarem sem casa no momento, mas eles poderiam ajudar a reconstruir tudo, além do mais, eles os salvaram. 

— Por que tanto ódio?! Nós só queríamos ajudar vocês! Proteger vocês! — Eren tentou.

— Ajudar?! — Uma mulher gritou — Aquele cara destruiu todo o nosso bairro com um único grito! — Disse apontando para Levi — Como quer que a gente confie nele?!

Levi ficou tão surpreso quanto os amigos, mas Levi não disse nenhuma palavra, o que a mulher disse não era mentira.

— E claro que ele não fez por maldade! — Eren gritou defendendo seu amigo — Foi um acidente! Ele não...

Eren sentiu a mão de Levi em seu ombro, ao olhar o mais velho viu a tristeza e arrependimento em seu rosto.

— ... Levi?

— ... Não foi um acidente, Eren... Eu fiz porque pensei que tinha perdido todos vocês... eu quis fazer aquilo... — Levi então olhou para as pessoas e disse — Eu sinto muito... Eu peço o perdão de vocês...

As pessoas começaram a vaiar e humilhar Levi com xingamentos e ameaças, Levi escolheu ficar em silêncio para não deixar a situação pior do que já estava. Algumas pessoas jogaram frutas e lixos nos mutantes, principalmente em Levi, nenhum deles revidou.

— Vão embora! Sumam daqui!

Um dos homens pegou um tijolo do chão e mirou em Levi, e ao lançar o objeto no mais velho foi surpreendido, assim como todos, ao ver Eren agarrar o tijolo pouco antes do mesmo atingir Levi, e então Eren usou sua força para quebrar o tijolo o esmagando em segundos. Eren então se aproximou de Levi e tocou em seu ombro.

— Você não teve culpa por seus atos, não é responsável por nada que aconteceu aqui — Disse sorrindo para o companheiro.

— Você não tem que pedir desculpas a ninguém — Isabel se pronunciou.

— Ela tem razão — Erwin e Farlan disseram.

— Se essas pessoas não querem você aqui azar o delas, nós vamos ficar juntos — Petra disse decidida.

— Mas... gente...

— Nada de "mas", Levi, nós começamos essa história juntos, é assim que vamos terminar — Jean disse.

Levi sorriu e todos lhe deram um forte abraço ignorando as pessoas que ainda reclamavam.

De repente todos da escola antiga de Eren, professores e alunos, surgiram em meio a multidão. Eren entregou Rei para Levi e viu Mike ao lado de Shadis, o loiro então correu até o amigo e lhe deu um forte abraço, Eren retribuiu com a mesma força, talvez até um pouco mais forte.

— Eren... — Shadis o chamou.

Eren olhou para o ex professor, lembrou-se da carta que Levi havia encontrado no laboratório, desde o início ele sabia de onde ele veio, mas preferiu esconder para... protegê-lo. Por mais que quisesse, Eren não conseguia odiar seu professor antigo.

— ... Senhor...?

— ... Você lutou bem.

Shadis sorriu para Eren, Levi notou que Samuel se aproximou dele um pouco receoso e disse:

— Eu... sinto muito pelo que eu disse lá na escola... me desculpe... vocês dois. — Disse olhando para Levi e Eren.

— Tudo bem Samuel. — Eren sorriu.

— É... tudo bem.

Shadis notou a fúria da multidão e se virou para os mutantes.

— O estrago que fizeram foi dos grandes... mas eu entendo que foi necessário. Infelizmente, receio que essas pessoas não os perdoarão tão cedo.

— Nós percebemos — Petra disse.

— Eu não queria, mas... pessoal, essas pessoas irão atrás de vocês se os verem novamente. Sei que é injusto depois do que vocês fizeram, mas eu terei que pedir que fiquem fora da cidade.

Levi se adiantou e disse a Shadis com o maior respeito do mundo.

— Senhor... eu fui o responsável pela destruição, meus amigos não fizeram nada, eles não tem culpa — Eren e os outros já até sabiam onde o Levi queria chegar com essa conversa — Deixe eles ficarem e apenas eu irei embora... eu imploro.


Notas Finais


Vei, farraiva não


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...