História Are you ready for it? - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Keith Shadis, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Rico Brzenska, Samuel Linke-Jackson
Tags Eren, Ereri, Lemon, Levi, Mutante, Supernatural, Yaoi
Visualizações 134
Palavras 1.008
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Penúltimo capítulo 😢
Mas eu tô PENSANDO se faço ou não uma "segunda temporada", aí eu tenho que ver.
Bom, boa leitura a todos

Capítulo 37 - Penúltimo capítulo.


Fanfic / Fanfiction Are you ready for it? - Capítulo 37 - Penúltimo capítulo.

Os mutantes caminhavam na floresta em direção a velha cabana, Rei tinha começado a chorar no colo de Eren no meio do caminho e ninguém sabia o que fazer exatamente.

— Será que é a fralda? — Farlan perguntou.

— Não, ele está limpo — Isabel disse sentindo o cheiro do pequeno.

— Fome? — Erwin perguntou.

— Talvez, mas eu acho que não é isso... — Eren completou.

— Qual é o problema dele então? — Jean perguntou.

Levi olhou para o bebê no colo de Eren e se aproximou dele.

— Posso? — Perguntou estendendo a sua mão que não estava quebrada.

— O que vai fazer? — Eren perguntou entregando seu sobrinho a Levi.

O mais velho não respondeu, ele notou que os olhinhos do bebê estavam pesados, ele estava com sono mas não conseguia dormir, então Levi o balançou calmamente em seu braço e cantou uma canção para ele:

 

https://youtu.be/UVTNiyHVLTs

 

 Inside the heart of every man

There is a lust you understand

And I'm just the same

 

When all the love has gone away

And passion stares me in the face

Could I walk away?

 

Here's hoping

You'll help me to be brave

 

Devotion, save me now

I don't wanna stray from the hallowed ground

I'll turn temptation down

I'm asking you to take me to safety this time

 

Forgive my thoughts when I'm asleep

Forgive these words I'm yet to speak

I feel so ashamed

 

Right now you seem so far away

So much confusion clouds my mind

And I don't know which path to take

 

Here's hoping

You'll help me to resist

 

Devotion, save me now

I don't wanna stray from the hallowed ground

I'll turn temptation down

I'm asking you to take me to safety this time

 

Devotion, devotion

I'm a slave unto the mercy of your love

For so long, I've been so wrong

I could never live without you.

 

Eren e os demais ficaram boquiabertos, Levi sabia cantar MUITO bem, ele sempre evitou cantar pois quando elevava a sua voz tudo ao redor tremia, mas como só tinham árvores em volta estava tudo bem.

— ...Que foi? — Perguntou ao ver que todos olhavam para ele.

— Cara... você canta muito bem. — Eren disse.

— Só queria fazer o garotinho dormir. — Disse um pouco sem jeito.

— E conseguiu, olhe pra ele. - Isabel apontou.

O bebê estava encolhido no colo de Levi dormindo profundamente, Levi se aproximou de Eren e disse para pegar o menino.

— Melhor você levá-lo, ele gostou do seu colo.

— Mas eu só estou com um braço bom...

— E daí? Jean só tem metade do cérebro e até que é esperto — Farlan disse.

— Ei?! — Jean reclamou, mas logo riu com os outros.

Eles caminharam por mais algum tempo até finalmente chegarem em casa, nem estavam acreditando.

— Por muitos anos eu só queria sair daqui... mas agora... — Levi parecia emocionado.

— É muito bom voltar para casa — Farlan disse.

— Ei, vamos acender uma fogueira? — Isabel praticamente implorou.

— A mais bela e mais brilhante? — Petra continuou.

— Para comemorar nossa Vitória contra aquele monstro? — Jean disse.

Todos então se dividiram, Erwin, Bertholdt, Farlan e Jean foram buscar madeira, Isabel, Petra, História e Armin foram preparar o local perto do lago. Eren pensou em ir ajudá-los, mas então viu Levi entrar no seu quarto separado da cabana, Eren foi atrás dele.

Assim que entrou, Eren viu Levi colocar o Rei-chan em sua cama com apenas um braço e com o MAIOR cuidado do mundo.

—Quer ajuda?

— Eu gostaria.

Eren e Levi ficaram acariciando os cabelos do garotinho até ele de fato adormecer, não apenas cochilar.

—Você tem jeito com crianças. — Eren sorriu.

— É que praticamente cuidamos de Armin e História a muitos anos... deu pra aprender algo.

— Quantos anos será que ele tem?

— Deve ter um ano e meio, eu acho.

— Melhor perguntar ao Bertholdt depois.

Levi afirmou, Eren viu que os outros voltaram com madeiras e até alguns alimentos que conseguiram no caminho.

— Deu até saudade dos esquilos. — Eren admitiu.

— Verdade, vá lá se juntar a eles.

— Venha também.

— Vou daqui a pouco.

Eren viu o quanto Levi gostou da companhia de seu sobrinho Rei-chan. Então resolveu deixar os dois sozinhos. Eren saiu da cabana e viu os outros terminando de arrumar a fogueira.

— Só faltou alguns bancos para ficar perfeito — Isabel comentou.

— Posso dar um jeito nisso — Bertholdt disse, fazendo todos olharem para ele sem entender — Não fiquem tão surpresos.

Bertholdt então se aproximou da fogueira que ainda não estava acesa, ergueu a sua mão sob o chão e de repente pedaços de troncos de madeira brotaram do chão ao redor da fogueira, aparentemente esse era o novo poder que Bertholdt adquiriu, a terra.

— Isso foi legal. — Erwin disse.

Bertholdt agradeceu.

— Vamos nos sentar então? — Jean disse.

Em cada tora de madeira cabiam vários deles, então: Jean, Armin e História se sentaram no tronco que estava perto da cabana, Isabel, Farlan, Bertholdt e Erwin se sentaram no que estava próximo ao lago, Petra e Eren se sentaram no que estava debaixo de uma árvore, deixando um espaço para Levi. Falando no cidadão, o real motivo dele ter ficado na cabana foi porque descobriu sem querer um possível poder do bebê, Bertholdt devia ter esquecido de dizer ou nem ele mesmo sabia. Antes de Levi cantar aquela música para o bebê, ele tentava acalmá-lo o balançando levemente, usou o seu braço que estava ferido para segurar gentilmente a mãozinha do garotinho, não segurou NEM por 3 segundos e sentiu uma dor fina ( porém agonizante ) em seus dedos, e ao olhar as suas mãos viu que estava com pequenos cortes.

— Você tem um poder um pouco perigoso, não é, carinha? — Disse olhando para o garotinho que havia acordado e sorria tentando agarrar os dedos de Levi. O moreno então, só para confirmar, deixou que o bebê segurasse o seu dedo indicador, assim como deduziu, logo sentiu pequenos cortes em seu dedo, claro que Rei-chan não fazia de propósito, afinal, era um bebê e não tinha controle dos poderes.

— Acho que vamos ter que arrumar uma luva para você — Disse acariciando a barriguinha dele — Mas vemos isso amanhã.


Notas Finais


Baby super power 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...