1. Spirit Fanfics >
  2. Armadilha do Amor >
  3. Cap. VII

História Armadilha do Amor - Capítulo 7


Escrita por: Inocas

Capítulo 7 - Cap. VII


 

Depois daquele contratempo, a população do sul voltou aos seus afazeres, Hyukjae mirou o progenitor paterno e ambos tiveram o mesmo pensamento. 

 "Algo estranho passava-se entre o sul e o oeste”.

ManShik : Quero que tenham cuidado (falou apenas para os membros da sua matilha)

 Kangin : Se  Minwoo faz tanta política para haver paz entre as alcateia porque não tenta dar um passo com TaeSung  para pacificar as coisas

 ManShik : Apenas  tenham cuidado

 Hyukjae : Existe uma questão familiar entre os dois (o pai assentiu) E não é só a questão da morte do irmão de Minwoo 

 Leeteuk : Nós iremos ter cuidado

 ManShik : Hyukjae  tente não desenvolver sentimentos românticos por Donghae

 

 O alfa encarou-o sério após escutar aquele pedido. O seu pai nunca tinha interferido na sua vida, muito menos quando se tratava dos seus sentimentos independentemente qual seja a categoria ou a pessoa.

 Hyukjae : Porquê?

 ManShik : Fale com Donghae e irá entender

 Hyukjae  : Mas ele está comprometido com alguém? (o mais velho negou) Então não vejo o problema

 Sungmin : Hyuk, appa  pediu para falar com Donghae primeiro.   Siga o concelho

 Hyukjae :  Irei neste momento (ia  a sair deixando os outros para trás)

 ManShik : Hyukjae! (chamou-o sério) Donghae  não sabe que Minwoo pediu isso 

 Hyukjae : Mas o appa sabe a razão por trás desse pedido?

 ManShik : Sei (suspirou) E não force Donghae  a falar,   é algo importante

 Hyukjae : É algo grave ?

 ManShik : Fale com ele 

 Hyukjae : Irei agora (ia a sair mas algo que surgiu na sua mente) Appa, os lobos cremes pertencem a que alcateia? 

 ManShik : Porquê a pergunta?

 Hyukjae : Não é nada (sorriu e pediu a licença saindo)

 

 O alfa dirigiu-se até ao quarto de Donghae mas ninguém se encontrava lá, perguntou se alguém tinha visto o ómega e afirmaram que este estava na biblioteca,  então correu até o local.  Quando entrou um sorriso nasceu nos seus lábios e moveu-se até o moreno que lia sentado no parapeito da janela.

 Donghae : Se me veio dizer o que está o que aconteceu ainda há pouco,  permita-me informar que veio tarde (falou enquanto folheava o livro)

 Hyukjae : É perigoso sentar aí! (puxou-o dali) Donghae, eu estou a desenvolver sentimentos românticos por um ómega 

 Donghae : Oh!  (parou tentando processar aquela informação) Isso é ótimo Hyukjae!

 Hyukjae : E começo a criar expectativas para a minha vida de casado com ele

 Donghae : Ele é do sul?

 Hyukjae : Sim é 

 Donghae : Não é demasiado cedo para essas fantasias?

 Hyukjae :  Ninguém manda no coração.  Irei me casar com ele!

 

 O moreno encarou-o por um momento e depois voltou para a sua leitura encostado-se n o parapeito mas sem sentar.

 Donghae : Boa sorte com a sua conquista

 Hyukjae : E Donghae  tem algo para me contar?

 Donghae :  Não que eu me lembre

 

 O alfa do norte observou-o atentamente.  Ele tinha acabado de declarar-se ali mesmo e o menor nem  tinha percebido.  Não era óbvio de quem ele falava? Que o ómega por quem estava a desenvolver sentimentos românticos é Donghae?!

 Hyukjae : Perdoe-me por isto 

 

 O ómega mirou-o sem entender, porém logo a seguir sentiu o seu livro ser fechado e o corpo empurrado contra a estante de madeira. Os olhares encontraram-se. 

 Donghae : O que es…? (foi Interrompido por um beijo do alfa)

 

  O mais velho puxou mais para si, gostando da sensação de ter o outro nos seus braços e beijou  com mais intensidade ao sentir os seus fios de cabelo serem levemente carenciados.

 Quando se afastaram ainda se encaravam-se nos olhos E o menor levou uma das mãos alisando o rosto do maior.

 Hyukjae :  Pode me acompanhar no casamento?

 Donghae :  Sabe que ainda faltam 4 dias

 Hyukjae :  Vou aceitar isso como um sim

 Donghae : É um talvez (suspirou)

 Hyukjae : O que me está a esconder, Donghae?

 

 O ómega não disse nada,  apenas uniu novamente os lábios e pegou no seu livro deixando o homem do norte sozinho com  os seus pensamentos.

 

O moreno, após sair da biblioteca,  respirou fundo pensando na declaração do outro,  porque Donghae  sabia que Hyukjae  falava dele. Mirou à sua volta à procura de gente e sorriu ao notar que estava só,  então deixou o seu lobo vir ao de cima e correu em direção a cabana onde tinha feito o seu ninho. 

 O homem do norte observava a paisagem das planícies com a relva verde,  porém arregalou os olhos ao ver um lobo creme correr para dentro da floresta.  Ele conhecia quem era e lembrou-se das palavras de Minwoo,  portanto numa velocidade pôs-se em direção para onde Donghae ia.

  O lobo branco logo atirou-se para cima do lobo creme parando-o  no lugar, o ómega  logo rosnou  reconhecer o cheiro.

 Donghae : Porque me seguiu?

 Hyukjae : Seu pai não quer ninguém sozinho na floresta

 Donghae :  Precisava de um tempo a sós

 

  O menor deitou-se na relva encostando-se a uma árvore que ali havia, o ala do norte  acabou por colocar metade do seu corpo em cima dele fazendo Donghae  encará-lo feio mas deixou-se estar.

 Um sorriso nasceu no rosto de Hyukjae,  aquela posição afirmava para todos que ele era o companheiro daquele ómega.

 Hyukjae :  Sabe que era de si que eu estava a falar (esfregou os focinhos um no outro)

 Donghae :  Eu sei mas não é correto Hyukjae ( tentou morder-lo na brincadeira)  Só nos conhecemos há poucos dias e volto a afirmar que não era correto  declarar se daquela forma 

Hyukjae : Sinto que me está a esconder algo? (o outro ficou calado)  Quer me  contar?

 Donghae : Talvez futuramente (tentou-se esconder mais de baixo do outro lobo)  Mas por agora deixe se estar assim

 

O mais velho sorriu com aquela ação,  fez o ómega deitar-se de lado para poder se aconchegar melhor  e colocar o seu focinho na curvatura do ombro enquanto apreciavam aquele ar puro conjuntamente com os sons da natureza transmitia,  contudo não deixar de estar alerta de que havia uma matilha a residir temporariamente ali.

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...