1. Spirit Fanfics >
  2. Armadilha do destino >
  3. Desejos

História Armadilha do destino - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Oi seus lindos

Capítulo 13 - Desejos


Um mês tinha se passado e James já estava de alta e logo ia para casa ,para desespero de Peter Que não sabe  como ia suportar ver James e Carol isso doía só de pensar 


E também de carol também ela não sabia o que ia fazer ela estava dividida feliz de James estar bem mas triste se não poder ficar com Peter 


Já James estava sem saber de nada ele nem imaginava que tudo mudou 


Na casa Carol era só atenção com James Peter também ajudava no que podia , ele olhava os dois juntos se sentindo um intruso no meio de um casal feliz 


Peter : o jantar está servindo


James e Carol que estavam no sofá vendo tv  abraçados quando Peter os chama 


James : opa então vamos 


Carol: sim 


Durante o jantar Carol   era  carinhosa  com James o que machucava muito Peter que que não entendia o porquê se sentir assim afinal ele era fios metais e eletricidade por dentro. Não deveria amar assim!!


 ( Tenho que ir embora) pensa Peter olhado Carol 


James : sua comida tá ótima


E Peter então olha James e sorri 


James : qual é o segredo desse macarrão


Peter: pimenta no molho 


James : olha isso e muito bom


Carol estava desconcertada com a situação então ela decide comer em silêncio


James: ele é muito bom né amor 


Carol: sim ele é bom em tudo que faz 


James : um ótimo presente pau para toda obra! 


Carol e Peter ficam em silêncio se olhando eles tinham certeza que algo estava errado e logo viria à tona.


Na hora de dormir Carol estava preocupada ela não conseguiu dormir mesmo estando nos braços de James ela não ficou confortável e se odiava por isso 


Num certo momento da noite Carol se levantou deixando James dormindo na cama e saiu do quarto ela procurava Peter e o encontrou na sala sentado olhando para o nada ela acendeu a luz fazendo Peter a ver ela caminhou até ele fazendo Peter se levantar 


Frente a frente Peter sente a mão de Carol tocar em seu peito fazendo carinho Carol fazendo carinho  os dois se olham  e logo se beijam Carol faz Peter se sentar e logo tira a camisola ficando só de calcinha Peter entende o recado e também tira sua roupa ficando nu 


Ele puxa Carol para si os dois voltam a se beijar e num momento de paixão Peter rasga a calcinha de Carol o que surpreende a mulher mas ela não reclamou os beijos e os toques de Peter a deixavam louca ele a deita no sofá e logo está por cima dela. Peter se coloca entre suas pernas as mãos dele acariciavam os seios da mulher ele a beija enquanto a penetrava Carol só não gritou porque Peter a beijava , porém Peter não se moveu o que deixou Carol agoniada  ela queria  que ele se movesse que lhe desse prazer 


Carol: vai!!!! 


Peter: calma 


Carol olhou Peter e viu ele parecia um leão olhando a presa , ele beijou seus olhos e depois sua boca mas sem se mover 


Carol: por favor 


Peter: o que ?


Carol:  me come 


E Peter começou a se mover no começo devagar depois mais rápido fazendo Carol se descontrolar ela tapava a própria boca para não gritar mas estava cada vez mais difícil Peter a levava rápido ao orgasmo 


Ah que delícia!!!!! 


Gosta assim ? 


Carol agora arranhava as costas de Peter sentindo seu corpo explodir num forte orgasmo foi impossível não gritar 


Peter continuava a penetrar lentamente fazendo Carol arquear as costas de prazer  Peter continuou seus movimentos por mais meia hora  fazendo Carol ter a melhor transa de sua vida! 


Por sorte ou azar James não ouvi o barulho que os dois fizeram.


/////0/////


No dia seguinte Carol agiu normalmente ela estava  feliz já Peter se sentia muito mal seus pensamentos o assustavam 


Ele pensava em matar o homem que sorria elogiando sua comida 


Os três comiam  James queria passear com Carol a tarde 


Vamos vai ser legal te levo no parque 


Você tem que descansar amor 


Já descansei bastante


James não seja teimoso 


Amor não seja má, Peter fala para ela deixar de ser má.


Carol e James riem mas Peter continua tendo pensamentos assassinos 


Peter: acho que não precisam mais de mim, eu quero ir embora .


E um silêncio se faz 






















 


 

























Notas Finais


Comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...