1. Spirit Fanfics >
  2. Armored porn actor >
  3. "Só quero te proteger"

História Armored porn actor - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Hoje sera narrado por Katsuki!!
Boa leitura!!
Perdoe erros ortográficos!
Hoje teremos romance uiui

Capítulo 11 - "Só quero te proteger"



Ontem quando Izuku saiu do hospital fomos direto para casa, no momento ele esta dormindo, ele vem tendo pesadelos desde que voltou do hospital. Ele sussurra alguma coisa quando esta tendo pesadelos, algo como "Socorro" ou "Katsuki, socorro". 

Pretendo nunca mais viajar sem Izuku e nem contratar outro cozinheiro nem ninguém além dos que estão aqui em casa. De agora em diante vou ter mais presença na vida de Izuku, não vou deixar que se machuque nunca mais. 

Atualmente me sinto cansado como se eu fosse cair a qualquer momento, me sinto receoso pelo que houve no outro dia com Izuku, qieria ter estado la para o que aconteceu com ele.

Mas não quero pensar nisso agora, vou tomar um remédio pra dor de cabeça pra ver se me acalmo um pouco pelo menos. Andei em passos curtos até a cozinha, logo tomei meu remédio e peguei alguns morangos que tinha comprado para Izuku. 

Assim que estava subindo as escadas escuto as fofoqueiras das empregadas falando de Izuku e do acontecimento com o mesmo. Elas comentavam sobre o nosso relacionamento toda vez, e poderiam ser discretas mas né. 

- Por que não fazem o que vieram fazer ao invés de ficar fofocando pela casa sobre mim e meu namorado? - interrompi elas, as mesmas se assustaram pelo comentario nada sutil. 

- Sim! - todas responderam saindo assim de perto de mim. 

Perguntei a uma delas se alguma sabia cozinhar ou que conhecia alguém confiável para contratar. Aliás eu realmente precisava, não saber nem fritar um ovo é complicado, e Izuku não podia cozinhar pois estava machucado. 

Uma delas disseram que sabia e assim pedi para assumir a cozinha de agora em diante se quisesse claro, a mulher disse que sim. Estava satisfeito agora, uma cozinheira ja fora contratada. Voltei ao quarto. 

Izuku estava dormindo agarrado ao cobertor, coloquei o pote de morangos na mesinha ao lado da cama e assim me deitei ao lado de Izuku passando meu braço por debaixo de seu pescoço apoiando sua cabeça em meu braço. 

O abracei e fiz carinho em seu cabelo, o mesmo se mexeu e se virou para mim me abraçando, ele se aconchegou em mim colocando sua cabeça em meu peitoral esua perna em cima de mim. O abracei e assim ficamos por alguns minutos. 

Izuku abriu os olhos levemente e assim fiz carinho em seu cabelo, o mesmo se afastou jm pouco de mim para me olhar. Fiz carinho em sua bochecha em cima de seu machucado. 

- Ainda dói? - perguntei meio receoso pela resposta, ele apenas deu um gemidinho de dor quando a toquei antes. 

- Não dói mais! - disse sorrindo e passando a mão em meu rosto levemente. 

- E seu braço? - disse e ele me olhou sorridente ainda. 

- Não, na verdade eu até diria que gostei do acontecimento - o olhei meio sem entender, como alguém gostaria de passar por isso. Vendo minha cara de desentendido o mesmo falou - assim posso passar mais tempo com você! 

Sorri e o abracei mais forte, o mesmo retribuiu. Os braços quentinhos de Izuku são bons. São aconchegantes, mas agora quero conforta-lo, não sei bem o que falar para comforta-lo. 

Ele sempre sabe o que falar quando eu estou triste, mas eu não sei o que fazer. No momento o que posso fazer é abraça-lo e se possivel nunca soltar. 

Nunca na vida pensei que me apaixonaria seriamente por alguém, isso é bom, é reconfortante ter alguém que retribua seus sentimentos por você. Gostaria de tê-lo conhecido mais cedo. 

- Quer comer? - disse apontando pros morangos que estavam em cima da mesa. 

- Sim! Não comi direito no hospital e hoje só comi uma maçã e dormi - disse se levantando. 

Peguei o pote e dei para ele, o mesmo comeu, parecia que estava bom, a expressão que emanava de seu rosto era boa. Me aproximei dele e quando ele mordeu um pedaço do morango o beijei. 

O beijei de leve, com um toque de voracidade, o mesmo retribuiu tocando meu rosto, peguei o morango de sua boca e assim parei o beijo. 

- Doce! 

Ele sorriu com meu comentário me beijando novamente, a tentação se estar com ele era tanta agora, mas não podia, ele estava machucado e eu tinha que me controlar.

Morei levemente sua orelha descendo até seu pescoço devagar, senti ele se arrepiar, que fofo. O beijei novamente, nossas línguas dançavam como notas de músicas combinadas. Era totalmente sincronizado. 

Me afastei e assim me levantei, dando a mão para ele, o mesmo ficou sem entender nada assim disse. 

- Vamos tomar banho.....juntos! 

Ele segurou minha mão e fomos até lá, enchi a banheira e retiramos as nossas roupas, entrei primeiro e Izuku logo depois se sentou na minha frente. 

Passei minhas mãos pelo seu pescoço depois pelo seu peito, descendo minha mão até próximo a sua virilha. Ele se arrepiou todo me fazendo cair um risinho. 

Me deitei e ele se deitou apoiando a cabeça em meu peitoral. Ficamos ali por um tempo, lavei seu cabelo e o meu, depois saímos e nos vestimos. 

Assistimos alguns filmes abraçados, ate Izuku dormir, logo depois fiz o mesmo, desliguei a TV e fui dormir. 

Continua...



Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado ksksksk.
Não sei muito de romance, só sei pelos livros e mangás!
Fiz meu melhor aí.
Perdoe erros de ortografia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...