1. Spirit Fanfics >
  2. Arquibancada >
  3. Bruno

História Arquibancada - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


finais!

Capítulo 2 - Bruno


Os dias foram se passando e aquela sensação do meu coração correr maratonas ainda existia e aquilo me agoniava. Eu tinha que descobrir o que fazia meu coração percorrer léguas, e eu nem imaginava que isso estava próximo. 

Dia 11/11. Quase um mês após o acontecido do dia 13/10. A minha amiga chega até mim me pedindo pra colocar-me em um grupo relacionado ao campeonato intermunicipal que estava acontecendo. Queríamos apenas zoar com a cara de alguns torcedores, e eu como uma torcedora nata e apaixonada pela minha seleção, topei de imediato.

Pouco menos de alguns minutos eu havia sido colocada no grupo. Logo eu e mais duas garotas fomos apelidadas de primeira dama. Já cheguei com meu espírito zoeiro e torcedor. Não perdoava uma. Até quem não fosse do time rival, entrava na comédia. Em uma quebra de tempo surge um rapaz querendo conversa, e lógico, me fiz de difícil. Observo o seu nome escrito ao lado e leio em mente, estava escrito Bruno Lira. Bonito nome o rapaz tinha! 

Tentei não dar muita moral. Ele era rival como todos os outros ali eram e era torcedor da seleção Sulista que havia sido eliminada por nós no dia 13/10. Logo após surgiu outro, o nome dele estava escrito Vinny, e foi o que mais me fez perder a paciência. Queria mata-ló, mas tinha amor ao meu réu primário. Dei-lhe uma resposta grossa e em seguida um pedido de desculpas, querendo me redimir dizendo que era apenas uma brincadeira. (uma brincadeira com um pouco de verdade por trás). 

O tempo foi se passando, e meu coração não parou de correr maratonas. Vinny, Bruno e eu criamos um laço forte. Uma amizade de grupo de WhatsApp tinha se tornado algo forte e genuíno. Vinny era meu irmão, ouvinte e conselheiro. Bruno (Ou Álvaro, como preferirem) se tornou meu melhor amigo, aquele que eu poderia contar não me importava o horário. 

As conversas iam e vinham. Eu vivia momentos intensos em minha vida, vivia no fundo do poço e parecia que nada mais tinha saída pra mim. Mas era uma mensagem dele que tudo resolvia. O sorriso se abria e meu coração sambava como se estivesse desfilando pela Beija Flor de Nilópolis. 



Notas Finais


Opa, mais um. Ainda faltam 3.

História p contar como conheci (e reencontrei) meu namorado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...